A partir de junho de 2016, não dou permissão ao Facebook… #boato

By | 25/06/2016

Boato – O Facebook é agora uma entidade pública. Todos os membros devem publicar uma nota para não ter imagens, informação ou publicações utilizadas.

Lá pelos idos de setembro de 2012, quando o Boatos.org ainda não existia, editei o primeiro desmentido de hoax da minha vida. Trabalhando na editoria de tecnologia do Portal EBC, tive a indicação de um texto que estava se espalhando como rastilho de pólvora. Ele falava de um aviso de privacidade que todos os usuários teriam que copiar e colar na linha do tempo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Facebook foi bloqeuado, diz boato

Mensagem no Facebook salva a sua privacidade, diz boato

Lá se vai quase quatro anos e tenho pela frente o texto da minha “estreia” no mundo dos desmentidos de boatos online. Circula entre usuários do Facebook, a informação que a rede social se tornou uma “entidade pública” e que poderia se utilizar dos dados de usuários se eles não postassem o seguinte texto:

‎ EU TAMBÉM NÃO AUTORIZO !!! A partir de “X” de junho de 2016, não dou permissão ao facebook ou às entidades associadas ao facebook para usar minhas imagens, informação ou publicações, tanto do passado como do futuro. Por esta declaração, dou aviso ao facebook que é estritamente proibido divulgar, copiar, distribuir ou tomar qualquer outra ação contra mim com base neste perfil e / ou seu conteúdo. O conteúdo deste perfil é informação privada e confidencial.

Nota: O Facebook é agora uma entidade pública. Todos os membros devem publicar uma nota como esta. Se preferir, pode copiar e colar esta versão. Se não publicar uma declaração pelo menos uma vez, estará permitindo o uso de suas fotos, bem como a informação contida nas atualizações de status do perfil. Não compartilhe. Você tem que copiar e colar.

Facebook é entidade pública e tem que postar o texto?

Marcamos um “X” na data de junho porque há diversas versões. Se a pessoa postou no dia 22, colocou “a partir de 22 de junho”. Se postou em 23, muda a data. Mas será mesmo que esta história de “nota de não-permissão de uso de conteúdo” é válida? Como você pode imaginar, a resposta é não. Vamos aos fatos.

Primeiro, o Facebook não é uma “entidade pública”. Como muita gente sabe, a rede social é uma empresa com capital aberto desde 2012. Ou seja, com ações na bolsa de valores para ser investidas. Sobre o caráter público, talvez a ideia fosse dizer que as informações eram públicas. Sim, de fato são. Mas não é um aviso na timeline que vai fazer o seu conteúdo não ser utilizado.

Para começar, os próprios termos de uso do Facebook já sugerem que você tem as suas informações protegidas de uso por parte da rede social. Cabe a você filtrar quem são as pessoas que podem ver as suas informações. Leia este trecho:

Você é proprietário de todo o conteúdo e informações que publica no Facebook, e você pode controlar como eles serão compartilhados por meio das suas configurações de privacidade e aplicativos.

Ao publicar o conteúdo ou informações usando a opção Público, significa que você permite que todos, incluindo pessoas fora do Facebook, acessem e usem essas informações e as associem a você (isto é, seu nome e a foto do perfil).

Caso você queira controlar quem pode ver as informações que você posta no Facebook, deve clicar no ícone de cadeado que fica no canto superior direito do seu perfil. Lá você pode escolher quem vê seu conteúdo (amigos, amigos de amigos ou todos).

Resumindo: a mensagem que está sendo copiada e colada na timeline do Facebook de muitas pessoas não serve para nada em relação à privacidade. Você pode até filtrar quem vê o seu conteúdo. Mas, caso você não queira que ninguém veja nada, aí é só deletar o perfil (o que muita gente faz).

Ps.: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores Alex Reblim e Maria Hilmar. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou Facebook.

4 thoughts on “A partir de junho de 2016, não dou permissão ao Facebook… #boato

  1. Carlos Guedes Leão

    Que bom saber destes desmentidos. Realmente, caso isso se tornasse verdadeiro, seria melhor nos devincularmos do FACEBOOK. Obrigado caro amigo pelas informações tranquilizadoras !!!

    Reply
  2. Elisandro

    Esta historia e mentira. Se fosse verídica a publicação, os usuários não iriam mais poder compartilhar nada, sem antes pedir autorização, ficando expostos a responder processos.

    Reply
  3. cilene leite

    E verdade que o facebook dá cadeira de rodas ou dinheiro com o compartilhar de pessoas deficientes ou com problemas?

    Reply
    1. Tobias Cesar

      Cilene, vc realmente acredita nisso? Isso mais parece aquele boato de milênios atrás q dizia q para cada forward de um email específico a Microsoft daria um centavo de dolar.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *