7 golpes que prometem novas funcionalidades do WhatsApp

Já que o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular dos últimos tempos é o “Calcanhar de Aquiles” das pessoas, o Boatos.org separou sete funcionalidades falsas do WhatsApp que se espalharam na internet para você relembrar e não cair.

Quando o WhatsApp chegou com a simplicidade das trocas de mensagem do extinto MSN, só que disponível no celular, talvez as pessoas ainda não imaginassem o sucesso (e o indispensável) que o aplicativo seria.

Notícia falsa diz que WhatsApp vai sair do ar
Correntes sobre funcionalidades falsas do WhatsApp são comuns na própria rede

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

O app de mensagens instantâneas desbancou o SMS e se transformou rapidamente em uma fonte de ouro para seus criadores. Logo, acabou saltando aos olhos de uma das empresas mais bem-sucedidas do mundo – sim, o Facebook – e por US$22 bilhões Mark Zuckerberg arrematou o aplicativo.

Prático, grátis e utilizado por mais de 1 bilhão de pessoas, o Whats também é alvo de centenas de histórias falsas compartilhadas na internet. Fizemos uma lista sobre sete balelas inventadas sobre o aplicativo para você ficar por dentro. Confira:

1 – Muda de cor. É só clicar

Se há algo que tinha muita graça nos tempos de Orkut era a possibilidade de deixá-lo com a nossa cara. Cores, letras, tamanhos, tudo era personalizável. Talvez por isso, seja tão fácil convencer as pessoas de que com o WhatsApp é possível fazer o mesmo.

Segundo a corrente que tem recentemente se espalhado no próprio Whats, basta repassar um link com vários amigos para conseguir habilitar a função de mudar as cores do WhatsApp.

Imagine só o sucesso e o quanto essa mensagem não foi replicada por aí em vão, já que o link indicado não habilitava nada, apenas reencaminhava o usuário para um site pedindo por mais compartilhamento. Ou seja, uma corrente falsa, mais uma entre tantas. Leia mais sobre o boato aqui.

2 – Saiba quem te adicionou e vê sua foto. É só clicar

Outra “maravilha” do Orkut era a total indiscrição de mostrar quem havia visitado o seu perfil recentemente. Para os curiosos de plantão essa era a funcionalidade mais especial de todas. E tem gente que quer tanto isso de novo que cai, com frequência, no conto de que dá para verificar essas coisas no WhatsApp também.

A história de que é possível ver quem te adicionou no Whats e quem está vendo sua foto do perfil no app se espalhou com força em dezembro de 2016. Assim como várias outras correntes falsas, pedia que se clicasse em um link especial prometendo ativar a função.

Tudo balela, clicar no link (atitude perigosíssima, aliás) só levava o(a) corajoso(a) a ser constantemente redirecionado entre páginas nada a ver em um site estranho. Sobre a funcionalidade prometida, nada feito, tudo mentira. Leia mais sobre o boato aqui.

3 – Três anos, três amigos e créditos grátis

Das balelas mais escancaradamente falsas que já desmentimos sobre o WhatsApp está a história de que o aplicativo daria créditos de celular grátis em comemoração ao aniversário de três anos do mesmo. Para conseguir por a mão no brinde bastava compartilhar com três amigos.

Ainda que a corrente fosse mal escrita, com erros e fake, ela se espalhou rápido. As pessoas não pararam para pensar que o Whats nem é popular entre as empresas de telefonia (que perdem muito dinheiro por que quase ninguém mais usa SMS e chamadas convencionais) e não perceberam que a falta de informações na corrente era uma das principais pistas.

Para fechar, quem começou essa história sequer se deu ao trabalho de contar certo, afinal em 2016, quando a corrente apareceu, o WhatsApp completaria sete e não três anos. Leia mais sobre o boato aqui.

4 – Grátis: videochamadas no WhatsApp e Wi-fi

Brasileiro adora esse termo – grátis. Afinal, quem não gosta de receber algo legal e em troca não pagar nada? Bem por isso é tão fácil enganar as pessoas sobre as funcionalidades falsas do Whats. Basta ler o “grátis” e parece que todo o resto fica borrado, como um touro concentrado apenas na capa vermelha do toureiro.

Analogias à parte, o fato é que muita gente caiu no conto de que bastava clicar em um link e baixar um app específico para ativar a função de videochamadas do WhatsApp. O recurso, que já é uma realidade, demorou um pouco para ser implantado em todos os celulares e isso ajudou a direcionar desavisados a esses links.

Claro que ao clicar no link repassado via corrente não se ativava videochamada alguma. Muito menos permitia-se conseguir Wi-fi grátis milagrosamente. Isso só é possível se se é sacana o suficiente para roubar a senha de internet de alguém. E aí, é questão de lógica: “roubo” e “grátis” são palavras completamente distintas. No fim, duas mentiras numa balela só. Leia mais sobre o boato aqui.

5 – Deu print, você vai ficar sabendo

Quem adora Snapchat foi à loucura quando em 2015 surgiu a história de que o Whats permitiria saber quando e quem desse print nas conversas trocadas. Segundo uma informação que correu sites e até revistas de renome (tipo a Capricho), a nova atualização do aplicativo liberaria este recurso.

Acontece que as coisas não foram bem assim. A nota informativa sobre isso surgiu em um site não muito confiável – que inclusive anunciava novidades no Instagram – e acabou sendo rapidamente espalhada.

No entanto, a própria empresa WhatsApp jamais confirmou esta informação e nem a mídia (com exceção da Capricho que também caiu nessa) falou disso. A história tanto era boato que já estamos em 2017 e até agora nada de atualização que revela prints. Leia mais sobre o boato.

6 – Repasse que a internet será gratuita

Ainda é difícil entender como as pessoas caíram tão facilmente na história absurda de que o WhatsApp liberaria internet gratuita se compartilhássemos mensagens até uma bolinha ficar verde. Hãm? Isso mesmo, a corrente que espalhou o mito da internet grátis no Whats não faz mesmo sentido nenhum.

A tal corrente afirmava que bastava repassar incansavelmente a mensagem da internet grátis adiante no Whats para que a função se habilitasse. Era necessário apenas aguardar que uma bolinha, no caso a imagem de uma bolinha, inserida na mensagem ficasse verde na tela.

Obviamente que essa história não era verdadeira. No site do Whats não houve uma informação sequer sobre isso, muito menos na imprensa ou em qualquer fonte confiável. Também não foi encontrado até hoje um caso em que de tanto se mandar a mensagem a bendita bolinha tenha ficado verde e a internet gratuita. Mal feito, sem pé nem cabeça e totalmente ilógico, você pode ler mais sobre esse boato aqui.

7 – Preencha os campos e ganhe pacotes de dados 3G

Deixamos para o fim uma história que não só é balela como também é perigosa. Nessa febre de “compartilhe isso ou aquilo para ganhar tal coisa”, começou a ser repassada uma versão mais complicada de correntes.

Surgiu uma mensagem prometendo pacotes de dados 3G para quem compartilhasse a mesma informação no Whats. Acontece que a coisa toda é um golpe. Os links indicados levam a um site estranhíssimo que pede dados importantes como o número do seu telefone.

Uma vez informado (não cometemos a temeridade de ir tão longe) fica difícil saber o que será feito com o número, embora o mais comum é que ele seja vendido para listas de spam. De qualquer forma, é arriscado e quando se repassa algo do tipo se coloca em risco também o próximo destinatário. É aí que começam as confusões. Leia mais sobre o boato aqui.

Nota: Cuidado, não caia na balela dos pacotes de dados 3G, mais do que as outras, esta é ardilosa. Quanto a todas as mencionadas, não caia também. Basta ter bom senso para perceber as maracutaias e lembrar do sábio ditado que os mais velhos sempre dizem por aí –  “quando a esmola é muita, o santo desconfia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)