Existem 9 tipos de peixe que você não pode comer de jeito nenhum #boato

Boato – Vídeo mostra nove tipos de peixe que você não deve comer. Alerta aponta que bagre contém hormônio, cavalinha tem mercúrio e tilápia muita gordura.

Cozido, assado ou frito, não importa. Afinal, o que não faltam são opções quando o assunto é peixe. Os peixes gozam da fama de carne mais saudável no menu da dieta. Mas, apesar da fama, existem alguns peixes que você não pode comer de jeito nenhum. É o que indica um vídeo que tem circulado na internet.

No vídeo, a informação é de que existem nove tipos de peixe que você nunca deve comer e que alguns “não são recomendados para crianças e adolescentes”. O alerta aponta que o peixe-gato, conhecido como bagre, contém hormônios, enguia, cavalinha, peixe-batata, badejo e atum contêm mercúrio, tilápia possui muita gordura e que panga e pâmpano-manteiga são de águas contaminadas.

O vídeo indica ainda “dicas” na hora de escolher o pescado como, por exemplo, observar se o animal tem escamas brilhantes e olhos claros, pegá-lo com a mão e verificar se a cauda está abaixada, perceber se as barbatanas estão secas e brânquias cinzentas estão entre as recomendações. Assista o vídeo ou, se preferir, pule para a nossa explicação:

Existem 9 tipos de peixe que você não pode comer de jeito nenhum?

Se você faz parte do grupo dos desavisados que assistiu ao vídeo, temos um recado: a informação não procede. Pois bem, vamos falar o que realmente é fato e o que é boato na história.

Em primeiro lugar, precisamos nos atentar ao fato de que o vídeo já começa com um tom alarmista indicando os “peixes que você nunca deve comer”. Só esse posicionamento é, no mínimo, exagerado. Dito isso, vamos por partes.

1) Bagre: O bagre, que também é conhecido como peixe-gato, possui uma grande variedade de espécies tanto de água doce como salgada. Pois bem, além deste artigo, não encontramos nenhum outro que aponte os perigos do hormônio no peixe. Além disso, grande parte do bagre consumido no Brasil é de produção nacional. Ou seja, mesmo que houvesse o uso de hormônios, em bagres importados, dificilmente esse seria um problema no Brasil.

2) Peixes contaminados com mercúrio: Entre os peixes apontados pelo vídeo com alta concentração de mercúrio estão enguia, cavalinha, peixe batata, badejo e atum. Pois bem, de acordo com a lista elaborada pela BBC Brasil, os peixes que possuem alta concentração de mercúrio são tubarão, peixe espada e agulha (peixes que estão no topo da cadeia alimentar). O atum e cavala até possuem uma concentração considerável da substância. Porém, se o consumo for moderado, não oferece riscos. Nem precisamos dizer que enguia, peixe batata e badejo nem entraram na lista.

3) Comer tilápia é pior do que comer toucinho: O vídeo também aponta a tilápia como vilã e chega a dizer que as “concentrações de gorduras nocivas são quase tão altas quanto no toucinho”. Bem diferente do que diz essa matéria – que aponta que a tilápia é considerada um peixe magro, inclusive, até mais do que outros peixes. Quando a comparação é com carne, a discrepância é maior ainda.

4) Peixe panga e pâmpano-manteiga são de águas contaminadas: Por incrível que pareça, o peixe panga já foi protagonista de outros boatos na internet. Nessa versão, a história aponta que o peixe tinha vermes e faz mal à saúde. Na época, a Proteste chegou a fazer testes com o animal e as amostras apresentaram resultados normais. Ou seja, boato. E mais: o tal peixe pâmpano-manteiga sequer é consumido no Brasil.

5) Taca a mão nele: Para além disso, o vídeo está cheio de indicações sobre como escolher o melhor pescado. Porém, as dicas estão mais para história de pescador. Digo isso porque o artigo de um técnico da Anvisa, compartilhado no Facebook, derruba essas premissas como, por exemplo, a de pegar o peixe com a mão. E, de fato, é estranho. Imagine em um mercado todo mundo pegando o peixe – aí sim, ele corre o risco de ficar contaminado.

Resumindo: o vídeo é um aglomerado de informações genéricas, sem comprovação e que tem dois objetivos: criar alarde e conquistar cliques. Ou seja, por falta de provas e excesso de alarmismo chegamos à conclusão que é #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 

Um comentário em “Existem 9 tipos de peixe que você não pode comer de jeito nenhum #boato

  • 03/03/2018 em 15:41
    Permalink

    O texto de vocês se alonga demais até chegar no desmentido. Muitos preguiçosos leitores brasileiros desistem ainda na parte em que vocês estão reproduzindo o boato. Isso era conhecido antigamente como “nariz de cera”.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)