Salgadinho Cheetos é feito de plástico porque pega fogo facilmente #boato

Boato – Vídeo compartilhado nas redes sociais aponta que salgadinho Cheetos é feito de plástico porque pega fogo facilmente.

As crianças adoram. Aliás, alguns adultos também. Quem nunca ficou com os dedos tingidos e com aquelas crostas de salgadinho grudadas nos dentes não sabe o que é ter uma infância feliz. Mas há quem diga que esse é um verdadeiro veneno para a criançada. É o caso de um vídeo que circula na internet.

Segundo o vídeo que viralizou no Facebook e WhatsApp (e que está revoltando muita gente por aí) o salgadinho Cheetos é feito de plástico. As imagens mostram o momento em que o salgadinho pega fogo. No vídeo, o pastor Cleber alerta que o salgadinho que nossos filhos comem é de plástico e diz que “é o cúmulo do absurdo o que essas indústrias estão fazendo”. Assista e leia o que diz a transcrição do vídeo:

Gente, boa noite! Eu venho alertar as famílias que Deus tenha piedade e misericórdia das nossas famílias e que venha nos abençoar a respeito desse salgadinho. Tá certo? É um absurdo. Eu vi esse vídeo nas redes sociais e eu fiz o teste é realmente é o que eles estão mostrando. Não se assustem, mas observem o que é isso aqui. Olha só. Olha só isso aqui gente. Olha só isso aqui ó. É o salgadinho que nossos filhos comem e que até os adultos também comem. Olhem isso aqui. Plástico, gente! Plástico. Observem isso aqui é plástico. Tá vendo? Observa gente é o cúmulo do absurdo o que essas indústrias estão fazendo. Ai depois as crianças com câncer e adultos com câncer morrendo mais cedo e ninguém sabe porque que é. Aqui é o pastor Cleber fazendo essa transmissão para nos alertar. Tá bom? Que Jesus abençoe as nossas famílias. Forte abraço a todos.

Salgadinho Cheetos é feito de plástico porque pega fogo facilmente?

Essa não é a primeira vez que imagens, alarmismo e falta de informação estão ligados. Como você deve imaginar, mais uma vez, o alerta não passa daquela velha história do aumenta e inventa. Vamos aos porquês.

Por sinal, essa também não é a primeira vez que aparecem alertas sobre alimentos de plásticos: em um passado recente, já desmentimos histórias envolvendo alface, ovos e até arroz. Pois bem, basta assistir o vídeo uma vez que já dá para imaginar que se trata de um boato. Isso porque a mensagem possui o enredo básico de balelas online: alarmista e cheio de informações vagas.

Sem contar com o fato de que o argumento é questionável. Afinal de contas, desde quando um alimento pegar fogo significa que ele é de plástico? Se não é de plástico, porque o salgadinho pega fogo? A resposta está nesta matéria da The Times Of India (produzida quando o boato circulou por lá). Segundo a especialista em microbiologia alimentar e industrial, Deepa Bhajekar, esses alimentos não possuem plástico.

Na realidade, os salgadinhos e outros snacks são alimentos ricos em carboidratos como amido e óleo. Se colocados diretamente na chama, eles pegarão fogo com mais facilidade. No vídeo (que está no link), a especialista realiza testes com alimentos semelhantes (não só industrializados) e, como você pode imaginar, os produtos têm a mesma reação quando entram em contato com o fogo. Ou seja, se o produto é seco e possui gordura, o resultado não será diferente.

Para além disso, tem gente que foi conferir como são feitos os salgadinhos por aqui. No Brasil, a Gazeta do Povo foi até a fábrica da Elma Chips, em Curitiba, para mostrar o processo de produção do salgadinho Cheetos. De acordo com a reportagem, a matéria prima principal do Cheetos é a farinha de milho. Logo, não tem nada de plástico. Confira no vídeo:

Resumindo: o vídeo não prova que os salgadinhos Cheetos (ou qualquer outro) são de plástico e isso não passa de mais uma notícia falsa que circula na internet. É claro que isso não significa que você pode se acabar nos salgadinhos por aí. Mas dizer que não vai comer Cheetos porque é plástico é, no mínimo, estupidez.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)