Notícia falsa: overdose de maconha matou 37 pessoas no Colorado

By | 06/01/2014

Boato – Após a legalização da venda de maconha no estado do Colorado (EUA), 37 pessoas já morreram por overdose da droga.

O Colorado foi o primeiro estado americano a vender maconha para fins recreativos. Desde o dia 1º de janeiro de 2014, pessoas maiores de 21 anos podem comprar até 28 gramas da droga. A polêmica decisão já rendeu algumas histórias inusitadas e, claro, falsas.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

A mais polêmica dessas histórias dá conta de que 37 pessoas morreram de overdose no primeiro dia de legalização da cannabis no estado americano. No texto, que pode ser lido aqui, o Dr. Jack Shephard, chefe do setor de cirurgias do centro médico São Lucas de Denver, afirmou que colocou cinco estudantes em sacos pretos em um curto período. Todos morreram de overdose.

De acordo com o texto, que começou a circular em inglês e foi traduzido para o português pelo site Jornal VDD, uma das vítimas foi o ex-traficante de metaanfetamina Jesse Pinkman Bruce. Ele havia ido para o Colorado para seguir uma carreira legal, a de vendedor de maconha.

Por fim, o texto afirma que o governador John Hickenlooper diz que o estado vai repensar a legalização da droga “para não permitir que este abate continue”.

É inegável que a história é bem criativa, mas totalmente falsa. Não há muito o que falar. O primeiro indício é a fonte da notícia. No exterior, a notícia surgiu no site Daily Currant. No “about”, a página se diz satírica.

No Brasil, o nosso querido Jornal VDD também tem a “mesma função social”. A frase do rodapé do site diz tudo: Não acredite em tudo que você lê por ai. Este é um site de humor que publica notícias que deveriam ser verdade, ou não.

Mas vamos falar mais sobre o texto: os dois personagens citados na matéria são conhecidos. Jack Shephard nada mais é do que o protagonista da série Lost. Já Jesse Pinkman Bruce realmente é um traficante. Só que na série Breaking Bad. Ou seja, o autor juntou dois personagens ótimos e colocou no Colorado.

Em relação à imagem utilizada na matéria, ela foi de um caso de overdose na Austrália em 2011. Mas não foi de maconha e sim de uma droga chamada GHB.

E agora a dúvida: dá para se matar fumando maconha? A resposta é sim e não. De acordo com este texto do Hospital Albert Einstein seria preciso fumar muito para morrer de overdose de maconha. Porém, uma pessoal muito alta está mais propícia a sofrer acidentes de carro, ser atropelada ou se afogar.

Há casos noticiados de overdose de pessoas que fumaram maconha. Mas em todos eles, outra droga foi utilizada. Neste caso, foi maconha e LSD (muito provavelmente, o LSD teve mais responsabilidade do que a maconha na overdose). Concluindo: a história é falsa. E uma overdose apenas pelo consumo de maconha é improvável.

 Leia na íntegra o texto que fala sobre a overdose de maconha no Colorado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *