Morre primeira pessoa por ingestão de OGM, aponta notícia falsa

Boato – Hospital espanhol confirma primeira morte por ingestão de organismos geneticamente modificados.

Discussões sobre as possibilidades dos alimentos transgênicos não fazem parte da agenda midiática tanto quanto a política ou o futebol, mas existem. E por trás delas há um debate antigo – organismos geneticamente modificados fazem mal ou não?

Boato afirma que homem morreu após ingerir tomates geneticamente modificados.
Boato afirma que homem morreu após ingerir tomates geneticamente modificados.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Sabemos bem que por dúvidas muito menores boatos surgem e se espalham como pólvora por aí. Com a questão dos transgênicos não foi diferente. Um boato inventado sobre o assunto rodou o mundo literalmente.

A história envolveu um hospital espanhol, apareceu em sites franceses, americanos e acabou aparecendo aqui no Brasil. Segundo a notícia, um jovem espanhol faleceu depois de ingerir tomates transgênicos e teve a causa confirmada por um hospital de renome em Madrid.

Confira um trecho da notícia:

‘Madrid – Os médicos do Hospital Carlos III confirmou esta manhã em conferência de imprensa, a primeira morte humana causada pela ingestão de alimentos geneticamente modificados. Juan Pedro Ramos morreu de choque anafilático após a ingestão de tomates recentemente desenvolvidas com genes de peixes, causando uma reação alérgica violenta e mortal.

Este surpreendente anúncio vem após a autópsia do homem espanhol de 31 anos, que morreu no hospital em Madrid no início de janeiro.A saúde do jovem rapidamente se deteriorou depois de sofrer uma reação alérgica inexplicável, e todas as drogas usadas para conter anafilaxia foram totalmente ineficaz. A equipe de especialistas afirma ter sido capaz de determinar que os tomates geneticamente modificados que a vítima ingeridas no almoço, foram a causa da reação alérgica que causou sua morte.

O ministério também fez um anúncio público sobre a morte do Sr. Ramos no qual ele oferece suas condolências à sua família e acrescentou que “imediatamente solicitar mais pesquisas sobre o assunto, para determinar se outros produtos alimentares GM no mercado europeu poderia representar um risco para a população espanhola”’.

Não mencionaremos os erros absurdos no texto porque isso muito provavelmente é resultado de uma tradução precária feita às pressas no Google tradutor. Também não falaremos do conteúdo duplicado que apareceu exatamente da mesma forma em inglês, em espanhol e em francês.

Falaremos realmente do que escancara que essa notícia é mentira. Primeiro, o Sr. Ramos não existe. Ou se existe não é quem aparece na imagem. O rapaz mostrado na postagem é Matt Reinbold e essa foto está em sua conta no Flickr. Na notícia afirma-se que a foto foi tirada 24 horas antes da morte do rapaz, quando a imagem foi postada no Flickr em 2006.

Segundo, o texto foi publicado em sites duvidosos e a notícia foi compartilhada em páginas de oposição à agricultura transgênica, como a espanhola Pueblos Fumigados.

Além disso, não existiu pronunciamento oficial no Hospital Carlos III de Madrid que, aliás, existe realmente, porém sem vítimas fatais por ingestão de organismos geneticamente modificados. Só a título de curiosidade, o médico Dr. Rafael Pérez Santamarina também existe. Ele é diretor do Hospital La Paz em Madrid que nada tem a ver com o outro.

Para fechar com o nosso argumento clássico – se é importante, aparece na mídia tradicional – não ouve nada mencionado sobre a suposta morte em veículos como o El País, por exemplo.

Como foi definido no Jornal Métro francês já no início de março, essa história toda ‘est fausse’. Trata-se de uma mentira inventada para disseminar o medo de alimentos transgênicos. De qualquer forma, sabemos que em uma disputa de interesses quem se vale de argumentos falsos definitivamente sai perdendo.

Um comentário em “Morre primeira pessoa por ingestão de OGM, aponta notícia falsa

  • 16/05/2017 em 14:17
    Permalink

    Na realidade eles criam essas notícias falsas anti-OGM para desacreditar os críticos dos OGM.
    Existem pesquisas sérias que indicam o risco dos transgênicos, bem como uma carta aberta contra o uso de transgênicos no mundo assinada por vários cientistas.

    Resposta

Deixe uma resposta

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)