Exercício com a língua ajuda a prevenir o Alzheimer, cura asma e regula pressão #boato

Boato – Médico ensina técnica com língua que ajuda na prevenção do mal de Alzheimer e pode curar outras doenças.

A preocupação pela saúde é uma coisa que, sem dúvidas, pode unir gregos e troianos (ou, se preferir, coxinhas e mortadelas). Afinal de contas, é um tema fundamental e, como já dizia o ditado, o importante é ter saúde. Ou seja, qualquer coisa basta, desde que ela esteja em dia.

Por conta disso, muitas pessoas acabam apelando para dicas que estão na internet com a esperança de que podem ajudar a melhorar a saúde. A verdade é que nem todas as orientações que se encontram na rede fazem, de fato, bem. Muitas, inclusive, podem piorar quadros e levarem à morte.

Nos últimos dias, uma postagem tem feito bastante sucesso nas redes sociais. De acordo com ela, uma técnica com a língua, ensinada por um médico, poderia ajudar a prevenir o Alzheimer e curar doenças, como a asma. Confira:

Como ajudar a combater o Alzheimer? […] Um amigo médico ensinou a outro amigo, um exercício com a língua que é eficaz para reduzir o aparecimento da doença de Alzheimer e também é útil para reduzir e melhorar: 1 – Peso corporal; 2 – Hipertensão; 3 – Coágulo sanguíneo no cérebro; 4 – Asma; 5 – Miopia; 6 – Zumbido no ouvido; 7 – Infecção na garganta; 8 – Infecção do ombro/pescoço; 9 – Insônia.

Os movimentos são muito simples e fáceis de aprender: […] Estique a língua e mova-a para a direita e depois para a esquerda por 10 vezes seguidas. Desde que ele começou a exercitar sua língua diariamente, houve uma melhora na retenção de seu cérebro. Sua mente ficou clara e produtiva, e outras melhorias: 1 – Ver melhor de longe; 2 – Sem tonturas; 3 – Maior bem-estar geral; 4 – Melhor digestão; 5 – Pouca gripe ; 6 – Ele se sente mais forte e mais ágil.

Notas: O exercício da língua ajuda a controlar e prevenir a doença de Alzheimer. A pesquisa médica descobriu que o idioma tem uma conexão com o grande cérebro. Quando nosso corpo se torna velho e fraco, o primeiro sinal que aparece é que a nossa língua fica rígida, por isso tendemos a mordê-la. Ao exercitar a sua língua, você estimulará o seu cérebro. Cada pessoa que recebe este boletim informativo deve repassar, para ajudar a combater a doença de Alzheimer e melhorar qualidade de vida das pessoas.

Exercício com a língua ajuda a prevenir o Alzheimer, cura asma e regula pressão?

Dicas simples, prática e rápida, não é mesmo? Do jeitinho que a gente gosta. Então, agora é só colocar em prática, certo? Porque já que está na internet é verdade, né? Bem, tenho uma notícia um pouco triste para você: Nem tudo o que reluz é ouro, ainda mais quando se trata da internet. E, nesse caso, a história é mais falsa do que nota de R$3, ou seja, é mentira. Quer mais detalhes? Continua lendo.

Vamos lá! O texto até que é bem impressionante e lembra muito outros textos sobre cura do câncer que já desmentimos aqui. Mas é só dar uma olhada mais criteriosa pelo texto, que a pulga atrás da orelha já começa a pular. São várias características de boatos, como o alarmismo e o pedido de compartihamento.

Se isso não bastasse, descobrimos que o texto, na verdade, é uma tradução de um outro artigo em inglês. E, por coincidência ou não, o artigo em inglês foi publicado no dia 1º de abril. Porém, o blog que fez a postagem não é o autor da história. Também descobrimos que a história em inglês já havia sido desmentida em alguns sites de fact-checking no exterior.

E, bem, ao procurar estudos científicos sobre a relação do exercício com a língua e a prevenção do Alzheimer, nada encontramos sobre o assunto. Por exemplo, um estudo da Universidade de Harvard indica que algumas práticas podem contribuir para a prevenção, como o exercício físico e uma dieta rica em legumes e frutas frescas, grãos integrais e a diminuição do consumo de carne vermelha. Porém, não fala nada sobre língua para a esquerda e direita.

Vale lembrar que o mal de Alzheimer ainda é uma doença não totalmente compreendida e as causas da doença englobam causas genéticas, de desenvolvimento e estilo de vida. Ou seja: mesmo seguindo práticas recomendadas para se evitar a doença, ninguém (por enquanto) no mundo científico garante que você estará livre da doença.

Ok, nenhum estudo ou site menciona benefícios da técnica para prevenir o mal de Alzheimer, mas e para as outras doenças (como a asma)? Também não e o site da Organização Mundial da Saúde é bem enfático sobre isso. E para não dizer que não nos esforçamos, acabamos descobrindo que o tal exercício com a língua pode ser benéfico para tratamento de alguns casos fonoaudiológicos (o que faz mais lógica).

Em resumo: a história que diz que fazer exercícios com a língua ajuda na prevenção do Alzheimer e pode curar algumas doenças é falsa. Não existe relação alguma entre o exercício e a prevenção do Alzheimer (até porque, se for assim, os beijoqueiros de plantão nem precisariam se preocupar com certas doenças). Sendo assim, #boato. Até a próxima!

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)