Informação Falsa: sem corantes, a Coca-Cola é verde originalmente

By | 07/04/2014
Boato na web diz que Coca-Cola é verde

Boato na web diz que Coca-Cola é verde

Boato –  A verdadeira cor da Coca-Cola é verde. A cor marrom só é obtida com a utilização de corantes.

No mundo dos boatos, a Coca-Cola já foi considerada “coisa do diabo” e até um rato já foi encontrado em uma garrafa do refrigerante. Na realidade, a empresa parece ser perseguida pelos criadores de boatos e fãs de teorias da conspiração. Isso pode ser visto com a quantidade de lendas sobre o produto.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Uma dessas lendas envolvendo a empresa diz que a Coca-Cola é verde. A informação divulgada pelo na internet argumenta que, como a bebida é feita a base de folhas de ervas, a cor original do refrigerante é verde – atingindo a cor marrom/preta após o uso de corantes.

As redes sociais rapidamente adotaram a história e trataram de espalhar a informação. Assim como outros sites que também fizeram sua parte em divulgar a informação – mesmo sem checar a veracidade da história. Confira abaixo o texto, na íntegra, sobre a ‘verdadeira’ cor da Coca-Cola:

Que a Coca-Cola é cheia de mistérios, isso todo mundo sabe, porém o que não se sabe é que originalmente é Coca-Cola teria a cor verde, se não fossem os corantes encontrados na sua receita secreta.

Há quem ainda está atrás da fórmula secreta da Coca-Cola, mas o que deixaria a Coca-Cola na cor verde? Dizem que na receita do refrigerante existem folhas de coca, e que só a empresa tem permissão da DEA (organização norte-americana de luta contra as drogas) para comercializar o produto.

Originalmente a Coca-Cola era verde, porque era feita a base de folhas de ervas e era usado como remédio para enjoo e dores no estômago, isso até ele mesmo ser o veneno do estômago da sociedade.

Isso porque é de conhecimento geral que a Coca-Cola faz mal à saúde (você já deve ter ouvido da experiência em que se põe uma carne de boi ou porco na Coca-Cola e a mesma se dissolve em algumas horas). A Coca-Cola em excesso (o que é difícil de controlar, já que é viciante) provoca úlceras e gastrite, e uma pesquisa do CSPI (Centro de Ciência de Interesse Público) nos Estados Unidos revela que o refrigerante possui grande quantidade de corantes cancerígenos, e que a Coca-Cola com maior quantidade desses corantes é a brasileira. Que sede!

Agora, vamos aos fatos. “Coca-Cola sempre foi marrom, desde sua invenção em 1886”, diz o site da empresa. Na realidade, não existe prova nenhuma de que a Coca, algum dia, tenha sido verde. Inclusive, o argumento de que, por ser a base de ervas, a verdadeira cor é verde pode ser bem questionável, pois a receita do refrigerante – confira clicando aqui – não cita nenhuma erva ou folha.

Além disso,  cor verde do refrigerante já foi desmentida por outros sites como no Snopes (espécie de Boatos.org gringo).  Em suma, a história que aponta que a Coca-Cola é verde sem a utilização de corantes não passa de um boato. Não houve nenhuma prova, ou sequer indício, de que o refrigerante não seja preto/marrom. Ou seja, a notícia é falsa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *