Enfermeira do HC diz que todos têm que tomar vacina da febre amarela na cidade de São Paulo #boato

Boato – Áudio de enfermeira do Hospital da Clínicas diz que todos têm que tomar vacina da febre amarela na cidade de São Paulo.

Depois da confirmação de casos de febre amarela no estado de São Paulo, o governo paulista anunciou a antecipação do mutirão da vacina contra a contra a doença para o dia 25 de janeiro cidades consideradas de alto risco. Em meio a essa atmosfera de incertezas, o medo da contaminação pelo vírus tem feito muita gente compartilhar informações falsas na internet. Como você deve imaginar, esse é o caso de hoje.

Um áudio que circula por WhatsApp de uma mulher que seria enfermeira do Hospital das Clínicas (que pertence à USP e fica na cidade de São Paulo) afirma que já tem “mais três casos de febre amarela confirmados” e que “todos têm que tomar vacina da febre amarela capital do estado”. Confira na íntegra (com trechos de transcrição):

Bom dia meus amores! Muito bom dia! Deixa eu falar uma coisa para vocês. Chegou essa noite aqui no HC, três casos de febre amarela confirmados. Um do Jaçanã, um paciente do Horto Florestal e outro de Itaquaquecetuba. Então assim desses três pacientes, um já está no estado muito grave entubado e os outros dois chegaram andando e conversando. Esses dois que chegaram andando e conversando já estão entubados em estado gravíssimo com fígado quase explodindo. Porque essa doença febre amarela ela fulmina o fígado, ela acaba com o fígado, e é por isso que os pacientes morrem. Pacientes fortes, tá! Ninguém era magro. Pacientes fortes, jovens de 30 e 32 anos.

O primeiro caso que chegou aqui no HC foi uma paciente chamada Mariana de 32 anos já chegou com hepatite fulminante e ela já chegou aguardando transplante de fígado, porque não tinha o que fazer. Só transplante de fígado ia salvar a vida dela. Ela faleceu ontem. Ela foi para o exame de tomografia. Em seguida, ela ia para o centro cirúrgico para já fazer transplante e ela não aguentou e morreu, aos 32 anos.

Eu estava conversando agora com a enfermeira da UTI onde estão ficando esses pacientes da febre amarela e ela falou que está dando dó, porque os pacientes são jovens, fortes e os médicos não tão sabendo que fazer. Eles não sabem por onde começar gestão tratando só os sintomas que o paciente apresenta paciente porque evolui muito rápido para grave e para morte. De dez pacientes que ela cuidou com febre amarela só um está na enfermaria. Todos os outros morreram ou estão em estado grave.

 Então assim tem que tomar vacina gente procura algum posto de saúde vê aonde que está dando essa vacina e toma a vacina, porque é a única precaução. Não tem cura ainda a febre amarela e quando descobrir a cura vai ser até tarde, porque o vírus já vai ter sofrido mutações já vai estar distante e vai ser difícil. Hoje a única prevenção que tem é a vacina, porque se o mosquito picar é muito difícil de reverter o quadro. E assim vamos evitar parques, lugar de mata, lugar que tem árvore e tomar a vacina. Quem tem 60 anos ou mais e a partir dos 9 meses já pode tomar.

Enfermeira do HC diz que todos têm que tomar vacina da febre amarela na cidade de São Paulo?

Não é preciso dizer que a mensagem deixou muita gente preocupada. Mas será mesmo que a enfermeira do HC disse que todos têm que tomar vacina da febre amarela na cidade de São Paulo e será que todos na capital têm que tomar a vacina? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Parece estranho, mas observe que, coincidentemente, depois que o áudio se espalhou pela internet (nas nossas contas, uns três dias), a busca pela vacina por quem mora em São Paulo aumentou. A prova disso está no fato de que muitas pessoas cruzaram a capital paulista, justamente para áreas de risco de contaminação pelo vírus, a procura da vacina. Trata-se de um grave erro.

Antes de mais nada, a premissa de que TODOS têm que tomar a vacina é falsa. Apenas pessoas que estão em área de risco devem se vacinar. Isso porque os casos no Brasil são de febre amarela silvestre. A doença é transmitida, principalmente, em áreas florestais pelo mosquito Haemagogus. Logo, são classificadas como área de risco as áreas próximas a matas densas com casos de macacos mortos por febre amarela (os macacos servem como sinal de que os mosquitos estão transmitindo a doença em matas).

Pois bem, o Aedes aegypti (em teoria, pois há uma discussão secundária sobre isso) também poderia transmitir a doença. Neste caso, a febre amarela (chamada de urbana) chegaria nas cidades. Para evitar que doença se aproxime dos centros urbanos, é criado uma espécie de “cinturão de vacinação” para que o vírus não atravesse as áreas de risco. Aí você me pergunta: porque não vacinar logo todo mundo? A resposta é simples: infelizmente, não há vacinas para toda população.

Em meio a toda essa explicação, uma informação é a mais importante: São Paulo (capital) não é (pelo menos até o o momento e a situação pode mudar) considerada área de risco. O principal motivo é que, de acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, não ocorreu nenhum caso de febre amarela em humanos na cidade de São Paulo. Nesta matéria do G1, temos uma lista com todos os casos que aconteceram desde janeiro de 2017.

Esse dado derruba a história de que “teve três casos” na capital paulista. Ao pesquisarmos sobre o caso da Mariana, que foi citado como um dos casos na capital paulista pela tal enfermeira, não encontramos nada. Também pesquisamos na fonte mencionada – Hospital das Clínicas – e, como você deve imaginar, não encontramos nada sobre o assunto. Muito pelo contrário, após à grande procura pela vacina (talvez também motivada pelo áudio), a instituição informou que apenas pessoas em áreas de risco serão vacinadas.

Por fim, devemos lembra-los que o personagem “enfermeira” volta e meia é usado em boatos na internet. Só no Boatos.org, já apareceram histórias sobre bactéria sem cura, feijão contaminado com bactéria e até febre amarela. Com esse antecedente e com tanta informação errada no áudio, já dá para chegar a um veredicto.

Resumindo: a história de que a enfermeira do Hospital das Clínicas disse que todos têm que tomar vacina da febre amarela na cidade de São Paulo é falsa. Além de se tratar de um alarme falso, a dica é mais do que furada. Ou seja, #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)