Cerveja com urina de cavalo é encontrada em operação da PF na Bahia #boato

Boato – Polícia Federal realizou uma operação em cervejarias da Bahia. Cerveja estava com urina de cavalo e suco de milho.

Depois que a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, a qualidade (ou falta dela) do que consumimos virou pauta de nossas conversas diárias, notícias e, claro, de posts em redes sociais e boatos na internet.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Há uma semana, desmentimos uma história que apontava que pombos estavam sendo moídos junto na fabricação de cerveja na Ambev. Agora, uma imagem que circula por WhatsApp e Facebook mostra o que seria uma matéria do G1 apontando que a Polícia Federal encontrou urina de cavalo em fábricas de cerveja na Bahia. Leia:

PF: Operação em cervejarias na Bahia: Hoje por volta das 05h00 deu início mais uma operação da PF, dessa vez em cervejarias da Bahia. Após denúncias de ex-funcionário que diziam conter urina de cavalo na composição das cervejas. A PF visitou as instalações das cervejarias Ambev e Brasil Kirin, responsáveis por diversas marcas de cervejas.

Testes laboratórios foram feitos para constatar qualquer tipo de composição proibida, e pra surpresa dos agentes, foram encontrados urina de cavalo e suco de milho. Cerca de 10 pessoas foram presas e levadas para a sede da PF, as empresas foram interditadas por tempo indeterminado.

Cerveja com urina de cavalo foi encontrada em operação da PF na Bahia?

Como era de se esperar, a informação está deixando fãs da bebida um tanto quanto preocupados. Mas será mesmo que existiu a tal operação da PF em fábricas de cerveja na Bahia e que urina de cavalo foi encontrada na composição da bebida? A resposta é não. Vamos aos fatos.

De cara, tentamos dar uma “googlada” para saber se a tal informação foi mesmo noticiada. Não só não encontramos nenhuma notícia do G1 como também não encontramos informação nenhuma em relação a tal operação. Um caso tão bombástico seria, com certeza, noticiado por todos (sem exagero) grandes veículos de mídia.

Com essa informação, resolvemos analisar a tal imagem e chegamos à conclusão que ela é uma montagem grosseira. Primeiro, a categoria que a notícia está encaixada é “Planeta Bizarro”. Nunca uma matéria dessas seria “relegada” à uma editoria que fala de curiosidades. No caso do G1, estaria em “economia”, “Bahia” ou “notícias.

Além disso, a fonte (tipo de letra) usada na “notícia” é diferente da utilizada no resto da página, há diversos erros de português no texto e o layout é o antigo do G1. Se você for entrar no portal de notícias da Globo, vai ver que ele não tem nada a ver com o da imagem. Ou seja, a notícia não teria como ter sido publicada em “25/03/2017”.

Resumindo: a falta de notícias falando da operação da PF que achou urina de cavalo na cerveja e erros grosseiros (inclusive de ortografia) no que seria o “print” da página do G1 mostram que a informação que circula na internet é falsa. Pode beber a sua cerveja, mas com moderação.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)