Universal envia carta protesto para fiel que não pagou dízimo #boato

Boato – Igreja Universal enviou carta protesto ao fiel Ton Silva Brasil por causa de dízimo não pago por três meses.

Sem dúvida, uma das maiores críticas que as igrejas evangélicas recebem está relacionada ao pedido de dízimo aos fiéis. Muitas pessoas reclamam que, em alguns casos, fieis acabam dando um dinheiro que pode fazer falta para uma instituição que teria “dinheiro sobrando”. No meio da discussão, algumas lendas urbanas apareceram.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Há algum tempo, o Boatos.org desmentiu uma notícia falsa que dava conta que a Igreja Universal do Reino de Deus estaria começando a colocar fieis que não pagam dízimo no SPC e Serasa. Agora, um desdobramento desta história começou a viralizar no Facebook e WhatsApp.

Trata-se de uma imagem que seria de uma “carta protesto” enviada pela Universal a um fiel chamado Ton Silva Brasil. O documento que teria sido mandado informa que Ton ficou três meses sem pagar dízimo e por isso teve o nome protestado em um cartório. Leia textos que acompanham a mensagem e o conteúdo da imagem:

Universal – Igreja do Reino de Deus – Carta Protesto – Rio de Janeiro, 02 de fevereiro de 2017 – A Ton Silva Brasil – Ref: Carta protesto por não pagamento de dízimo

Considerando que o seu dízimo encontra-se pendente de pagamento desde a referência 11/2016, formulamos a presente para em conformidade ao artigo 756 e parágrafos do Código de Processo Civil anterior, Lei 1608 de 19/09/1939 notificá-lo que a dívida foi protestada no XV Cartório de Títulos e Notas da Comarca do Rio de Janeiro.

Após o pagamento do título diretamente à Igreja Universal do Reino de Deus, o dizimista inadimplente deverá procurar o referido cartório para quitar a carta de anuência. Assinatura do pastor – assinatura do prebístero.

Universal envia carta protesto para fiel que não pagou dízimo?

É óbvio que a história chamou muita atenção nas redes sociais. Um dos posts no Facebook teve mais de mil compartilhamentos. No WhatsApp, recebemos a tal imagem dezena de vezes. Mas será que a história é real? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Uma pesquisa inicial já nos fez desconfiar da história. Uma das páginas do Facebook em que a postagem mais fez sucesso é responsável por boatos já desmentidos por aqui. Além disso, não achamos nenhum relato em fontes confiáveis sobre a história. E há de se convir que a história tem um fator notícia que emplacaria em quase qualquer jornal.

A partir daí passamos a olhar o conteúdo da tal “carta protesto”. Para começar não achamos uma referência na internet sobre o tal de Ton Silva Brasil. O mesmo pode ser dito da função de “prebístero” na Universal e do tal XV Cartório de Títulos e Notas. Além disso, o documento cita um artigo que não trata de dívidas e sim de curatela. E só para acabar com essa parte, o texto fala de uma versão do Código Civil que não vale mais.

Só para sacramentar a história, procuramos a própria assessoria de comunicação da Igreja Universal do Reino de Deus para saber se o caso poderia ser real. Leia a resposta:

Trata-se da reedição de um boato malicioso, com clara intenção de estimular o ódio religioso, propagado a partir de publicação de um site de humor há alguns anos. A Igreja Universal do Reino de Deus entrou em contato com portais que reproduziram a piada que se converteu em mentira, exigindo o imediato desmentido.

 A atual versão publicada é tão grosseira que utiliza o logotipo antigo da Universal, que não é utilizado desde 2013. Segue link nota divulgada em 27/6/2011 sobre o assunto

Resumindo: a história que fala que a Igreja Universal do Reino de Deus enviou Carta Protesto para Ton Silva Brasil, fiel que não pagou o dízimo, é falsa. A gente teria mais um monte de motivos para atestar a farsa, mas já dá para parar por aqui.

PS: Esse artigo foi uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331 6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)