Spinner é do diabo e foi trazido pela pombagira para o Brasil #boato

Boato – O brinquedo spinner é do diabo e foi enviado pela pombagira Maria Padilha Sete Saias para o Brasil.

Volta e meia atrações do mundo infantil são vítimas de boatos na internet. Isso já aconteceu com a Xuxa, Hello Kitty, Barbie e muitos outros. A vítima da vez é o spinner, uma espécie de “pião” que se tornou febre entre crianças e adolescentes.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Do pátio do colégio a festinha de aniversário, a verdade é que o spinner, apesar de simples, está em todos os lugares. Ao que tudo indica, o segredo do sucesso está na inspiração do brinquedo: o diabo. Isso mesmo. Circula na internet e WhatsApp a história de que o spineer é do diabo e foi enviado pela pombagira Maria Padilha Sete Saias para o Brasil. Leia o que diz as mensagens:

Pelo Amo de DEUS todas as Mãe q ta no meu fece que tem filho, e tem esse brinquedo joga isso fora isso veio do diabo pelo amor de Deus pra turba seu filho, VC não sabia agora ta sabendo. gente divulga isso prfv

No áudio, a mensagem aponta:

Gente, bom dia! O meu nome é Luci Escopelli eu sou travesti, transformista e bandista há 22 anos, trabalho na carreira de umbanda. Gente, venho por meio desta, pedir a vocês que me ajudem porque eu estou desesperada perdi três filhos, uma neta de 6 anos de idade e duas filhas de santo para a bombagira Maria Padilha das Sete Encruzilhadas.

Gente, venho por meio desta, pedir para vocês. Eu lancei ao Brasil. Fui pedida pela pombagira Maria Padilha Sete Saias para lançar um brinquedo com o nome “spinner”, onde se apoderou a pombagira Maria Padilha Sete Saias Sete Encruzilhadas. Este brinquedo está sendo lançado no Brasil e virando a cabeça das crianças, causando distúrbios mentais e perda de dedo. As crianças estão levando esse brinquedo para dentro de casa. Os pais compram para tentar alegrar as suas crianças achando que está dando um presente, mas vocês estão levando a destruição para dentro da sua casa.

Eu conheci a palavra de Deus a tempo. Quero pedir. Ela levou 6 pessoas que eu tanto amava da minha vida porque ainda não tinha alcançado a quantidade de vendas. Só que eu preciso quebrar esse pacto porque muitas crianças vão descer para sepultura com esse brinquedo. Muitos casamentos e lares serão destruídos com ele. Então eu peço a vocês que me ajudem e divulguem. Vou estar mandando para vocês a foto, divulgue. Não dê esse brinquedo para teus filhos. Me ajude a divulgar para que este pacto venha ser quebrado. Não compre. Não dê este brinquedo para o teu filho porque quando ele roda esse brinquedo a pombagira está rodando no seu lá e na vida do teu filho. Eu te peço, em nome de Jesus, me ajude a quebrar esse pacto. Desde já eu agradeço a Deus.

Spinner é do diabo e foi trazido pela pombagira para o Brasil?

Nem precisamos dizer que as mensagens deixaram muita gente preocupada. Mas será mesmo que essa história é real? A resposta é não. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Como vocês puderam ver acima, uma tal de Lúcia Escopelli assume a autoria do áudio e do brinquedo. Pois bem, ao buscarmos por Lúcia Escopelli no Google e não encontramos nada, muito menos se tratando de uma travesti. Além disso, é muita audácia de alguém dizer que “promoveu” o spinner no Brasil.

Para além disso, não parece estranho o fato de que a mulher que supostamente “trouxe” o brinquedo não tratar pelo nome original (fidget spinner)? E mais: ao contrário do que se imagina, o spinner, inicialmente, foi lançado para tratar ansiedade e estresse lá nos EUA. Até aí, nada de diabo e pombagira. O spinner foi criado por Catherine Hettinger como você pode conferir aqui.

Como você deve imaginar, o áudio, além de possuir as características comum de balelas online, se baseia na tese de que as religiões de matrizes africanas são do diabo – o que não faz o menor sentido.

Sobre a imagem, as mentes brilhantes da internet fizeram uma comparação com o triângulo com olho, que está ligado ao Egito Antigo e a Maçonaria. Como você pode ver, também não tem nada a ver com diabo e pombagira.

A imagem também possui o desenho que seria o “diabo”. Pois bem, se formos pensar bem pode parecer qualquer animal. Até um cachorro ou um touro, por exemplo (isso vai depender da sua imaginação).

O próximo ponto da conta do símbolo “666” (uma forçada de barra e tanto, diga-se de passagem). Se pararmos para analisar, o objeto seria o número 669 ou 699. Enfim, só dá para acreditar se estiver com muita vontade mesmo. O último ponto indica significados diabólicos para a palavra “spinner”. Se você acreditou, saiba que o nome é um trocadilho com “spin”, que vem do verbo girar.

Resumindo: a história de que o spinner é do diabo e foi trazido pela pombagira para o Brasil não se sustenta. Todas as “provas” não passam da “criatividade”, preconceito e/ou falta do que fazer das mentes brilhantes da internet. Ou seja, #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Um comentário em “Spinner é do diabo e foi trazido pela pombagira para o Brasil #boato

  • 25/08/2017 em 15:35
    Permalink

    cade a foto da mulher tem q botar a cara para bater!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)