Missionária brasileira é morta por grupo terrorista, diz hoax

By | 03/12/2014
Missionária brasileira foi morta, diz boato

Missionária brasileira foi morta, diz boato

Boato – Missionária Vanessa Rubens dos Santos, que lutou para propagar a palavra do senhor, foi espancada até a morte por grupo terrorista na Síria.

Neste ano, o mundo ficou horrorizado com ações de terroristas, que decapitaram jornalistas e divulgaram as imagens na internet. As atitudes de grupos terroristas sempre assustaram, mas quando imagens tão fortes aparecem assim na mídia, elas causam pânico na população.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Não é novidade que os terroristas praticam crueldade, mas é custoso acreditar em certas coisas que o ser humano é capaz de fazer. Recentemente, circula na internet uma forte imagem que também diz respeito à ação de terroristas. A imagem mostra uma mulher extremamente machucada, com muito sangue, deitada no chão. A foto traz como legenda o seguinte texto:

Missionária brasileira é espancada até a morte por grupo terrorista

LUTO pela missionária Vanessa, que lutou para propagar a palavra do Senhor, mas infelizmente foi impedida por terroristas. Deus fará justiça.

A Jovem missionária de 23 anos, Vanessa Rubens dos Santos que concluiu seus estudos na escola de missões no Sul do País se preparando para viajar o mundo evangelizando e libertando vidas, foi espancada até a morte. Ela sempre teve esse desejo no coração e se entregou para isso, mas seu sonho foi imterrompido no seu 5. Mês de Missões, logo após voltar da África ela foi para a Síria com um grupo de 9 pessoas. Enquanto dormiam 3 terroristas invadiram o seu acampamento e começaram a atacar com facas, pedras e paus, Vanessa ainda conseguiu correr até um pequeno templo. Os ferimentos foram graves e então ela morreu dentro do Templo.

AJUDE-NOS NESTA EVANGELIZAÇÃO APENAS COMPARTILHANDO ESSA MENSAGEM COM OS SEUS AMIGOS

A imagem e o texto foram postados neste perfil no Facebook no dia 29 de novembro de 2014, com grande repercussão, alcançando mais de 1200 compartilhamentos, em três dias. A mensagem mostra um apelo mesmo no final, pedindo para que as pessoas compartilhem-na com seus amigos, par ajudar “nesta evangelização”.

O texto não traz muitas informações precisas sobre o acontecimento, como o local exato, fonte de informação, datas, entre outras. Portanto, é bem fácil de desconfiar que pode ser um boato.

Além disso, fazendo uma breve busca no Google, não encontramos nenhum veículo de informação falando sobre esse assunto. Como se trata de uma notícia sobre um acontecimento extremamente delicado, uma tragédia de nível mundial, se fosse verdadeira, com certeza, os principais portais de comunicação divulgariam. Porém, apenas alguns blogs e sites não tão conhecidos e temáticos sobre religião espalharam a notícia.

Fora todos esses indícios de que a notícia pode ser falsa, uma outra questão é digna de atenção, a imagem. Depois de uma busca da imagem no Google, foram encontrados dois sites que haviam publicado a foto, o engraçado é que nenhuma fazia referência a esta notícia sobre uma missionária impedida de evangelizar e morta por terroristas. A imagem, nos sites Arte Nissi e Ministério Jeová Nisso, traz informações sobre uma peça de teatro.

A imagem que circulou na internet, na verdade, fazia parte de uma encenação, do Grupo Jeová Nissi, chamada “A Tortura”, com turnê por diversos estados e com um detalhe, as publicações que encontramos são de 2010. Na internet, também está disponível um vídeo com um teaser do DVD da peça “A Tortura”. A história aborda um pouco sobre as perseguições e a tortura sofrida pela igreja e pelos cristãos.

Resumindo, alguém pegou uma imagem de 2010 de uma peça de teatro e inventou uma história sobre uma menina assassinada por terroristas na Síria, por estar evangelizando, aproveitaram que a imagem era forte e foi fácil fazer com que a notícia parecesse verdadeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *