Mesquita Brasil ameaça o Cristianismo e o Ateísmo, diz postagem falsa

By | 22/12/2015

Boato – Em postagem no Facebook, texto da Mesquita Brasil anuncia o triunfo do Islã e o fim de todas as religiões cristãs e do ateísmo.

Mais de um mês depois dos atentados de Paris de autoria do Estado Islâmico, muito ainda se fala sobre a incerteza, a insegurança e a intolerância que esses atentados causaram em todo o mundo. Já falamos aqui no site sobre a confusão generalizada de que todo muçulmano é um terrorista em potencial, mas não adiantou muito.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Postagem fake ameaça cristãos e ateus na página Mesquita Brasil

Postagem fake ameaça cristãos e ateus na página Mesquita Brasil

E assim, em forma de ameaça uma história tem dado o que falar. Na página Mesquita Brasil, fã-page da primeira mesquita fundada no país, foi supostamente postado um texto que promete o extermínio de todas as religiões e do ateísmo.

Confira:

‘O Cristianismo será banido do Brasil assim como o ateísmo, o Islã triunfará, e os soldados de Alá vencerá a guerra contra os incrédulo e idólatras de Cristo em 50 anos o país será islâmico a política nos espera traremos a Sharia a verdadeira justiça de Alá sobre os perversos.

Allahu Akbar’

A mensagem foi supostamente postada como descrição de um novo álbum de 20 fotos na página da Mesquita Brasil. Fomos conferir o texto ameaçador e, claro, não encontramos nada. ‘Ah mais podem ter tirado ou modificado o que estava escrito’, poderiam, mas não fizeram isso. Como nós usuários assíduos de Facebook sabemos, qualquer modificação numa postagem original e o site acusa ‘editado’. Não há nada do tipo na descrição original do álbum.

É só dar uma olhada no tipo da mensagem para perceber que ela reúne características de boato – promete muita coisa e traz erros absurdos de português. E também, qualquer pesquisa rápida sobre a Mesquita Brasil remete a um total de zero textos pejorativos, ofensivos ou mensagens de intolerância contra outras religiões. Ao contrário, a página já se manifestou contra o terrorismo e emitiu nota de repúdio aos atentados de Paris.

Resumindo, a mensagem ofensiva é fake, uma alteração feita no print da postagem original. Talvez a ‘guerra’ não deva ser travada contra ‘os incrédulo’, mas sim contra quem espalha baboseiras pela web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *