Hoax: mãe salva filho em terremoto no Japão e escreve mensagem de amor

By | 26/02/2014
Boato diz que mãe salvou filho em terremoto no Japão

Boato diz que mãe salvou filho em terremoto no Japão

Boato – Durante terremoto no Japão, mãe se abraça ao filho e morre para salvá-lo. Bombeiros encontraram mensagem de despedida no celular.

A utilização de imagens fortes para causar comoção pessoal, sejam elas verdade ou não, são muito comuns nas redes sociais. Animais com expressões humanas, eventos extraordinários, paisagens deslumbrantes. Tudo serve para esse propósito. Terremotos, para nós do Brasil, são tão extraordinários como distantes. Algo que só acontece do outro lado do mundo. E de lá nos vem um desses exemplos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

A descrição de uma foto trágica, ocasionada por um abalo sísmico no Japão, mostra uma mãe, encontrada sob os escombros, que parece proteger alguém. O texto narra que inicialmente somente um corpo teria sido encontrado, e sem vida, foi deixado para trás, para ser resgatado depois.

Entretanto, o chefe da equipe de resgate, segundo o texto, “impulsionado por uma força irresistível” retorna e encontra debaixo da mãe o corpo de uma criança. Toda a equipe retornou e trabalhou em conjunto para remover os escombros.

A descrição do texto, que pode ser lido aqui, diz que a mãe estava abraçada ao filho, de três meses, e que seu instinto maternal o protegera, deixando ainda uma mensagem no celular encontrado no cobertor que encobria a criança: “Se você sobreviver, você deve se lembrar que eu te amo”.

Um exemplo de amor, de proteção sem limites, que leva às lágrimas quem lê sobre tamanha devoção. A história se espalhou pelas redes socais e em vários sites de notícias, blogs e até de associações.

Porém, tanto o texto quanto a imagem que o acompanha parecem inconsistentes. E numa rápida pesquisa, descobre-se que o terremoto não é o que atingiu Fukushima, no Japão, como relata a descrição, e sim, o terremoto na província chinesa de Sichuan, em 2008.

A legenda original diz “Bombeiros escavam, sem luvas, dois corpos dos escombros, vítimas do terremoto do município de Huili na província de Sichuan, em 31 de agosto de 2008. Número de mortos do terremoto de 6,1 graus de magnitude subiu para 32 em Sichuan e Yunnan e mais de 400 ficam feridos”.

A imagem mostra, claramente, dois corpos. Porém, o que está debaixo, supostamente a criança, é completamente desproporcional a idade relatada, três meses. Nem mesmo um futuro gigante do basquete teria esse tamanho com essa idade.

Os comentários publicados sobre foto nas redes, perguntam como uma pessoa consegue se preocupar em escrever uma mensagem de texto enquanto vê sua casa desmoronar e sua vida e dos seus familiares está em perigo eminente.

Qualquer mãe daria a vida por seu filho, em qualquer circunstância, isto é fato. E a comoção desse ato é digna de ser compartilhada. Porém, forjar essa comoção com uma imagem impactante sem apurar sua veracidade, não é apenas um boato, muito de mal gosto, mas uma contribuição à banalização das tragédias humanas.

Este texto foi sugerido pelo leitor Sandro Anderson. Se você quiser sugerir temas para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo Facebook ou pelo site.

 Leia na íntegra o texto que fala sobre a mãe que salvou o filho no terremoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *