Balela: Arca de Noé é encontrada por chineses na Turquia

By | 07/11/2013
Arca de Noé teria sido encontrada na Turquia

Arca de Noé teria sido encontrada na Turquia

Boato – Um grupo de pesquisadores chineses chamado Ministérios Internacionais da Arca de Noé teria descoberto a Arca de Noé no Monte Ararat, na Turquia.

Essa história envolve muitos elementos comuns em lendas da internet. Só para citar alguns: religião, chineses e grandes descobertas. A história descrita (em uma das versões) neste link aponta que pesquisadores chineses haviam descoberto a Arca de Noé (a citada na Bíblia) na Turquia.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

De acordo com o texto do hoax (que sempre cita o jornal Correio da Manhã, de Portugal), os pesquisadores afirmavam que tinham 99,9% de certeza que haviam encontrado a Arca de Noé no monte Ararat, divisa da Turquia com o Irã.

O texto também aponta que os chineses iriam pedir para a Unesco reconhecer a Arca de Noé como patrimônio da humanidade e que a descoberta do artefato comprovaria que o conteúdo da Bíblia era existente e seria um “tapa na cara” de ateus e anticristos.

Ok. Agora, vamos aos fatos. Realmente existiu uma afirmação de pesquisadores chineses de que haviam encontrado a Arca de Noé e ela foi realmente noticiada pelo Correio da Manhã. A notícia também foi divulgada em 2010 em veículos brasileiros como o IG. A matéria do IG, por sinal, tratou o assunto com muito mais ceticismo do que foi mostrado no texto que circula a internet.

A própria matéria cita algumas teorias de que o objeto encontrado na Turquia não tem como ser a Arca de Noé. O biólogo criacionista Todd Wodd aponta que, apesar de crer na existência da Arca de Noé, não acredita que ela possa ser encontrada por que após o dilúvio ela teria sido destruída para a madeira ser utilizada.

Além disso, a matéria mostra que não há registros geológicos de grandes dilúvios há 4 mil anos na região do Monte Ararat. Mas não foi só a matéria do IG que duvidou do caso na época.

A Fox News, que havia publicado a respeito do assunto, publicou um texto levantando outro “furo” na história da arca. De acordo com o site, a madeira pode durar “apenas” 4.800 anos e a Arca de Noé é datada de 4 mil. Ou seja, a madeira teria que estar muito mais deteriorada do que mostram as fotos.

Se a história da descoberta já estava suspeita em 2010, o tempo só serviu para acabar com a teoria da Arca de Noé encontrada na Turquia. Depois do boom da tal descoberta e a derrubada da teoria, nada mais foi falado na imprensa. Tampouco foi citado que a Unesco reconheceu a arca como patrimônio da humanidade. Se a descoberta tivesse sido comprovada, provavelmente teria muito mais repercussão. Sendo assim, não temos na mais a dizer do que “é hoax”.

Leia na intera o texto sobre a Arca de Noé encontrada por chineses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *