WhatsApp irá cobrar 0,37 centavos a partir de 30/07, diz balela

By | 13/07/2015

Boato – Cristiano, membro da equipe do WhatsApp anunciou que o serviço vai cobrar 0,37 centavos a partir do dia 30/07.

Se em 2013 o Facebook era o espaço para proliferação de boatos e também maior personagem de boatos na internet, podemos dizer que a situação mudou em 2015. Junto com o Facebook, o WhatsApp tem sido um dos espaços mais propagadores de boatos e também personagem deles.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Notícia falsa diz que WhatsApp vai sair do ar

Notícia falsa diz que WhatsApp vai ser pago a partir do dia 30/07

No mês de julho de 2015, uma história que acontece todos os anos voltou a ganhar força no WhatsApp. Ela apontava que o serviço se tornaria pago a partir do dia 30/07. Ele custaria “0,37 centavos” porque o Facebook comprou a empresa. Leia o relato, assinado por um tal de Cristiano:

Olá eu sou cristiano e que a partir do dia 30/07 o wapsapp irá cobrar 0,37 centavos pois o fecebok comprou a empresa watsapp

Parece que não, mas muita gente ficou com uma pulga atrás da orelha com a história (tanto que rolou sugestão de boato para o Boatos.org). Já que teve gente que ainda ficou em dúvidas, vamos reafirmar: o WhatsApp não vai cobrar nada a partir do dia 30/07.

O primeiro ponto que já torna a história estranhíssima é a forma em que a mensagem é escrita: o Cristiano (que escreveu o próprio nome dele com letra minúscula) chamou o WhatsApp de wapsapp e watsapp, Facebook de fecebok e ainda colocou 0,37 centavos sem mostrar em que entidade monetária seria feita a cobrança.

Além disso, não há nenhuma informação oficial sobra a tal cobrança. Pesquisando pelo site do serviço, há a informação que o gasto do usuário é apenas do uso dos serviços telefônicos (3G, por exemplo) e que há um valor pago de assinatura de US$ 0,99 após um ano de uso.

Não vamos nos alongar muito, mas podemos afirmar que a informação que o WhatsApp vai passar a cobrar 0,37 centavos a partir do dia 30/07 é falsa. Tudo não passa de uma pegadinha da internet.

Esse artigo foi uma sugestão da leitora Letícia dos Santos. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *