Senado aprova projeto que cancela CNH vencida após 30 dias #boato

Boato – O Senado Federal aprovou o projeto de lei 155/2017, que cancela automaticamente toda CNH vencida após 30 dias.

Parece que temos uma nova metodologia de boato nascendo. Funciona mais ou menos assim. O sujeito escreve uma notícia falsa em um site, cria um “alerta” para o WhatsApp (com direito a emojis para chamar atenção), viraliza o conteúdo e consegue audiência para o site de balelas. Quando sites como o Boatos.org os desmentem, eles criam outro boato e fazem o mesmo processo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Na última semana, o mesmo grupo (ou até pessoa) publicou uma série de matérias falsas seguindo esta mesma metodologia. Primeiro, foi a história da Nataline. Depois, veio o boato sobre Papacapim e, por fim, o atentado sobre Tiririca. Com todos estes boatos trucidados, mais uma história surge online.

Circula na internet a informação de que o Senado teria aprovado o projeto de lei 155/2017. O projeto cancelaria automaticamente todas das carteiras de motoristas (conhecidas como CNH) que estão vencidas há mais de 30 dias. Leia o texto que circula online:

O Senado Federal aprovou nesta segunda feira um projeto de lei n° 155/2017 que cancela automaticamente toda e qualquer CNH com mais de 30 dias de vencimento. De acordo com parlamentares, a lei passará a valer a partir do dia 25/10/2017, prazo estipulado para que todos os motoristas se regularizem com o órgão.

Em caso de não atualização da CNH no prazo de 30 dias úteis, o documento será cancelado, e o motorista terá que cumprir do início com todas as provas teóricas e práticas e exames médicos e psicológicos. Faça sua parte. Avise seus parentes e amigos. Quanto antes tomarem as medidas para a atualização, menos dor de cabeça irão ter.

Senado aprovou projeto que cancela CNH vencida há mais de 30 dias?

A história se espalhou pelo WhatsApp e muita gente ficou preocupada. Mas será mesmo que o Senado aprovou uma lei para cancelar CNH vencida? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Para começar, a própria metodologia do boateiro e o link apresentado ao final da mensagem (que manda para um tal de Central G20, que só tem notícias falsas) já apontam que a notícia é falsa. Não bastasse isso, a história é uma reciclagem de um boato já desmentido por aqui em agosto do ano passado.

A única diferença entre a história desmentida em 2016 e de agora é que o “autor” inventou que a autorização para cancelamento automático da CNH havia sido aprovado pelo Senado e que o projeto era 155/2017. Só para constar: o projeto existe. Porém, nem foi aprovado e nem tem nada a ver com CNH. O projeto visa dar prioridade de atendimento a pessoas com deficiência em repartições públicas.

Além disso, foi utilizada a imagem de uma carteira de motorista. Ela também não tem nada a ver com lei aprovada. Ela é de uma vítima de um jovem morto pela PM em junho de 2012 em São Paulo. Ou seja: além de espalhar uma mentira, os boateiros também estão expondo uma família que perdeu um ente querido.

Resumindo: a história que fala sobre a aprovação de uma lei pelo Senado que cancela CNH vencidas após 30 dias é falsa. Não caia nesta história e tome muito cuidado com a nova metodologia dos sites de fake news.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

10 comentários em “Senado aprova projeto que cancela CNH vencida após 30 dias #boato

  • 16/11/2017 em 13:35
    Permalink

    OI! BOM DIA! OBRIGADO POR POSTAR AS INFORMAÇÕES VERDADEIRAS. SUCESSO AMIGO!

    Resposta
  • 20/09/2017 em 03:13
    Permalink

    Boa noite!!!
    Boatos no Brasil sempre são verdade…sempre alerta

    Resposta
  • 12/08/2017 em 13:23
    Permalink

    É, o “bicho tá pegando”. Não sei como fazer, eu que sempre gostei de postar os desmentidos deste site, ao deparar hoje com a notícia do “DN do Vale do Juruema_MT”, sobre o P. de Lei 155/2017 que vigência a partir de 10 out pp.

    Resposta
  • 12/08/2017 em 13:13
    Permalink

    O bicho tá pegando. Saiu hoje no DE Vale do Juruema-MTrabalho sobre o Proj Lei 155/2017, aprovado pelo Senador em 8/8 com vigência a partir de 20/10/2017. Fico na dúvida! O que me dizem? Existe esse DE da Vale Juruema? ??

    Resposta
  • 11/08/2017 em 22:23
    Permalink

    Estou sempre buscando esse site para desvendar boatos e envio para a pessoa que postou sem sequer conferir. Parabéns a toda equipe de vocês!!!

    Resposta
  • 10/08/2017 em 18:47
    Permalink

    Muito obrigado por existirem! E viva a Verdade!

    Resposta
  • 10/08/2017 em 14:37
    Permalink

    Adoro esse site, mas adoro mas compartilhar e desmentir os boatos que não param de serem compartilhados.

    Resposta
  • 10/08/2017 em 14:26
    Permalink

    Que matéria é essa? O site não é de desvendar boatos? Tá parecendo o Casos de família com acusações e trocas de ofensas.. Afff

    Resposta
  • 10/08/2017 em 00:56
    Permalink

    Eu parei de ler quando vi ( “O Sujeito Cria”, “Site de Balelas” “que mandar para um tal de Central g20” “Alem de espalhar mentira, estão expondo uma familia que perdeu seu ente querido ” – Edgard Matsuki – Jornalista) Nossa parece que voces estão levando as fake da internet pro lado pessoal? Quantas trocas de critica e até ofensas? Vi este mesmo boato sendo desmentido na VEJA, porem vi um texto realmente escrito por um jornalista. Sempre vejo voces desementido boatos criticando Erros ortograficos – e se deparar com uma postagem dessa aqui é de matar kkkkkk calma ai

    Resposta
  • 10/08/2017 em 00:34
    Permalink

    Excelente.
    Sempre estou usando as informações postadas aqui pra alertar as pessoas que conheço.
    Muito obrigado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)