Governo quer cortar BPC de 4,7 milhões de pessoas com o Cadúnico #boato

Boato – Para acabar com o BPC de 4,7 milhões de pessoas, governo Temer obrigou todos que recebem o benefício a realizar cadastro, mas, propositalmente, não divulgou informação.

Muitas notícias falsas críticas ao governo costumam usar como pano de fundo informações reais. A prática não é nova. Temos registros de boatos “com fundo de verdade” desde o tempo em que Dilma era presidente. Hoje, vamos falar de mais uma história do tipo.

Circula na internet a informação de que as pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) devem se cadastrar no Cadastro Único do governo. “É a população vulnerável e o Governo Temer decretou em julho de 2016 que todos os beneficiários estão obrigados a se cadastrar no CADÚNICO até 31/12/2017 caso contrário terão benefício cortado”, diz a mensagem.

Até aí (como diz o texto) tudo bem. A questão é que a mesma mensagem, viral no WhatsApp, aponta que o governo está, de propósito, escondendo a informação para que as pessoas percam o benefício de um salário mínimo. “Porém propositalmente não fizeram uma campanha pra alertar a população para o cadastro, com isso a maioria não ficou sabendo. É uma covardia. Ajudem a divulgar!”, completa.

Depois que a informação viralizou no WhatsApp, blogs críticos ao governo e que publicam informações falsas divulgaram que a intenção do governo é justamente usar a obrigatoriedade do Cadastro Único (Cadúnico) para cortar o benefício de 4,7 milhões de pessoas. “Mais de 4,7 milhões de pessoas recebem o benefício e quase todas elas vão perdê-lo. É um absurdo, uma maldade. Ajude a divulgar”, diz. Leia trecho do texto (reprodução do Facebook):

Governo que cortar o BPC usando o Cadúnico e não divulgando, diz boato
Governo que cortar o BPC usando o Cadúnico e não divulgando, diz boato

Governo quer cortar BPC de 4,7 milhões de pessoas usando o Cadúnico?

A informação se espalhou na internet por dois motivos: o primeiro, nobre, que alerta para a obrigatoriedade de quem recebe o BPC de entrar no Cadastro Único. O segundo, nem tão nobre, apenas bater no governo. Mas será verdade que o governo está usando o Cadúnico para cortar o BPC de 4,7 milhões de pessoas? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Vamos repetir mais uma vez só para ficar bem claro: a parte da história que fala do cadastramento é real. Se você recebe o BPC precisa fazer, de fato, o Cadastro Único. “Para se cadastrar, o responsável pela família, que deve ter mais de 16 anos e não precisa ser o beneficiário do BPC, família deve procurar um posto do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família da cidade onde mora ou procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras)”, diz este folder do governo.

Apesar de o cadastro ser real, a história que aponta que o governo não está fazendo campanha é falsa. Para buscar de onde saiu esta informação, precisamos voltar a uma matéria do jornal O Tempo. No meio da matéria, uma fonte diz que o governo não está divulgando. Ok, é uma questão de opinião, mas não pode ser tomada como verdade absoluta. E foi justamente o que aconteceu: pegaram uma opinião e tiraram as “aspas” para transformar em fato.

Ao buscar sobre o assunto, descobrimos que o Ministério do Desenvolvimento Social tem diversos materiais sobre o Cadastro Único. Também chegamos a diversas matérias na mídia (inclusive essa do O Tempo) que falam da necessidade do cadastro. Para além disso, o MDS também tem um telefone (0800-707-2003) para tirar dúvidas sobre o assunto.

Além disso, é incumbência, de acordo com o decreto que obriga o cadastro, dos municípios buscar e avisar diretamente as pessoas que recebem o benefício sobre a necessidade de realizar o cadastro. Ou seja, não há comprovação de que o governo não está divulgando. Ao contrário, os interessados podem achar muitas informações sobre o assunto.

A terceira parte da história é a que fala que Temer quer cortar o BPC de 4,7 milhões de pessoas. Quando o decreto que obriga o cadastro foi publicado, cerca de 60% dos beneficiários (na época, 4,2 milhões) não estavam inscritos. Ou seja, é matematicamente impossível que os 4,7 milhões de benefícios sejam cortados. Some isso ao fato que os sites que publicaram as informações são de “fake news” e já sabemos que é um boato.

Resumindo: a história que circula online tem uma verdade e duas mentiras. A verdade é que o cadastramento no será obrigatório para quem recebe o BPC. As falsas são que o governo “está escondendo isso” e que 4,7 milhões (todos) benefícios serão cortados.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

15 comentários em “Governo quer cortar BPC de 4,7 milhões de pessoas com o Cadúnico #boato

  • 29/01/2018 em 00:09
    Permalink

    Eu tenho uma filha que recebe bpc eu só tenho essa renda só eu sei como é difícil sobreviver só com esse salário mais msm assim eu agradeço a Deus

    Resposta
  • 17/01/2018 em 19:42
    Permalink

    Estou desempregado a 2anos e não consigo serviço,minha esposa trabalha mais ganha pouco,tenho um filho autista nós dependemos do benefício.so quem tem filho autista sabe a correria que é.Dependemos do benefício dele para comprar os remédios que não são baratos e o governo não disponibiliza às famílias.e agora?

    Resposta
  • 12/12/2017 em 11:19
    Permalink

    e o governo temer cortando tudo,agora pergunto-lues :—–onde serao aplicados esses valores (auxilio-doença,aposentadoria por invalidez,loas)–com certeza nao serao utilisados em nenhum programa- social!!!!!!!! SERAO DISTRIBUIDOS AOS NOSSOS QUERIDOS PARLAMENTARES.COMO PAGAMENTOS, COMO PRESENTES DO NOSSO ILUSTRISSIMO PRESIDENTE ( NADA A TEMER OU TUDO A TEMER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta
  • 12/11/2017 em 11:27
    Permalink

    Hoje dia 12/11, o jornal Extra, na pág 21 ( inteira ), Informa a necessidade, de fazer o recadastramento até o dia 31/12/17, para poder continuar recebendo em 2018, decordo com o Decreto 8805/2016, do ministério do desenvolvimento social e agrário. E aí com quem está a razão ???

    Resposta
  • 07/11/2017 em 00:30
    Permalink

    Sem falar que mais de 4 milhoes de pessoas recebem ninguém consegue cadastrar todas as famílias em tao pouco tempo onde nao há a devida divulgação em todos os meios de comunicação sem falar que existe muitos leigos analfabetos etc governo miserável

    Resposta
  • 07/11/2017 em 00:26
    Permalink

    O que muitos nao sabem é que so pode receber quem tem 1/4 do salário mínimo 234 mais se vc declara no ato do cadastro que recebe vamos supor uma ajuda de 235 reais somada ao benefício vc ja esta fora do perfil , na casa onde houver 2 benefícios um será cortado se houver alguém na casa que trabalhe de carteira assinada vai ser cortado por que somando essa renda fica fora do perfil. Isso nada mas é que uma estratégia do. Governo para que as familias percam

    Resposta
  • 06/11/2017 em 22:54
    Permalink

    É a cara do governo golpista que nos impuseram.Mais sinceramente espero que seja um boato!

    Resposta
  • 06/11/2017 em 22:52
    Permalink

    A informação de forma clara não é a cara do governo golpista que está instalado. Espero sinceramente que seja boato e não mais um ato arbritario feito na calada da noite.

    Resposta
  • 06/11/2017 em 12:32
    Permalink

    O único erro que tem na notícia é a data limite, tirando isso o fato é real e não é boato…. E realmente não está fazendo uma propaganda de alerta real, idosos que moram sozinhos sem acesso a internet não sabem disso, eu mesma tive que alertar um idoso que não tem acesso a nada de mídia e não recebeu carta nenhuma… Ou seja se não fosse eu alertar ele provavelmente teria uma grande dor de cabeça caso esse dinheiro faltasse.

    Resposta
  • 06/11/2017 em 10:54
    Permalink

    Programa Pabllo Votar, na TV Globo, sobre Ideologia de gênero, para crianças.
    BOATO ???

    Resposta
    • 07/11/2017 em 12:48
      Permalink

      Boato. Acho que já teve artigo aqui. Ele terá programa não na Globo, mas na Multishow, e será para adultos, e será um programa de talentos, junto a outros apresentadores.

      Resposta
  • 06/11/2017 em 10:26
    Permalink

    Só vai perder quem nao atender os critérios para receber. Ex renda superior .pq pra receber muitos omitem informações .

    Resposta
  • 06/11/2017 em 02:33
    Permalink

    Ora , se a notícia possui duas verdades e um número incorreto não se trata de boato. Admiro o trabalho de vocês em esclarecer a população , mas nesta foram infelizes e tendenciosos , só para lembrar que este DESgoverno imoral está atingindo gravemente a população mais vulnerável,

    Resposta
  • 06/11/2017 em 01:27
    Permalink

    A maioria também recebe cartinha do governo pedindo pra recadastrar

    Resposta
  • 05/11/2017 em 23:56
    Permalink

    Discordo. Se nao quisesse cortar, faria campanha (de verdade, tanto quanto fazem para pedir votos) de modo a cadastrar as pessoas, com o risco de suspensao (nao cancelamento) do beneficio apos data x, normalizando o recebimento do beneficio apos o cadastro.
    Tem que ser muito limitado para achar que disponibilizar um numero de telefone, ou dar informações na internet é dar ampla divulgação para uma parcela da população que recebe o benefício assistencial ou porque possui alguma deficiência ou porque é maior de 65 anos e possuem renda familiar por cabeça de até 1/4 de salario minimo.
    Fala sério… alguém acha mesmo que pela internet é a forma mais eficiente de divulgar amplamente a informação para estas pessoas?
    Tenho certeza que não. E sem informar bem… vão cancelar o benefício? Por que não suspender até a regularização?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)