General russo fala verdade sobre 1964 e diz que o Brasil é comunista #boato

Boato – Em entrevista, general russo Anatholy Navashki fala que conseguiu implantar comunismo no Brasil e que golpe de 1964 foi a salvação.

Em meio a todas revelações de Operação Lava Jato, que praticamente arrasa (ou não) os principais figurões da política brasileira, é incrível que tenha grupos na internet que ainda discutem a política como se fosse uma guerra entre “militares x comunistas” (ok, é tão ridículo quanto tratar o mundo como “coxinhas x mortadelas). É justamente esse grupo que cai em histórias como a que vamos falar hoje.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Circula na internet um vídeo que seria de um general russo fazendo revelações bombásticas sobre o Brasil. A entrevista, gravada em russo e “traduzida”, aponta que Anatholy Navashki é o homem que tentou implantar o comunismo no Brasil, mas enfrentou resistência com os militares.

O tal general (tratado como major em uma parte da tradução) disse que o plano em 1964 era matar todos os militares e que artistas, padres, mídia e muita gente estava do lado do comunismo. Leia trechos do que transcrevemos (alguns erros ortográficos não conseguiram ser reproduzidos) e assista ao vídeo:

Mais uma importante declaração de um dos ex-participantes de milhares de OPERAÇÕES DE DESINFORMAÇÃO feitas por agências de serviços de inteligência de países comunistas, como a KGB russa, entre tantas outras!! Muitas estão bem documentadas nos escritos e vídeos de dissidentes destas ditatoriais nações! Além deste vídeo do major russo Anatholy Navashky (que atuou na operação de desinformação da KGB no Brasil em 1964), temos os vídeos do ex-agente da KGB Yuri Bezmenov, vídeos e escritos do ex-comandante da general de três estrelas romeno Ion Mihai Pacepa, os escritos de Ladslav Bittman (que também atuou na operação de desinformação, do serviço de inteligência tcheco, no Brasil em 1964), Anatoly Golintsy, Alexander Vassiliev, etc…

História do comunismo no Brasil. Bem vindo camarada major Anatholy Navashki. Fui o comandante da operação Petalas Vermelhas Moscou/Brasil em 1963. O Kremelin me enviou para Cuba ara comandar a implatação do sistema comunista no Brasil e treinamento dos camaradas brasileiros em Cuba. A China entrou com as armas, Cuba com estrutura e base e nossa União Soviética com o dinheiro e treinamento. A grande maioria dos camaradas brasileiros eram estudantes e jovens; recrutados pelos nossos agentes infiltrados no Brasil. Precisávamos dos músicos e jogadores de futebol fieis ao comunismo. Já tínhamos o presidente e alguns militares fieis a mãe soviética.

Os camaradas brasileiros como eram? O primeiro grupo que treinamos eram todos do Brasil. Indisciplinados e usavam muitas drogas e gastavam muito sem retorno. Foi quando enviamos o segundo grupo armado para infiltrarem no centro do país; região do Cambiocá, creio que era este nome. Tínhamos agentes comunistas infiltrados em todos lugares: bispos, padres, cantores, médicos, militares, professores e políticos eram monitorados pelo camarada comunista Lamarca. As ordens do Kremlim de Moscovo eram para criarmos uma base de sustenção armada caso ouve-se resistência. De repente, surgiu um movimento nas ruas das religiosas que os nossos bispos não conseguiram conter, o parlamento do Brasil e maçons criaram resitência, acreditamos que surgiu por parte de empresários direita católica do Brasil.

General russo fala sobre golpe de 1964 e diz que o Brasil é comunista?

O vídeo continua com a revelação que ele foi detido por militares e enviado sem nenhum arranhão de volta para casa, que Dilma era a principal aliada e agora é presidente, que não há mais direita no Brasil e blá, blá, blá.

Não vamos trabalhar com o conteúdo do vídeo, que faz parte de todo aquele papo de quem quer os militares de volta, e vamos direto ao ponto: a tal entrevista é mais fajuta do que nota de três reais. Vamos aos fatos.

A revelação se deu com uma metodologia bem simples. Colocamos o vídeo em Closed Caption e colocamos a tradução das legendas em inglês. Como é possível ver, não é citado nenhuma vez o Brasil no vídeo. O assunto é, de fato, história do comunismo. Mas nada de Brasil. Olha só a diferença entre a legenda e o trecho no print abaixo:

Olha só como a tradução está totalmente diferente
Olha só como a tradução está totalmente diferente

Resumindo: a entrevista nem é com o general russo Anatholy Navashki tampouco tem o Brasil como tema. Para acreditar nessa, só mesmo quem acredita em história da carochinha.

Atualização: o leitor Arthur Lins conseguiu encontrar a origem do vídeo e nos deu essa imensa colaboração para esclarecer ainda mais o boato. Leia mensagem que recebemos: 

Primeiramente gostaria de agradecer aos envolvidos no site por ajudar a desmascarar algumas mentiras na internet. Resolvi enviar este e-mail para colaborar com o artigo sobre o vídeo do “General Russo que fala a verdade sobre 1964 e diz que Brasil é comunista“, pois meu pai recebeu esse vídeo pela internet e foi vítima deste golpe.
Depois de começar a pesquisar pelo site “oper.ru“, uma logomarca que aparece no canto inferior esquerdo, e que os falsários nem se deram o trabalho de apagar, encontrei o vídeo original no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=gvrrBX2tJaI
Neste link pode ser habilitada a legenda com tradução para português. Traduzindo a página pelo plugin do translator, o roteiro da entrevista é:
00:12 – Nos livros Bushkova “Red Monarch” e “Frozen Throne”. 04:20 – Sobre a questão da revolução mundial: a atitude de Lenin à ideia de Marx e Engels. 11:36 – Lenin e Trotsky. 20:08 – Os movimentos revolucionários em outros países, como parte da revolução mundial. 27:13 – Foi Stalin um discípulo leal de Lenin? 34:31 – Na construção do caminho comunista da economia. 46:42 – A diferença entre leninismo e do trotskismo. 54:42 – Por nomeação do secretário-geral do Stalin. 
01:00:36 – Era Stalin rude? 01:10:35 – O nível de desenvolvimento da Rússia e seu impacto sobre a possibilidade de revolução. 01:29:40 – Sobre os social-chauvinismo e sua relação com a estrutura capitalista da economia. 01:32:24 – A falsificação de biografias dos clássicos do marxismo-leninismo como uma forma de combater seus ensinamentos.
Eu cheguei a assistir o vídeo por volta dos 20 minutos, nada se fala sobre o Brasil. Isso já era óbvio. O nome do entrevistador é Yegor Yakovlev (Егор Яковлев) e do entrevistado é Mikhail Popov (Михаил Попов). Ele não é general, e sim um professor da universidade de São Petersburgo, formado em economia e com doutorado em filosofia: Mihail Vasilevich Popov (Usar o Google Translator).

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores “vlucats”, George Assunção,  e diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um  tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “General russo fala verdade sobre 1964 e diz que o Brasil é comunista #boato

  • 18/04/2017 em 23:40
    Permalink

    Mais ainda . Como sou Teosofista, de imediato identifiquei na foto ( 11:16) de “Helena Hasselman” que se passava por alemã …. a conhecida figura da autora da “Doutrina Secreta” Sra Helena Petrovna Blavatsky .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)