Exército chega às ruas de Curitiba para proteger Moro de Lula #boato

Boato – O Exército vai estar nas ruas de Curitiba para defender o juiz Sérgio Moro e a democracia contra Lula e “exército vermelho”.

No mês de maio de 2017, o ex-presidente Lula e o juiz Sérgio Moro ficarão frente a frente pela primeira vez. Tratado como um “embate”, o depoimento de Lula para o juiz da Lava Jato terá um esquema de segurança especial. Tanto que o depoimento acabou sendo adiado. Inicialmente, estava marcado para o dia 3. Agora, deve acontecer (se não for adiado novamente) dia 10.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Em meio a expectativa para o que pode acontecer, principalmente, por causa das convocações de manifestações favoráveis e contrárias ao ex-presidente para a data do depoimento, uma notícia chamou atenção na internet. Publicada em um blog de direita, ela dava conta que o “Exército” iria fazer a segurança nas ruas de Curitiba para “defender a democracia”.

De acordo com o texto, 5 mil homens do Exército serão convocados para “colocar os manifestantes em seu devido lugar”. Junto ao texto, um vídeo mostrando tanques do Exército sendo levados à capital paranaense circulam por redes sociais. Leia os textos:

Exclusivo: Exército nas ruas de Curitiba para proteger Sérgio Moro e a DEMOCRACIA! Curitiba, dia 03 de maio,  não será tomada pelo exército vermelho de Stédile, Chicão e Eva Dal Schiavon. Estará protegida pela Força Militar da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, estacionada em Ponta Grossa, há menos de 100 km do teatro de operações.

5 mil homens altamente treinados, comandados pelo General Combatente Jorge Roberto Lopes Fossi  darão o ritmo de como os “forasteiros” deverão se comportar diante do Foro Federal de Curitiba…

As ameaças disparadas nas redes sociais contra o Juiz Sérgio Moro, partidas da mais abjeta militância defensora da corrupção, pilhagem e fragmentação do Estado de Direito, sucumbirão diante da altivez e da coragem dos brasileiros destacados para defender a verdadeira democracia. O recado está dado!

O Exercito brasileiro, braço forte-mão amiga, chegou para dar as boas vindas aos vagabundos que irão à Curitiba, 3 de Maio, tentar criar problemas no interrogatório do Lula.

Exército chegou às ruas de Curitiba para proteger Sérgio Moro de Lula?

Como era de se imaginar, a informação foi compartilhada por diversas pessoas que defendem a volta da Ditadura e copiada por diversos blogs. Mas será mesmo que o Exército chegou à Curitiba para fazer a segurança de Sérgio Moro contra Lula? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Nem vamos entrar no caráter do conteúdo dos textos apresentados acima. Cabe a Justiça decidir quem é culpado ou inocente. Mas o fato é que a segurança do depoimento de Lula não será feita pela Exército.

Além da informação ter saído “do nada” e de uma página que volta e meia tem boatos desmentidos por aqui, o vídeo utilizado para “ilustrar” a chegada do Exército é antigo. Como é possível ver abaixo, ele é do ano de 2015.

Além disso, essa matéria da Gazeta do Povo aponta que a segurança do local do depoimento, a sede da Polícia Federal na capital paranaense, terá a participação da Polícia Federal (segurança em torno do prédio) e da Polícia Militar (segurança no local). A matéria não fala nada em Exército.

Se formos pensar bem, diversos protestos de todas as correntes políticas têm acontecido no Brasil nos últimos anos. Em nenhum deles, a segurança foi feita pela Exército. Vocês não acham que isso só ajudaria a colocar “mais lenha na fogueira”? É óbvio que as forças de segurança não cairiam nesta armadilha.

Resumindo: a história que aponta que o Exército está nas ruas de Curitiba para proteger Sérgio Moro é falsa. O vídeo que seria a prova é antigo e notícias sérias apontam que a segurança no dia do depoimento de Lula será da PF e PM. O resto é balela.

PS: Esse artigo foi uma sugestão de Ivamar Pereira e de diversos leitores via Facebook e WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)