Eduardo Villas Bôas confirma intervenção militar após delação da JBS #boato

Boato – Comandante do Exército brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, confirmou que situação pede intervenção militar após delação da JBS.

Desde que a delação premiada dos executivos da JBS vazou na imprensa, o Brasil virou de cabeça para baixo. E desde então, o que mais há em relação à política brasileira são especulações sobre o nosso futuro.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Neste cenário, governistas defendem que o “Brasil não pode parar”, oposicionistas pedem o impeachment de Michel Temer e os mais radicais… esses defendem a volta dos militares ao poder.

No meio destes grupos (e de outros também) circula a informação que “já está tudo certo”. A confirmação da intervenção militar teria se dado após uma declaração do comandante do Exército brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, ao Jornal do Comércio do Rio Grande do Sul. De acordo com o texto, ele teria afirmado que a situação é “insustentável”. Leia:

O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, declarou nesta manhã de quinta-feira que a bomba atômica detonada pela JBS, delatando Temer, Aécio e a compra de silêncio de Cunha foi a gota d’água que faltava para que setores das Forças Armadas, principalmente da ativa, mas também da reserva, iniciassem uma grande mobilização nacional para a volta dos militares ao poder.

Villas Bôas confirma que a intervenção no caos político tornou-se consenso entre os militares do exército, marinha e da aeronáutica, contando ainda com o apoio das corporações estaduais e de boa parte da população civil. Lembra que em novembro, um grupo invadiu o plenário da Câmara dos Deputados pedindo a intervenção militar no País, foi um ponto de partida, disse ele: “preparem-se agora para os próximos capítulos!”

Ele relata que passará a ignorar qualquer determinação do presidente Michel Temer e do ministro da Defesa, Raul Jungmann, e avisou que a tropa encontra-se indignada, com sentimento de revolta, determinada e disposta a dar um basta nos absurdos que estão ocorrendo no país, inclusive com o fechamento das casas legislativas.

Fonte: http://jcrsi.uol.com.br/_conteudo/2017/12/politica/536081-comandante-do-exercito-confirma-volta-de-militares-e-chama-exercito-marinha-aeronautica

Eduardo Villas Bôas confirma intervenção militar após delação da JBS?

Ao final do texto, há um link que seria do site do jcrsi.uol.com.br. Isso daria credibilidade à história. Mas só para os mais distraídos. Sim, porque é só olhar para o link para confirmar que a história é mesmo falsa. Vamos aos fatos.

Para começar, o site do Jornal do Comércio é http://jcrs.uol.com.br/. Ou seja, sem o “I” no final. Além disso, se você olhar a URL pode perceber que a data de publicação (que sempre fica marcada na URL) é de 12/2017. Salvo seja uma previsão do futuro, a história é falsa. Só para constar, clicamos no link e percebemos que ele não leva a lugar algum.

Para além disso, fizemos um monitoramento do que tem falado o general Villas Bôas nos últimos dias. Como é possível perceber nesta entrevista ao Diário de Pernambuco, ele mantém o mesmo discurso de sempre: posicionou ao lado da Constituição. Ou seja, contra a intervenção militar.

Também não achamos nenhuma referência de declarações atribuídas ao general no texto. Ou seja, todas as falas descritas na mensagem que viralizou são inventadas. Pura ficção.

Por fim, vale lembrar que já desmentimos um bocado de vezes declarações atribuídas ao comandante do Exército. E é sempre a mesma história: a intervenção militar vai acontecer e blá, blá, blá.

Resumindo: a história que aponta que o comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, confirmou que acontecerá intervenção militar após a delação da JBS é falsa. Mais um boato relacionado ao assunto.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Marcos Carvalho, André Werneck, “Oinegue” e Carlos Júnior e de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Eduardo Villas Bôas confirma intervenção militar após delação da JBS #boato

  • 20/05/2017 em 18:18
    Permalink

    O tipo de boato que nem tem logica – digamos que realmente os militares fossem aplicar um golpe, eles avisariam a todos – principalmente aos que se oporiam ao mesmo – antes?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)