Comunização definitiva da Venezuela acaba de ser comunicada #boato

Boato – Em comunicado oficial, Venezuela decreta comunização definitiva. Entre as medidas, está a extinção da iniciativa privada.

Se os últimos meses na Venezuela foram marcados por protestos e reações à polêmica Assembleia Nacional Constituinte, a última semana viu as polêmicas chegarem no mundo da boataria.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Em tempos de crise, as pessoas acabam mais vulneráveis aos boatos. Pois bem, apesar dos pesares e das polêmicas, não acredite em tudo que aparece na web. Não acreditem nas medidas que transformaram a Venezuela em uma nova Cuba, na mensagem de força de Gleisi Hoffmann a Maduro e muito menos na comunização da Venezuela.

Essa é a balela de hoje. A história dá conta que a comunização definitiva da Venezuela acaba de ser comunicada. Entre as medidas adotadas, está a extinção da iniciativa privada. Leia o que diz a publicação:

Amigos, é com imensa tristeza, que venho comunicar oficialmente, a comunização definitiva na Venezuela. Infelizmente o Povo venezuelano acordou tarde demais. Venezuela a partir de hoje, não tem mais a iniciativa privada, todas as Empresas passam a ser administradas pelo Estado, inclusive Escolas, Hospitais e Bancos.

Será mudada a carteira de identidade, e só serão fornecidas àqueles que são adeptos a revolução bolivariana. Àqueles que são contra, terão que passar por um curso de adaptação, para então depois de concluído passar por uma junta de avaliação, para verificarem se estão aptos a receber a identidade nova. Só poderão se beneficiar dos Serviços que o Estado oferece, saúde, segurança e educação, quem tiver a nova identidade.

Todos os passaportes, foram cancelados, não existe mais cartões de crédito, planos de Saúde, escolas particulares, viagens ao exterior, Internet cancelada, celulares proibidos, dinheiros e moedas estrangeiras deverão ser enviadas ao Estado.

Àqueles que tiverem mais de uma propriedade, deverão entregar ao Estado. As terras cultivadas ou não, serão de propriedade do Estado. Os agricultores trabalharão para o Estado. Toda a economia primária, secundária e terciária, será de propriedade do Governo. A prática religiosa está proibida, e todos os padres, pastores e afins estrangeiros, terão que se retirar do País. As Forças Armadas e as Polícias, passarão a fazer parte das milícias já instaladas no governo Maduro. É proibida a saída de qualquer venezuelano de seu País, e a moeda foi modificada.

Agora vamos verificar, como a mídia daqui, dará a notícia, e qual serão seus comentários. O Brasil, já vive praticamente a comunicação, quando os Três Poderes, tal como lá, são simpatizantes da social comunista, esse é o plano do Foro de São Paulo, a instalação do regime bolivarianista em toda a América Latina, firmada por Lula, FHC e Fidel Castro, junto com toda a esquerda dos Países Sulamericanos. Estamos rumando para a ditadura comunista, não existe oposição significativa de Direita no Congresso Nacional, e entre escândalos e denúncias de roubo e corrupção, que são apenas cortinas de fumaça para distrair o Povo, o regime comunista vai avançando na calada da noite, entre reuniões secretas e sessões escondidas do Povo, na Câmara e no Senado. Ano que vem, teremos eleições com urnas fraudáveis, exatamente como ocorre hoje na Venezuela.

A tristeza de ver hoje os venezuelanos estarem enfrentando o que semearam, por sua total alienação aos problemas políticos do seu País, os coloca indiretamente cúmplices dessa catástrofe, exatamente por assistirem a tudo de braços cruzados. Isto é bom para ver se os brasileiros, que continuam adormecidos ou dormindo a sono solto, acordem!!!

Comunização definitiva da Venezuela acaba de ser comunicada?

O texto se espalhou feito pólvora nas redes sociais e WhatsApp. Para pouparmos tempo, saiba que essa história é falsa, “tipo assim”, completamente falsa. Vamos aos por quês.

Antes de mais nada, saiba que o texto compartilhado possui o mesmo enredo do boato de que transformaram a Venezuela em uma nova Cuba. Esse é o primeiro indício de que a história cheira a balela. Para além disso, a publicação é cheia de exageros (mas isso é outra história). Pois bem, como o texto é grande e complexo, vamos desmentir por partes.

Sobre a extinção da iniciativa privada, a informação não faz o menor sentido. É claro que o regime não possui vantagens para as empresas privadas. Inclusive, algumas deixaram o país. Porém, Nicolás Maduro não escreveu nada sobre “acabar” com as empresas privadas.

Em relação à carteira de identidade e acesso aos serviços que o Estado oferece, a informação não procede. Isso porque, não há nada que fale sobre mudanças na carteira de identidade e de outros benefícios.

Outro ponto que desmonta a farsa está na história de “entregar as propriedades ao Estado”. Como você deve imaginar, esse tipo de balela é comum em discussões sobre candidatos ligados a esquerda. Até no Brasil, a tática fez sucesso. Em 1989, as pessoas afirmavam que se Lula fosse eleito, quem tivesse duas casas teria que entregar uma delas ao governo.

A informação de que a prática religiosa está proibida também é um boato recorrente. E, ao contrário do que se imagina, não tem comprovação nenhuma. O texto também aponta que “as Forças Armadas e as polícias, passarão a fazer parte das milícias já instaladas no governo Maduro”. Pois bem, apesar das milícias existirem, não há nada que prove a anexação das polícias e exército a ela.

A balela também aponta que foi proibida a saída de qualquer venezuelano de seu país e que a moeda foi modificada. Nem precisamos dizer que a informação é falsa, né? Sobre o final dramático da publicação, saiba que o Brasil está bem distante da situação da Venezuela, tanto que um governo de “centro-direita” está à frente do país.

E mais: o nosso Congresso é um dos mais conservadores da história. Logo, neste caso nem a oposição é de direita e nem a direita é insignificante. Por fim, mas não menos importante, não é possível afirmar que as urnas são fraudadas no Brasil. Até que se prove o contrário, não há nada que sustente isso.

Pois bem, como vocês puderam ver, a história de que a comunização definitiva da Venezuela acaba de ser comunicada é balela. Ah, só mais um detalhe: o texto é tão tosco que em vez de “comunização”, as mentes brilhantes escreveram “comunicação”. Ou seja, boato.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de Abigail Bracarense, Guaru Laser e diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)