Adriana Ancelmo usa tornozeleira eletrônica da Hstern de R$400 mil #boato

Boato – Esposa do ex-governador Sérgio Cabral está utilizando tornolozeleira de quase meio milhão de reais para ficar fora da prisão.

Ainda assistimos perplexos (ou não) nomes e mais nomes do cenário político brasileiro pipocarem semanalmente em delações da Lava-Jato. Os processos de investigação ainda se arrastarão por pelo menos 3 anos, mas algumas ações da mega operação estão acontecendo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Enquanto Eduardo Cunha foi condenado, por exemplo, o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, continua preso e sua esposa, Adriana Ancelmo, segue usufruindo do dinheiro que o marido recebeu em propina para bancar sua prisão domiciliar. Confere?

Segundo uma história que está circulando em postagens no Facebook, a ex-primeira dama do Rio tem utilizado uma tornozeleira que custa R$400mil para se manter fora da prisão convencional. O pagamento, sai direto do bolso de Adriana. Confira:

Adriana Ancelmo lançando moda com a dinheirama que roubou. Tornozeleira eletrônica vendida com exclusividade pela H Stern por R$ 400.000,00. Uma pechincha!

Com mais de 600 compartilhamentos, a história da tornozeleira de Adriana Ancelmo está se espalhando. Nas nossas buscas encontramos pelo menos mais duas versões (complementares, quase) do caso, confira:

Adriana Ancelmo, tem que voltar pra cadeia, sim ou não ? Tornozeleira eletrônica da ex primeira dama do Rio de janeiro, confeccionada em ouro 24 Quilates, cravejada de brilhantes!

Nesta versão, se menciona até uma burca da Louis Vitton:

Tornozeleira eletrônica da ex-primeira dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo, adquirida na H Stern por 400.000,00. Burka Louis Vuitton, agora tornozeleira eletrônica H Stern… Kkkkkk e tudo pago, por nós, os contribuintes incautos.

Adriana Ancelmo usa tornozeleira eletrônica de R$400 mil?

Antes de apertar o botão “compartilhar” para que outras pessoas se revoltem com esse acontecimento absurdo é preciso destacar que: a ex-primeira dama do Rio de Janeiro não está usando uma tornozeleira eletrônica que custa quase meio milhão de reais. Adriana Ancelmo nem está usando tornozeleira.

Desde que Sérgio Cabral e sua esposa tiveram sua prisão decretada, o caso da ex-primeira dama teve várias reviravoltas. Primeiro, Adriana Ancelmo pediu para que pudesse cumprir prisão domiciliar e teve o pedido negado. Pouco depois, a Justiça concedeu liminar e ela pode sair da cadeia convencional.

Acontece que, embora prisões domiciliares possam sim ser cumpridas com a utilização de tornozeleiras eletrônicas, esse aparato não se aplica a todos as sentenças. No caso específico de Adriana Ancelmo, a Justiça não ordenou a utilização da tornozeleira, e o regime cumprido pela ex primeira-dama tem restrições específicas: não permite que ela saia sem permissão judiciária, permite visitas apenas de parentes e proíbe acesso ao telefone e a internet. Essa matéria explica bem a particularidade da sentença de Adriana Ancelmo.

E mais, a esposa de Sérgio Cabral nem que quisesse poderia arcar com o custo de uma tornozeleira de R$400mil. Os bens de Adriana Ancelmo estão bloqueados por ordem da Justiça, ou seja, ela não tem permissão para fazer movimentações bancárias, compras e etc.

Ah, e apenas a título de curiosidade quem arca com os custos de tornozeleiras eletrônicas quando assim decretada a utilização é o Estado, e o aparelho custa aos cofres públicos R$250,00 por mês, cifra infinitamente menor que a quantia que estão espalhando por aí.

Muito provavelmente a história da tornozeleira de ouro de Adriana Ancelmo surgiu como uma piada e as pessoas começaram a repassar como verdade. Erro básico e muito comum em grande parte dos boatos da internet.

PS: Esse artigo foi uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331 6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)