Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura #boato

By | 09/11/2016

Boato – Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, pede perdão por ter lutado contra a Ditadura. Repasse para seus amigos.

Repressão policial, censura, tortura e exílio eram ações comuns durante a Ditadura Militar. Porém, apesar dos documentos e testemunhos dizerem o contrário, há quem diga que o Brasil naquela época era “melhor”.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Roger Moreira pede perdão por ter lutado contra a Ditadura, diz boato

Roger Moreira pede perdão por ter lutado contra a Ditadura, diz boato

Entre os orgulhosos e saudosistas há aqueles que se arrependem do trabalho feito e, ao que tudo indica, é o caso do Roger Moreira, do Ultraje a Rigor. De acordo com um texto, o vocalista teria dito, em carta no Diário de S.Paulo, que se arrependeu da luta. Confira na íntegra:

Vejam o que o Roger escreveu hoje em jornal Diário de São Paulo

Roger Moreira, vocalista do Ultraje à Rigor em Carta publicada no jornal Diário de São Paulo

”Lutei contra a ditadura, sim! Tomei borrachadas, engoli gaz lacrimogênio, corri da cavalaria na Av. São João em direção à Praça Antonio Prado e à Praça da Sé. Participei das perigosas assembléias dos sindicatos, onde milicos escondidos na massa guardavam na memória o rosto dos mais exaltados. Arrisquei o emprego, pichei muro com o slogan “Abaixo a Ditadura”.

Distribui panfletos. Morri de medo. Chorei quando anunciaram a devolução do poder ao povo: eu e mais alguns milhões. Hoje, vendo pessoas morrendo em filas de hospitais, bandidos matando por R$ 10, pessoas andando feito zumbi nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6 x 8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pais, toda a classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos… Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz… Deveria ter ficado em casa.”

REAJUSTE DE APOSENTADORIA

Eu só gostaria de saber qual a justificativa para o fato de o bolsa família, onde ninguém trabalha, ter o dobro do aumento dos aposentados que trabalharam a vida toda. SOMOS mais de trinta milhões de aposentados! Não podemos admitir que distribuam o nosso dinheiro a quem nunca trabalhou 35 anos na vida( esta é a lei !).
Se você repassar para somente 2 amigos nas primeiras horas, em 28 horas toda a população brasileira de aposentados vai tomar conhecimento deste ABSURDO. Não deixe de repassar, ao menos a 2 amigos; é o suficiente para gerar esta progressão dos números.

Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura?

O texto pode fazer algum sentido ou não, dependendo do ponto de vista. Entretanto, não entraremos aqui, no mérito opinião e, sim na veracidade dos fatos.

Se você, assim como nós, também teve aquela velha impressão do “acho que te conheço de algum lugar”, você não está errado. Essa história de arrependimento já é famosa no Boatos.org.

Em março, o mesmo texto foi atribuído a Miriam Leitão. Segundo a publicação, a jornalista também foi combatente durante a Ditadura Militar, mas se arrependeu. Em tempo, Miriam desmentiu a história em seu perfil no Facebook. Pois bem, só o fato da história pertencer a dois autores já mostra uma coisa: se o texto é real, ele acabou se tornando um boato.

Além disso, saiba que é comum aparecer textos de autoria desconhecida na internet que acabam ganhando um autor famoso. Aqui no Boatos.org, já desmentimos textos que não foram do juiz Sérgio Moro, Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor.

Antes de ser do Roger Moreira, o texto foi atribuído a Miriam Leitão. Mas, ao ser desmentido aqui, o dono do texto se pronunciou.  Confira o que ele disse:

Olá ! Recebi um WathsApp onde creditavam á jornalista Miriam Leitão, um texto escrito por mim e publicado no dia 28/05/2013 no Jornal Diário de São Paulo, na coluna ” Diário do Leitor”. Pesquisando na internet cheguei até este blog onde Míriam esclarece não ser o texto de sua autoria( 03/03/2016), atitude esta, que não poderia ser diferente vindo da consagrada jornalista. Só estou me reportando, porque ao final da matéria, é dito que a pessoa responsável se retratou. Sendo EU o autor do texto, quero que saibam que tomei conhecimento do acontecido agora, 4 meses após a postagem da matéria e gostaria de saber QUEM se retratou… Desde já me coloco á disposição para quaisquer dúvidas e esclarecimentos. Um abraço Rogério Moreira

Ou seja, texto pertence a Rogério Moreira e, não Roger Moreira, da Ultraje a Rigor, como indica a publicação. Ou seja, alguém “confundiu” o nome do autor com o do cantor para ganhar ibope no Facebook e disseminou um boato. Logo após o Boatos.org, desmentir a informação, procuraram outro nome para não deixar o boato morrer.

Resumindo: a história de que Roger Moreira pediu perdão por ter lutado na Ditadura é falsa. Tudo não passa de mais um boato do boato que circulou pela internet.

Em tempo: depois da publicação do texto, o leitor Pedro Santos mandou um tuíte de 2015 em que ele pergunta ao cantor se ele escreveu o texto. A resposta, como é de se esperar, é negativa. 

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Eduardo Almeida Júnior e “Notícias do Ceará”. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato pelo site, Facebook ou envie uma mensagem para o número (61) 99331-6821 no WhatsApp.

2 thoughts on “Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura #boato

  1. Lucho

    Claro que é mentira. Ele não tem capacidade para isso.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *