Plano Temer vai reduzir parlamentares, ministérios e acabar com PT #boato

By | 21/04/2016

Boato – Plano Temer tem 12 medidas que incluem o fim o PT, urna eletrônica, foro privilegiado, redução de deputados, senadores, ministérios e outras coisas.

Como falamos na postagem que apontava das sete coisas que iriam acontecer se o impeachment se consolidasse, a vida de Temer como presidente não será fácil. Uma prova é o índice de boatos aumentando para o lado dele. Para o bem e para o mal. A última história dava conta de um “Plano Temer” com 12 medidas para “consertar o país.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Plano Temer e as 12 propostas, diz boato

Plano Temer e as 12 propostas, diz boato

A imagem com a foto de Temer e as propostas circularam no Facebook e tiveram muitos compartilhamentos. Desta vez, vamos fazer um pouco diferente e comentar item por item.

Plano Temer

Para começar, nada que há no extraoficialmente chamado de Plano Temer está na lista abaixo. O documento chamado “Ponte Para o Futuro” cita fim da indexação para salário mínimo e mais liberdade para o Congresso impor o orçamento. Mesmo assim, vamos falar dos itens.

1) Redução de parlamentares (de 513 na Câmara para 213 e no Senado de 81 para 27);

Para que uma proposta desta entrasse em prática, há dois entraves. O primeiro era como fazer esta redução drástica imediatamente. Vale lembrar que só temos eleições só em 2018. A segunda é que o Senado e a Câmara precisariam aprovar. E isso é bem improvável. Há, ainda, um debate. Alguns dizem que é bom menos políticos. Porém, imagine só: se hoje você não se sente representado por políticos, imagine se o número fosse menor.

2) apenas 10 ministérios,

Outra ideia sem muita lógica. É fato que o governo atual é inchado de ministérios e que muitos (quase todos) servem apenas para cabide de emprego e troca de favores. Porém, você acha que o “honrado” Temer mudaria o jogo? Vale lembrar que o PMDB é um dos partidos que mais se beneficia da dança da cadeira de Ministérios. Para além disso, mesmo que ele faça um milagre, não tem como chegar a dez e administrar um país como o Brasil.

3) Fim do FORO PRIVILEGIADO,

A ideia realmente não é ruim (opinião do autor). Mas, infelizmente, é improvável que os políticos abram mão do direito de serem “diferentes”.

4) Extinção do PT,

Outra coisa utópica. Pode doer em você, mas os número mostram que o PT não é o partido mais corrupto do país. É só pegar o número de deputados e processos. O PT está na média dos outros. Detalhe: extinguir um partido não é garantia de acabar com a carreira política de ninguém.

5) Salários dos políticos (máx.10 salários mínimos),

Infelizmente, é uma proposta improvável de ser aprovada. Vale lembrar que a moça do cafezinho do Congresso, se concursada, deve ganhar mais de dez salários mínimos. Você acha que um político ganharia menos (ou aceitaria aprovar a própria redução de salário)?

6) Fim de privilégios (assessores, cartões, carros, auxílio moradia),

Assim como a anterior, é inviável de ser aprovada.

7) Políticos devem usar o SUS,

Além de inviável, é sem lógica. Não é possível forçar alguém a usar um sistema de saúde.

8) Troca dos Ministros do STF por juízes de carreira eleitos e com mandato de 8 anos,

Há uma proposta similar circulando no Senado. Ela prevê um mandato de dez anos para ministros do STF. Porém, não muda a forma de eleição. Pelo Congresso, esse é o único caminho para se aprovar algo.

9) fim da URNA ELETRÔNICA

Outra coisa que sai do controle de Michel Temer. Já foi aprovado e virou lei que haverá voto impresso em 2018. Mas não será o fim das urnas. Caso alguém queira acabar com elas, vai ter que fazer uma nova proposta… no Congresso.

10) extinção do imposto sindical

Também teria que haver um projeto no Congresso para isso. E sim, enfrentaria muita resistência.

11) Presos serão obrigados a trabalhar (terão que pagar o custo deles)

Na teoria, pode parecer uma ideia boa. Mas ficaria na prática? Abriria uma fábrica? Tudo isso teria que ser discutido e proposto. Adivinha onde?

12) Privatizações de estatais

Essa é uma proposta que pode se dar na administração direta. Mas pode ter certeza que Temer não vai querer mexer com isso.

Resumindo: os planos sugeridos a Temer só dariam certo se ele se tornasse um ditador. E, apesar de todas as críticas, um governo dele não seria neste estilo. E mais, as preocupações deles estão muito longe de acabar privilégios para políticos. Diria até que é o contrário.

One thought on “Plano Temer vai reduzir parlamentares, ministérios e acabar com PT #boato

  1. Rita Candeu

    esse site está com o nome cero mesmo
    é a central dos boatos e mentiras

    saindo daqui pra nunca mais voltar

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *