Informação errada: diploma obrigatório para jornalistas é aprovado

By | 11/04/2015

Boato – O diploma obrigatório para jornalistas foi aprovado. Agora todos os jornalistas terão que ter diploma para exercer a profissão.

Uma das maiores polêmicas que envolve a classe dos jornalistas está relacionada à obrigatoriedade ou não do diploma para exercício da profissão. Enquanto alguns defendem que não é a universidade que vai definir se um jornalista é bom e que o diploma cerceia a liberdade de expressão ou não, outros apontam que o conhecimento técnico e teórico é essencial para o bom exercício da profissão e que a falta do diploma desprotegeria a classe.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Diploma para jornalista volta a ser obrigatório, diz boato

Diploma para jornalista volta a ser obrigatório, diz boato

No meio de todo esse debate, o STF decidiu em 2009 pela queda da obrigatoriedade do diploma e pela extinção da Lei de Imprensa (que era do ano de 1967). Após o fim da Lei de Imprensa, o Congresso começou a debater uma nova lei. Essa nova lei tem como item a obrigatoriedade do diploma para jornalista.

Em 2015, a votação deste conteúdo está na fila para votação no Congresso. E no meio de todo esse papo, começou a circular na internet um link do site do Senado apontando que o diploma para jornalistas tinha voltado a ser aprovado. Leia o que diz o teaser do link em redes.

Senado aprova diploma obrigatório para jornalistas

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (7), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/2009, conhecida como PEC dos Jornalistas. A proposta, aprovada em segundo turno por 60 votos a 4, torna obrigatório o diploma de…

O link causou confusão entre jornalistas em redes sociais. O primeiro motivo foi porque o dia 7 de abril de 2015 caiu realmente em uma terça-feira. O segundo foi porque a matéria estava sendo discutida no Congresso. Juntando uma informação à outra e não clicando no link, jornalistas acreditaram que o diploma havia voltado a ser obrigatório. Mas, ainda não foi.

Vamos aos fatos. O link realmente é verdadeiro. Em 7 de agosto de 2012 (uma terça-feira), o Plenário do Senado aprovou o projeto de Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). E aí, a pauta foi enviada à Câmara. É justamente esse projeto que ainda não foi votado. Apesar de estar na fila para ser discutida, a chamada PEC do Diploma tem sido adiada (e deve ser adiada mais vezes) até ser votada ou derrubada.

Com isso, podemos chegar à conclusão de que o diploma para jornalistas foi aprovado no Senado, mas em 2012 (ou seja notícia velha dada como nova). Também podemos afirmar, que ao contrário do que alguns pensaram, o diploma não voltou a ser obrigatório para o exercício da profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *