Estudante presa em protesto é a militante Camila Lanes, diz informação errada

By | 05/12/2015

Boato – Manifestante presa no protesto contra a reorganização do ensino em São Paulo é paranaense e militante profissional.

Depois de 27 dias de ocupação em escolas públicas estaduais do estado de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin suspendeu a reorganização anunciada em 23 de setembro. A semana paulistana também foi marcada por protestos em ruas de grande tráfego, como a Avenida Faria Lima, e pela atuação ostensiva da polícia contra os manifestantes.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Segundo montagem, estudante presa em manifestação na Faria Lima é uma militante paranaense articulada pela esquerda

Segundo montagem, estudante presa em manifestação na Faria Lima é uma militante paranaense articulada pela esquerda

Na última terça, 1º de dezembro, três participantes do protesto acabaram detidos pela PM paulistana e entre eles, para indignação de todos, estava a militante Camila Lanes, presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundários, que tem 19 anos, não é estudante da rede pública paulista e na verdade vive no Paraná.

Camila, que é militante profissional, membro da União da Juventude Socialista foi, na verdade, escalada para fomentar os protestos em nome do PT e do PCdoB a fim de desviar as atenções sobre os escândalos do governo Dilma.

É isso que afirma uma montagem já compartilhada por mais de 23.900 pessoas no Facebook. Com várias imagens de Camila Lanes, inclusive dentro do carro da PM após ser detida, a foto alega que não há razões para o protesto da manifestante, se não interesses políticos. Confira a legenda:

‘A verdade sobre a “POBRE ESTUDANTE” “PRESA” ontem. NÃO é estudante, é MILITANTE PROFISSIONAL. Nem é de SÃO PAULO. É do PARANÁ. É o PT e o PCdoB fazendo o diabo pra tirar o foco dos escândalos do Governo DILMA.’

Acontece que a imagem da garota no carro da PM não é de Camila Lanes, mas sim de Camila Rodrigues, estudante de São Paulo que foi detida sim na última terça durante os protestos. As duas Camilas foram confundidas e a imagem delas está sendo usada na montagem como se elas fossem a mesma pessoa.

Pois bem, não são, apesar de que Camila Lanes – a militante paranaense – participou das atividades na Faria Lima, e segundo contou ao IG esteve imobilizada pela PM por 40 minutos, mas não foi detida. Ela inclusive esteve em vários outros protestos, entre eles o dos professores e alunos da rede estadual de ensino do Paraná em abril deste ano.

Camila Lanes e Camila Rodrigues, respectivamente.

Camila Lanes e Camila Rodrigues, respectivamente.

Resumindo a novela, a Camila presa foi a Rodrigues, que é estudante paulistana, apesar de dizerem o contrário. Mais uma vez temos o uso errado de uma imagem pra sustentar argumentos fracos e muita gente – pelo menos 23985 – comprando isso como verdade.

PS: Esse artigo foi uma sugestão do nosso leitor Alessandro Cyrino. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org entre contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

4 thoughts on “Estudante presa em protesto é a militante Camila Lanes, diz informação errada

  1. André

    Mesmo o site desenhando para os papagaios de plantão e eles não conseguem entender. A era Facebook inaugurou o tipo mais idiota de pessoas nesse país, a galera que metralha “corruPTo” pra todo lado. Vai aprender a ter o mínimo de interpretação de texto, maritacas!

    Reply
  2. Marcelo Monteiro

    Site ostensivamente chapa branca. O engraçado é que, na esmagadora maioria das vezes, os boatos publicados estão relacionados com o governo federal, de alguma forma compromete a imagem do governo Dilma.

    Surgiram boatos dizendo que o editor do site trabalha na EBC. Será que é verdade?

    Reply
  3. O Óbvio

    Uso errado de imagem pra sustentar argumentos fracos? As fotos estavam erradas, os argumentos estavam certos.

    Reply
  4. LCAS

    Obrigado pela pesquisas sobre esse comentários de internet. Dentre tantas informações divulgadas, é importante ter esse site como referência de investigação da veracidade das informações encontradas.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *