Balela: Nike favorece Dilma e PT em personalização de camisas

By | 12/07/2014
Nike favorece o governo em camisetas personalizadas

Nike favorece o governo em camisetas personalizadas

Boato – A empresa de artigos esportivos, a Nike, vetou a personalização de camisas com expressões de ofensa ao PT e a presidente. Já palavras relacionadas à oposição eram permitidas.

Com a eliminação dramática da seleção brasileira desta Copa, desde o jogo contra a Alemanha brotam teorias conspiratórias para justificar o fim do sonho do hexa em casa. Ao que parece, ainda não estamos recuperados do baque da goleada por 7×1 e nesse clima fica fácil acreditar nas diversas explicações (nada plausíveis) da derrota.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Até o momento, aqui mesmo no site, apresentamos teorias de conspiração quase ao estilo ‘Uma mente brilhante’, como as cartas enviadas por um funcionário de jornalismo que ora trabalha na Globo, ora é chefe da ESPN, ou então defesas ferrenhas de que a lesão do jogador Neymar foi forjada porque a CBF se vendeu para a Fifa.

Como se não bastasse o clima de desconfiança dentro dos campos de futebol, fora deles as queixas se voltam para a política. Bem sabemos que a Copa do Brasil começou agitada, com manifestações contrárias ao evento e críticas ao governo. E nesse cenário de insatisfação, que com o fim eminente do mundial parece se restabelecer aos poucos, surgiu a nova teoria: a Nike, empresa mundial de artigos esportivos estava favorecendo o governo Dilma a partir da personalização de camisetas.

Com a legenda O que o site da Nike tem a ver com o PT? Será que existe algum acordo entre eles? Confira!’, um vídeo tornou-se viral nas redes sociais ao mostrar o site da empresa, que disponibiliza a opção de personalizar a camisa da seleção brasileira com um nome ou palavra da preferência do cliente, impedindo a encomenda de camisas com termos como ‘Fora Dilma’ e ‘Fora PT’, mas possibilitando a compra com frases contra a oposição (‘Fora Aécio’, ‘Fora PSDB’).

As imagens renderam mais de 25 mil compartilhamentos e chamou a atenção de diversos sites de notícia que fizeram o teste e verificaram que não só as menções ao PT eram vetadas pelo sistema, como também a qualquer partido político. Além disso, os nomes Dilma, Aécio e Lula também eram impedidos na personalização. Por outro lado, palavras em referência à derrota para a seleção alemã, como ‘Sete a um’ e ‘Vexame’ estão permitidas pelo sistema.

A empresa manifestou-se e desmentiu qualquer tipo de favorecimento à situação ou oposição. Em nota, explicou que o sistema é programado para vetar o uso de palavras ofensivas ou conteúdos racistas, políticos, que façam menção à religião ou a outras marcas. E que, além disso, é periodicamente atualizado com palavras que se encaixam nas proibições.

O Boatos.org também fez o teste e, agora, o site da empresa permite a personalização com o nome de políticos, qualquer que seja, independente do partido. No entanto, a colocação das palavras ‘fora’, ‘vote’ e ‘sai’ são vetadas. Ao que parece, para morrer com mais um boato, a Nike resolveu liberar (quase) geral.

7 thoughts on “Balela: Nike favorece Dilma e PT em personalização de camisas

  1. Simon

    Suas autoridades em gramática se deram o trabalho de irem ao site da Nike e simularem situações ou viram o Youtube com as simulações? não basta ler o Boatos para defendê-lo. Têm que saber o que acontece na verdade. Pegam o bonde andando e posam de fodões.

    Reply
  2. Henrique

    Tem gente que não sabe mesmo ler… Pelo amor…

    Reply
  3. Simon Salama

    Se a Nike mudou a postura a notícia não era “Balela”.
    Se Fora Aécio era permitido e Fora Dilma não, havia favorecimento

    Reply
    1. bugleader

      Você leu que fora Aécio também não era permitido, ou melhor o uso de qualquer politico não era, e agora liberaram o uso dos nomes mas não em conjunção com palavras como fora, vote, e afins?

      Reply
      1. Rodrigo

        Era permitido de outros e não da Dilma, eu fiz o teste, e era verídico o conteúdo do vídeo :)

        Reply
  4. Karlyzian Gois

    É aqui não se trata de boate e sim algo que aconteceu de verdade. A resposta da Nike foi rala e pouco convicente. O que aconteceu é que o sistema de personalização nao admitia palavras específicas associadas ao PT ou a Dilma e está claro que foi programado para ser assim. Após a repercussão do vídeo é que a programação foi refeita e a nota emitida. Aqui não houve boato, aconteceu e depois corrigiram para nao ficar mal na fita!!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *