Alckmin diz que professores têm que trabalhar por amor, não por dinheiro #boato

By | 14/09/2016

Boato – Governador de São Paulo declarou que os professores da rede pública devem trabalhar só por amor ao ensino, não por dinheiro.

Todo ano eleitoral a TV é tomada por propagandas políticas com promessas de um país melhor, de mais oportunidades e de problemas resolvidos. Novas eleições se aproximam e bem por isso aumentam-se os comerciais de gente contente com a realidade que vivemos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Das promessas mais insistentes, as oportunidades de trabalho e de valorização dos profissionais de diferentes áreas tem sido o carro forte, já que o ano foi marcado pela alta do desemprego. Mas, no meio dos discursos bonitos da classe política, uma mensagem supostamente dita por Geraldo Alckmin, o governador de São Paulo, está se destacando nas redes sociais pelo absurdo que representa.

Corrente falsa atribui a Alckmin fala polêmica sobre o salário dos professores

Corrente falsa atribui a Alckmin fala polêmica sobre o salário dos professores

Segundo a corrente que estão compartilhando, o governador merece boicote total porque afirmou que os professores – uma das categorias que anualmente mais enfrenta problemas salariais – não devem trabalhar pelo dinheiro, apenas pelo amor ao serviço público. Confira o texto:

Agora olhem a pérola que o Sr. Governador de São Paulo disse:

“Quem quiser dar aula faça isso por gosto, e não pelo salário. Se quiser ganhar melhor, peça demissão e vá para o ensino privado.”

Geraldo Alckmin *(PSDB)*- Governador de São Paulo estado mais rico da federação.

SE VOCÊ ACHA QUE Os *GOVERNADORES* DEVEM ABRIR MÃO DE SEUS *SALÁRIOS* E GOVERNAREM POR AMOR, PASSE PARA A FRENTE!

CAMPANHA: “GOVERNADOR” doe seu SALÁRIO e governe por AMOR!”

Vamos espalhar isso aos 4 ventos e aumentar a campanha:

*DEPUTADOS FEDERAIS , ESTADUAIS SENADORES E MINISTROS*DOEM SEUS SALÁRIOS E TRABALHEM POR AMOR!

AFINAL, TODOS VOCÊS GOVERNAM EM PROL DE UM BRASIL MELHOR!

Alckmin disse que os professores deveriam trabalhar só por amor?

Apesar do histórico de embates que o Governo Alckmin tem com a classe de professores do estado, é errado atribuir a ele a autoria desse impropério. O fato é que o governador de São Paulo não disse que os professores devem trabalhar por gosto e não por dinheiro.

Apesar de chocante, e infelizmente, essa fala pertence ao ex-governador do Ceará e ex-ministro da Educação, Cid Gomes. O político de fato disse isso durante a greve de professores que ocorreu no Ceará em 2011 e se servir de consolo (provavelmente não), em 2014 quando assumiu como ministro, ele justificou sua declaração, embora sem muito sucesso.

Ainda que a fala tenha repercutido na mídia e voltado à tona quando Cid Gomes foi nomeado Ministro da Educação, agora a declaração tem sido atribuída a Alckmin como se fosse recente, ou seja, dois erros em um só.

E os outros sinais estão todos aí: a mensagem usa e abusa do recurso caixa alta, pede (insistentemente) que o conteúdo seja repassado, a mensagem divulgada é praticamente uma campanha em prol de uma causa justa. Tudo isso é típico de correntes falsas.

Sobre Alckmin e a categoria de professores em São Paulo, sabe-se que no último mês o governo estadual começou a pagar o bônus por mérito, referente às provas aplicadas aos servidores em agosto de 2015.

Apesar disso, os embates e insatisfações continuam, assim como atribuir a Alckmin essa fala sobre os professores continua sendo boato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *