7 boatos sobre o juiz Sérgio Moro que circulam na internet

Ainda um dos personagens principais da operação Lava-Jato, o juiz Sérgio Moro segue nos holofotes da imprensa e dos boatos.

Muitas pessoas aguardaram ansiosas e atentas ao depoente que se apresentou diante de Sérgio Moro na última semana. Quem era ele? Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil, um dos nomes mais influentes da política brasileira e do Partido Trabalhista.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Enquanto depunha, outra grande parcela de pessoas assistiu atenta, dessa vez analisando o comportamento do juiz em questão. Do lado oposto da balança, as pessoas pró-Lula julgaram as atitudes, comportamento e condução do juiz. E foi assim, em mais acontecimento da Lava-Jato que o país mostrou a cara da polarização política que vivemos.

E nessa enxurrada de pontos de vista, crenças e até mesmo ódio, alguns temas não saem de cena. Sérgio Moro, obviamente, é um deles e portanto tem sido foco das mais diversas histórias na internet. Separamos sete boatos sobre o juiz da Lava-Jato que continuam circulando por aí para você ficar por dentro. Confira:

1 – E o dossiê?

Com o depoimento de Lula colocando gasolina em uma fogueira há três anos acesa, a internet foi à loucura e as histórias sobre um personagem e outro ganharam a web. Assim, sob o contexto do depoimento começou a ser compartilhado na rede um suposto dossiê com 15 fatos sobre Sérgio Moro que comprovaria o quanto o juiz é parcial e nada não isento na Lava-Jato.

Na lista 8 boatos sobre o próprio juiz e mais 7 sobre a própria operação denunciavam desde a relação da família de Moro com o PSDB, até impropriedade profissional e o quanto o juiz cadenciou a Lava-Jato para beneficiar o PSDB e atingir apenas o PT.

Um a um, nós esclarecemos que as coisas não são bem assim. Para cada história citada no suposto dossiê apontamos um desmentido. E quando supostas verdades são facilmente esclarecidas só quer dizer que não era verdade coisa alguma. O texto completo sobre o boato do dossiê você pode ler aqui.

2 – Cobra da CIA e do FBI

Outra história envolvendo o juiz que ganhou destaque na internet – e ainda tem gente que acredita nela – é a de que Moro foi treinado pela CIA e pelo FBI para conduzir a operação Lava-Jato e instaurar o caos no país.

Baseada em um vídeo da filósofa Marilena Chauí onde ela criticava o juiz e o acusava de estar atuando em prol dos EUA, surgiu uma notícia que foi largamente compartilhada nos sites e blogs de esquerda apontando que um documento do Wikleaks provava o treinamento de Moro.

Acontece que o documento apenas indicava uma convenção de juízes em Moro foi palestrante e compartilhou suas experiências em casos de corrupção (ele já havia conduzido o caso do Banestado). Ah, o encontro também ocorreu no Rio de Janeiro e não teve relação alguma com a CIA e o FBI.

Portanto, as pessoas juntaram as falas de uma personagem de renome (que é partidária de um lado) mais o documento do Wikileaks sobre um encontro específico e criaram uma balela. Leia mais sobre ela aqui.

3 – Indisciplinado e processado

Também vale destacar entre as tantas histórias envolvendo Sérgio Moro, a notícia que circulou na internet no fim de 2016 afirmando que o juiz seria afastado da Lava-jato e que sofreria um processo disciplinar. A notícia também afirmava que Moro já não tinha permissão para conduzir processos.

Muita gente se regozijou com a notícia enquanto outras se revoltaram, o que ambos os lados não esperavam que a tudo não passasse de uma grande balela, construída a base de notícias verdadeiras, porém fora do prazo de validade.

Apesar de que houve senadores brasileiros que de fato quiseram abrir processo contra o juiz (14 pedidos foram feitos, na verdade), todos eles foram arquivados no CNJ. Quanto a parte dos processos que Moro já não podia conduzir, essa parte só tratava dos indiciados ou investigados na Lava-Jato que tinham foro privilegiado, ou seja, que apenas poderiam ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal.

Essa parte vale saber, também era real, mas não tinha relação com o afastamento do juiz e sim com o cumprimento da Constituição. Uma história semelhante sobre a destituição de Moro surgiu no início do ano passado. Afirmava-se que na página do CNJ havia uma votação aberta para afastar o juiz do cargo, tudo balela que nós também esclarecemos aqui.

Ou seja, distorceram as informações para criar uma balela. Mais do mesmo, não? Leia mais sobre o boato aqui.

4 – “Não tem problema roubar”

Um dos casos mais absurdos e obviamente falsos envolvendo o juiz Sérgio Moro foi o da suposta carta que o magistrado escreveu incitando as pessoas a não perderem a oportunidade de roubar quando possível.

Um texto começou a circular na internet e afirmou-se que ele era de autoria do juiz da Lava-Jato. Cheio de baboseiras, a origem da mensagem na verdade foi uma postagem feita por um pastor no Facebook. Inicialmente divulgaram o texto como “autor desconhecido” até que inseriram o nome do juiz e a confusão se fez.

Em nenhuma palestra ou fala atribuída a Moro o juiz encorajou a corrupção e no fim, as pessoas caíram na velha balela do “foi ele que falou”. Leia mais sobre o boato aqui.

5 – A mulher dele também

Maquiavélico e ainda assim interessante é que os boatos andam em conjunto. Eles não circulam por aí soltos e sem apoio, eles parecem estar sempre relacionados de alguma forma. Bem por isso, sequer a esposa do juiz Sérgio Moro ficou de fora do frenesi de histórias sobre ele na internet.

Rosângela Wolff Moro, cônjuge do juiz federal se tornou personagem central de uma história sobre corrupção nas APAEs do Paraná no início de maio deste ano. A notícia que circularam mencionava um esquema dentro das APAEs paranaenses e citava que Rosângela estava no meio da sujeira.

Acontece que o texto foi tirado de um vídeo do jornalista Luis Nassif em que ele falou sobre a necessidade de se investigar as ações nas APAE do Paraná, mas ele não acusou Rosângela.

O frenesi sobre essa história foi tanto, que o próprio Nassif esclareceu não ter relação alguma com o texto que vinha sendo repassado e reforçou que em sua fala ele não fez acusações. Logo, interpretaram “liricamente” o vídeo do jornalista e o usaram de base para respaldar uma história que até haja provas contrárias segue sendo mentira. Leia mais sobre o boato aqui.

6 – O pai do PSDB

Entre as mais populares, tipo um top 5, dos boatos envolvendo o juiz da Lava Jato está a história de que o pai de Moro é um dos fundadores do PSDB do Paraná. Vira e mexe essa acusação vem a tona na tentativa de indicar que o juiz tem interesses pessoais na condenação do PT apenas.

A notícia que surgiu no Diário do Centro do Mundo (DCM) afirmava que havia uma relação muito próxima do Moro pai com o partido tucano no Paraná. Daí tiraram uma versão afirmando que o homem havia participado da fundação do partido no estado.

Esclarecer essa história não foi fácil. Depois de entrar em contato com o PSDB do Paraná para pedir informações sobre os fundadores do partido no estado, depois de buscar evidências junto ao veículo DCM que publicou a semente dessa relação do Moro pai com o PSDB e o próprio veículo não dar muitos esclarecimentos da fonte de suas informações, fomos contar com o apoio de diversos leitores para conseguir documentos sobre a fundação do partido e até mesmo um relato da mãe do juiz Sérgio Moro atestando que o marido era apolítico.

Deu trabalho, mas constatamos que essa história era uma mentira. Leia mais sobre o boato aqui.

7 – Dilma, Temer, FHC e a Abin querem ele fora

Por fim, separamos duas histórias muito relacionadas sobre o juiz e as supostas ameaças que ele estaria recebendo do alto escalão da política brasileira.

Primeiramente surgiu em áudio via WhatsApp a informação de que a então presidente Dilma Rousseff utilizava a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) para monitorar ilegalmente o juiz. No entanto, a própria Abin se manifestou para desmentir essa história, assim como o juiz Moro (principal interessado caso isso fosse real) não realizou nenhuma denúncia.

Pouco depois, já com Temer a frente do Executivo, surgiu a história de que ele e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estavam utilizando a agência brasileira para fiscalizar e ameaçar o juiz. A ideia era coagi-lo para assim controlar as ações na Lava-Jato. Ninguém se manifestou sobre essa história, nem o juiz nem a imprensa – que não perderia um furo desse por nada.

Resumindo, uma surgiu como mutação da anterior e as duas não eram falsas. Leia sobre os boatos aqui e aqui.

Nota: Já desmentimos aqui no site diversos boatos (muitos mesmo) sobre políticos dos dois lados da moeda (se é que se deve dividir dessa forma). Também já esclarecemos em uma lista diversos boatos sobre a própria operação Lava-Jato e na web há muitos desmentidos sobre histórias do Moro. O juiz continuará nos holofotes, assim como Lula, Temer e tantos outros nomes do momento. Nosso trabalho vai continuar sendo desmentir e levar informação – verdadeira – sobre o que rola com esses personagens e tudo o mais por aí.

7 comentários em “7 boatos sobre o juiz Sérgio Moro que circulam na internet

  • 02/06/2017 em 00:49
    Permalink

    DIZER QUE O MORO NÃO É PARTIDÁRIO E PARCIAL É PIADA! SÓ NA CABEÇA DE OTÁRIOS!

    Resposta
  • 28/05/2017 em 01:25
    Permalink

    Nem precisa ficar lendo boatos sobre o Moro. Basta saber que ele soltou a esposa do Cunha, mesmo com todas as provas, já basta.

    Resposta
  • 27/05/2017 em 23:50
    Permalink

    Ótimo trabalho de vcs do boatos.com. Vejo que nao somente vangloriam o Moro, mas tambem mostram quando as glorias sao somente boatos! É logico que queremos que todas a verdade seja exposta e sabemos que sergio moro está a frente desta empreitada. Ele precisa trazer de volta e prender os Batistas! dai ainda sairá muito podre!

    Resposta
  • 26/05/2017 em 16:21
    Permalink

    O item 4 está em desacordo com o texto que procura desmistificar como sendo de autoria do juiz. No item 4 diz-se que o Moro incentivaria a corrupção com o texto, mas o texto condena o brasileiro, de forma geral, como causa da corrupção.

    Resposta
  • 13/05/2017 em 23:58
    Permalink

    Eu concordo que o texto sobre quem é. Moro tem uma opinião partidária política muito forte a favor do PT, porém, nem tudo o que consta lá é inverdade. Com relação a formação acadêmica de Sério Moro, é fácil puxar no lattes dele, portanto nada de inverdade. Que há visivelmente por parte de Moro uma atitude partidária PSdebista, isso é visível e notório. O problema do texto é que existe verdades misturadas com mentiras. Isso não quer dizer que tudo seja mentira. Por outro lado, me parece que Boatos.org se tornou partidário do PSDB e assim como Moro, não é mais imparcial……

    Resposta
    • 15/05/2017 em 01:18
      Permalink

      Como faço para não mais receber suas mensagres? O momento que o país vive não comporta “meio termo” ou algo parecido. O sorte para.vocês.i

      Resposta
  • 13/05/2017 em 15:27
    Permalink

    Pelo que eu li vocês estão tomando partido do Moro. Não seria só para informar sobre boatos?

    Resposta

Deixe uma resposta

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)