Leia na íntegra o texto que fala de Andrew Carlssin, o viajante do tempo

By | 20/01/2014

Atenção: este texto é um boato. Para entender o caso, leia este artigo do Boatos.org

***ANDREW CARLSSIN UM VIAJANTE DO TEMPO***

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Essa história é um pouco antiga, mas bastante intrigante.

Em 2005, o FBI prendeu um homem por ter “trapaceado” na bolsa de valores. Até aí tudo bem.

No interrogatório, ele disse que se chamava Andrew Carlssin e tinha 44 anos. O curioso é que lhe perguntaram como havia conseguido, com apenas 800 dólares, ganhar 350 milhões em poucos dias, investindo em ações de alto risco e sempre conseguindo lucrar o máximo possível, sem perder um centavo, ele respondeu calmamente: “Eu viajei no tempo, vim do ano 2256, por isso acertei tudo.”

Alguém pode estar pensando que ele acertou tudo na sorte, mas segundo a polícia americana isso é impossível, a não ser que ele tivesse conseguido informações privilegiadas do mercado, mas mesmo assim ainda seria algo bastante complicado. 

Outra coisa interessante é que o homem, depois de dias de interrogatório, continuou contando a mesma versão da história, inclusive revelando alguns fatos futuros, como a cura da AIDS, esconderijo de Bin Landen e outras “adivinhações”.

 Contudo, o que torna a história realmente intrigante é que não existe nenhum registro dele nos arquivos, nem uma “digitalzinha” se quer. Ele oficialmente não existe em nosso tempo.

 Claro que isso não prova nada, porém essa história é estranha, muito estranha. Tanto que o FBI “abafou” o caso.

 Hoje em dia ninguém fala o que aconteceu com o “viajante do tempo” e com a suposta “máquina do tempo”, que ele dizia possuir. O FBI, quando perguntado, nega-se a responder. Se ele voltou para o futuro ou está em um hospício, ninguém sabe. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *