Retrospectiva 2016 – O melhor de 2016 no Boatos.org, por Hellen Bizerra

Na retrospectiva 2016 do Boatos.org a equipe separou as balelas mais marcantes do ano, Hellen Bizerra elegeu seu top 5.

Finais de ano deixam um clima de reflexão na gente, não tem jeito. Parece que já virou costume universal que em todo fim de ciclo a gente fique repassando situações e acontecimentos que nos marcaram (e que não) como forma de se preparar para o que vem por aí.

Retrospectiva 2016 - O melhor de 2016, por Hellen Bizerra
Retrospectiva 2016 – O melhor de 2016, por Hellen Bizerra

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

E eu, parte integrante desse time de loucos por mentiras há três anos, toda vez que faço essas reflexões, acabo lembrando também das histórias incríveis (para o bem e para o mal) que a gente desmente por aqui. Esse ano, elegi os cinco boatos mais absurdos do ano para mim, uns tristes, outros bizarros e uns absolutamente “coisa de louco”. Confiram aí:

Leia também: Os cinco boatos que mais bombaram no Boatos.org em 2016

Leia também: o melhor de 2016, por Carol Lira

Editor do Boatos.org escolhe quais foram os textos que mais gostou de desmentir em 2016

Assista: Boatos.org escolhe os textos que mais gostaram de escrever no ano

5) Refrigerante e as pedras gigantes nos rins

Em quinto lugar no meu top 5 dos boatos está a história mais que bizarra sobre o refrigerante e as pedras nos rins. Para quem não lembra, um vídeo muito difícil de assistir começou a circular em julho. As imagens mostravam uma suposta cirurgia de retirada de pedras nos rins de uma pessoa e o motivo era o excesso de refrigerante.

Foi desagradável desmentir essa história, principalmente pela quantidade de vezes que tive que rever o vídeo (eca!). Mas, valeu a pena, porque no fim das contas não se tratava de uma cirurgia em um ser humano, e sim em um cachorro. As pedras enormes retiradas nas imagens eram na verdade da bexiga de um dog. Confesso que fiquei com as imagens na cabeça por uns dias. Por isso essa entra definitivamente para o top 5.

4) Os corpos da Chapecoense

Entre as histórias mais tristes do ano e com certeza o boato que menos gostei de desmentir, quem ocupa a quarta posição do meu ranking é o boato sobre os corpos dos mortos no acidente de avião da Chapecoense.

Enquanto as famílias e o país ainda estavam em choque pelo ocorrido, teve gente desocupada que espalhou na internet imagens do que seriam os corpos das pessoas que faleceram na queda do avião. Pior, teve gente mais desocupada ainda compartilhando as imagens no WhatsApp.

No entanto, o que as pessoas saíram divulgando por aí na verdade eram os corpos do acidente errado. As tristes imagens eram das pessoas mortas no acidente do voo da Gol de 2006. Não tinha relação alguma com a Chapecoense. O que, claro, não diminui, mas aumenta, a estupidez de quem compartilhou essas fotos. Este entra na lista em quarto lugar, mas foi o mais revoltante de fazer no ano.

3) Dia Internacional da mulher – a farsa

Mais um da categoria “não acredito que as pessoas compartilharam isso”, a história de que a morte das mulheres que deram origem ao Dia Internacional da Mulher era uma invenção feminista e midiática me fez perder mais um pouquinho da fé na humanidade.

Em março, às vésperas do dia, começou a circular um texto bem absurdo de que o incêndio criminoso que matou as mulheres na fábrica norte-americana e que dinamizou o movimento feminista era invenção. Bom, feminista que sou, fiz questão de ir em cada documento possível que esclarece essa mentira para escrever o desmentido.

Ficou na memória e entra em terceiro lugar no meu top 5 porque deu um trabalho enorme levantar as informações, compilar e escrever de forma compreensível quase dois séculos de luta feminista e de acontecimentos que culminaram no Dia Internacional da Mulher. A esperança é que tenha valido a pena, já me satisfaço se essa história não voltar no próximo 8 de março.

2) Os males psicológicos causados pela Peppa Pig

Colocada em segundo lugar na minha lista de inesquecíveis, a história de que a Peppa Pig causa problemas psicológicos nas crianças quase ganha o primeiro, não fosse o absurdo do boato que a ocupa (vocês vão ver daqui a pouco). De qualquer forma, o caso da Peppa vai sempre estar entre os top do Boatos.org.

Começou a ganhar força em setembro a informação de que um estudo de Harvard tinha descoberto que ver o desenho da Peppa Pig causava mal às crianças. Para desmentir essa, não houve dúvida, fui direto na fonte – procurei nos estudos de Psicologia de Harvard e como era de se esperar não encontrei nadinha.

A história era tão falsa, que uma versão mexicana do boato associou a Peppa Pig ao autismo. COMO ASSIM? Relendo agora fiquei chocada novamente com como as pessoas acreditam em invenções tão sem sentido. É por isso que a Peppa é a vice da minha retrospectiva 2016.

1) O mais absurdo de todos, Blue Beam

O título desse boato o resume perfeitamente bem. O primeiríssimo lugar do meu top 5 de 2016 só poderia ser do Blue Beam, a história mais que absurda de que a Nasa vai simular a 2ª vinda de Jesus Cristo para dominar as pessoas. Tudo isso seria um plano de controle da Nova Ordem Mundial.

Parece roteiro de filme de ficção, mas não é. Essa história rolou mesmo esse ano e teve muita gente acreditando. E mais, se não bastasse a bizarrice da Nasa envolvida com a vinda de Jesus, as partes desse plano maléfico envolvem uma loucura maior que outra – tipo hologramas no céu do mundo todo.

A complexidade do próprio boato foi o que marcou – entre tantas outras coisas – o caso do Blue Beam. Isso porque tudo é baseado em uma teoria maluca de um cara que morreu nos anos 90 depois de prever errado (duas vezes) quando tudo isso supostamente iria acontecer. Portanto, tinha que ser a história do Blue Beam a primeira do meu top 5.

E não se enganem, foi muito difícil escolher só cinco. Como eu disse no início, 2016 bateu recorde no termômetro da bizarrice no que diz respeito a boatos. Mas vejam o lado bom: já acabou e o ano que vem tem mais!

 

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Retrospectiva 2016 – O melhor de 2016 no Boatos.org, por Hellen Bizerra

  • 03/01/2017 em 15:42
    Permalink

    Quando começarem a processar e exigirem indenizações de quem espalha determindados boatos, isso tenderá a diminuir. Acabar mesmo, não vai. Afinal, esse planeta está cheio de pessoas mediocres.

    Resposta
  • 30/12/2016 em 21:58
    Permalink

    São criminosos os que inventam estes boatos. Pior é o nível de ingenuidade dos que acreditam, pior ainda é que nem desmentindo com provas as pessoas continuam acreditando na mentira. H

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)