Vídeo que mostra queda de avião da Malaysian Airlines na Ucrânia é falso

By | 23/07/2014
Vídeo que mostra queda de avião não é da Malaysia Airlines

Vídeo que mostra queda de avião não é da Malaysia Airlines

Boato – Vídeo mostra queda de avião da Malaysian Airlines na Ucrânia. Nas imagens, não há míssil atingindo a nave.

No dia 17 de julho, um avião com 298 pessoas a bordo caiu na Ucrânia. O desastre do voo MH17 da Malaysia Airlines, que partiu de Amsterdã para Kuala Lumpur, vem gerando um grande debate. Afinal, existem fortes suspeita de que a aeronave teria sido abatida por um míssil disparado por separatistas pró-Rússia.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

A investigação sobre o acidente, se realmente foi disparado um míssil e quem disparou, ainda não foi finalizada. A Ucrânia afirma que a Holanda deveria fazer a investigação. Porém, problemas diplomáticos dificultam a questão. Para facilitar (ou não) a chegada à alguma conclusão, começa a circular um vídeo na internet, supostamente, sobre a queda do avião na Ucrânia.

Curta também a nossa página no Facebook e não caia em boatos

O vídeo, filmado de dentro de um carro, mostra um avião que simplesmente para de subir e vai ao chão. Na filmagem não há indício nenhum de que um míssil tenha atingido a aeronave. Confira o vídeo na íntegra abaixo:

Há uma frase que acompanha o vídeo

Imagem impressionante de uma queda de avião. Seria a queda do Airlines Boeing 777 da Malaysia que caiu hoje na Ucrânia?

E a resposta seria: não, esse não é o avião que caiu na Ucrânia. Primeiramente pela ausência do míssil, que segundo os Estados Unidos, teria acertado o avião. O site da Veja já divulgou o vídeo, confira clicando aqui, e esclareceu que a queda da aeronave foi no Afeganistão. O Boeing 747 caiu matando os sete tripulantes. Além disso, o vídeo mostra uma data de 2013, ou seja, não pode ser o avião derrubado na Ucrânia.

O site lifeissavage.com também nos ajuda a esclarecer que o vídeo foi filmado no Afeganistão, numa região perto da capital Kabul. E o G1 alerta que a tragédia vem sendo utilizada para divulgar notícias falsas. Então, vale frisar que a filmagem trata-se de um vídeo do ano passado. E não possui nenhuma relação com a queda do avião na Ucrânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *