Notícia falsa: lombada eletrônica é presa por multar juiz no Rio

By | 13/11/2014
Lombada foi presa por multar juiz, diz boato

Lombada foi presa por multar juiz, diz boato

Boato – Uma lombada eletrônica foi retirada de seu ponto após multar um juiz no Rio de Janeiro.

Ah, a famosa “carteirada”! Pra quem não sabe, carteirada é quando uma pessoa quer usar da autoridade e do poder que possui para não cumprir as regras exigidas dos demais, no caso, nós, reles cidadãos comuns.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Você já deve ter ouvido falar de diversos casos envolvendo políticos, juízes, etc. Agora, a novidade é quem, ou melhor, o que levou uma carteirada de um juiz dias atrás no Rio de Janeiro. Nada mais nada menos que uma lombada eletrônica! É, pelo visto o juiz ficou zangado, porque a lombada lhe aplicou uma multa. Confira a matéria na íntegra:

Uma lombada eletrônica foi retirada de seu ponto hoje de manhã no Rio por ter tido a ousadia de multar um juiz. O carro do juiz foi fotografado pela lombada instalada no Alto da Boa Vista a 90 quilômetros por hora, 10 acima do permitido. Câmeras de segurança flagraram o magistrado saindo do carro e mostrando sua carteira para a lombada. Como o objeto não respondeu, o juiz deu voz de prisão.

Operários chegaram minutos depois e começaram a retirar o equipamento. O juiz agora anunciou que vai processar a lombada. “É um absurdo, ela me faltou com o respeito. Onde já se viu tirar uma foto minha sem autorização? Isso é desacato”, disse ele, encerrando a entrevista em seguida e prendendo os repórteres que ousaram lhe perguntar algo.

Na foto dá até pra sentir que a coitada da lombada está em prantos. Só que não, gente.

Está mais do que na cara que essa notícia é balela e nem precisava do Boatos.org pra você saber disso. Se bem que hoje em dia… só para constar: fizemos a matéria porque vimos pessoas acreditando na história.

Mas enfim, vamos ao que interessa: explicar o motivo da piadinha. O texto foi publicado pelo Sensacionalista, que, pra começar, já tem como slogan “Isento de verdade”. A página é famosa por satirizar fatos sempre com textos carregados de bom humor e sem nem um pingo de veracidade.

E o que levou à prisão da lombada eletrônica parecer tão verossímil? Sem dúvidas, foi a decisão do Tribunal de Justiça do Rio em condenar a agente de trânsito Luciana Silva Tamburini por danos morais contra João Carlos de Souza Correa, adivinhem… um juiz.

Durante uma fiscalização da Lei Seca, em 2011, a agente abordou o juiz no Leblon, zona sul do Rio. O juiz estava sem carteira e o carro não tinha placa e documentos. É claro que o veículo foi rebocado.

Foi aí que João se identificou como juiz. A agente considerou o ato como uma tentativa de carteirada e respondeu dizendo que “juiz não é Deus”. Ela recebeu voz de prisão e foi julgada por abuso de poder, tendo que pagar uma indenização de R$5 mil.

Portanto, a notícia é falsa, mas não deixa de ser uma crítica aos que ainda insistem em abusar do poder que lhes é atribuído. Depois de tudo isso, sei que muita gente vai ficar é com pena da lombada eletrônica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *