Notícia falsa: Jovem se mata após ver conversa do WhatsApp em telão

By | 26/11/2014
Mulher se matou após ter conversa divulgada em telão, diz boato

Mulher se matou após ter conversa divulgada em telão, diz boato

Boato – Uma garota de 23 anos de Recife se matou após ter conversa do WhatsApp divulgada no telão da faculdade.

Hoje em dia, podemos observar boatos de todos os tipos. Desde os mais difíceis de provar a falsidade até os mais ‘cara dura’. Mas o que existe em comum entre todos eles é a criatividade. E haaaaaja criatividade para tanta mentira, amigos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

O Boatos.org recebeu essa semana uma notícia que causou revolta em grande parte do mundo virtual. Segundo informações, uma estudante de Recife teria se matado após ter uma conversa no Whatsapp divulgada em um telão na sala de aula. Confira o texto: 

Curta também a nossa página no Facebook e não caia em boatos

No Recife, uma garota de 23 anos, identificada pelo nome de Raquel Rayanne Raissa da Rocha Riviera, estudante de Rentolonologiatistica, se matou com três tiros certeiros na cabeça, após ter uma conversa particular, no aplicativo WhatsApp, divulgada em um telão na faculdade, onde todos os alunos visualizaram.

A conversa chamou a atenção dos colegas de faculdade, que ficaram de boca aberta quando leram as mensagens. Ainda não se sabe quem teve a ideia de divulgar o conteúdo das conversas no telão, que seria usado apenas para exibir um trabalho dos estudantes. Alguns acreditam que tenha sido o namorado dela. Ele nega.

Uma colega de faculdade disse que Raquel fez o que qualquer pessoa faria. “Eu me jogaria da ponte se minhas conversas no WhatsApp também fossem divulgadas num telão”, disse a amiga. 

Para quem ainda não sabe, a fonte da notícia (o site que criou a história antes de ele ser copiada) é o site G17, é um veículo que produz notícias falsas. Isso mesmo, nada do que o site publica é verdade. Além disso, a matéria apresenta informações erradas – e engraçadas – do início ao fim.

Raquel Rayanne Raissa da Rocha Riviera pode até ser um nome criativo, porém, não existe ninguém no país com o registro desse nome. Outro fato curioso é o nome do curso.

Não sei vocês, mas nem eu e nem o Ministério da Educação ouvimos falar no tal curso de Rentolonologiatistica. Por fim, também nunca vi um suicídio com mais de um tiro na cabeça. Acho que os absurdos citados acima já são o suficiente para provar que, de fato, a notícia é falsa.

Bullying é coisa séria e temos vários exemplos de conversas e fotos comprometedoras que acabam no lugar errado. Porém, a história acima não passa de conversa pra boi dormir. Até a próxima!

3 thoughts on “Notícia falsa: Jovem se mata após ver conversa do WhatsApp em telão

  1. Jhone Luiz de Paula

    Óbvio que seja falsa… Quando li “3 TIROS CERTEIROS NA CABEÇA” já sabia que era falsa… Se o primeiro fosse certeiro, como teria dado os outros dois???

    Reply
  2. Pierrot

    Cara… a cada linha da noticia era um absurdo atrás do outro.
    TRÊS TIROS? é tão ruim de pontaria assim?

    Reply
    1. Lucas

      Lê denovo a parte que está escrito como ela se matou, mas desta vez leia o restante da oração.
      O mais absurdo é que acertar um tiro na cabeça tu morre, e se não morrer imediatamente nunca vai ter forças para puxar o gatilho pela segunda vez…

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *