Notícia falsa: Dilma contrata 300 mil policiais cubanos para a Copa

Boato também dz que viaturas de Cuba serão esportadas para o Brasil

Boato também dz que viaturas de Cuba serão esportadas para o Brasil

Boato – Para garantir a segurança na Copa do Mundo, a presidenta Dilma mandou contratar 300 mil policiais cubanos para atuarem no Brasil. É o programa “Mais Policiais”.

Mais uma polêmica envolvendo cubanos no Brasil, surpresa? Não. Verdade? Logo você descobrirá. Depois de um boato sobre médicos cubanos, circula um texto na internet que diz que o governo brasileiro contratou 300 mil policiais cubanos para a Copa do Mundo e, além disso, também importará materiais e viaturas de Cuba. O texto que foi publicado no site G17 diz o seguinte:

Dilma contrata 300 mil policiais cubanos para a Copa do Mundo

Além de policiais, o governo brasileiro importará de Cuba material e viaturas

A Presidente Dilma Rousseff contratou 300 mil policiais de Cuba, para cuidar da segurança do Brasil durante a Copa do Mundo. Raul Castro enviará, além dos homens, armamento de grosso calibre e estilingues, além de algumas viaturas para reforçar o patrulhamento ostensivo.

Também está incluso, no material que os cubanos trarão para o Brasil, cabos de vassoura para bater nos protestantes e assim, evitar que as manifestações estraguem a imagem da Copa.

Algumas viaturas da polícia de Cuba também serão exportadas para ajudar no patrulhamento durante a Copa no Brasil. Ainda não se sabe quanto o governo deve gastar com a contratação dos policiais. Raul Castro preferiu não revelar.

Segundo o texto, o Brasil estaria investindo em um “Programa Mais Polícia”. Mas vamos aos fatos. A notícia foi publicada no G17, onde a política editorial descrita no site é:  “G17 é um site de humor e as notícias aqui publicadas não devem ser levadas a sério, muito menos servir como fonte de informação, pois se tratam de sátiras e piadas sem qualquer fundo de verdade (saiba mais)”.

É óbvio que a notícia é falsa! Mas mesmo assim, a repercussão foi bem grande. O post recebeu 684 comentários até o momento, pelo plugin do Facebook. E os comentários variam de “lavar dinheiro e depositar em Cuba, o brasileiro tem que reagir a isto tudo” a “kkkk programa mais policia só falta essa”. Ou seja, alguns internautas realmente levaram a sério a notícia.

A matéria afirma que Raul Castro traria também viaturas para o Brasil. Para quem não conhece, Raúl Castro é o presidente de Cuba, que no texto foi escrito sem acento. Se fosse uma notícia verdadeira, de um site com notícias verdadeiras, provavelmente o nome estaria escrito correto. Isso também conta na credibilidade de um veículo de informação.

O tom em que o texto foi escrito também dá sinais de que se trata de uma piada, pois fala que os cubanos trariam para o país cabos de vassoura para bater nos protestantes. Nós sabemos que estamos há menos de 100 dias para a Copa, mas a situação também não chega a este ponto.

A imagem que acompanha o texto não se trata dos supostos policiais cubanos que estariam vindo para o Brasil, mas sim, de policiais cubanos quaisquer, que foram buscados no Google. A imagem foi encontrada postada no site Solución Cuba, fazendo referência a policiais cubanos. Ou seja, provavelmente, o autor da matéria do G17 fez uma rápida busca por “policiais cubanos” no site de pesquisa (podemos citar o google mesmo?) e encontrou essa imagem para ilustrar o texto.

Apesar de a história ser falsa, é fato que a segurança brasileira será tratada com mais “força” mesmo.  Inclusive, segundo a presidente Dilma, o plano de segurança para Copa prevê uso até de Forças Armadas. A matéria sobre a segurança na Copa pode ser acessada no site do UOL.

Enfim. De cubanos no Brasil, por enquanto, apenas os médicos. Para saber mais sobre os policiais que trabalharão na Copa do Mundo, treinamentos e capacitação dos profissionais de segurança, basta acessar o Portal da Copa. Pode ver que lá não tem nenhuma informação sobre profissionais da terra de Fidel.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta