Professora Yokasta M obriga alunos a transar com ela em troca de notas altas #boato

Boato – A professora colombiana Yokasta M mandava fotos íntimas e obrigava alunos a ter relações sexuais com ela em troca de notas altas.

Algumas histórias que viralizam na internet (em redes sociais, blogs e até na “grande mídia”) são, de fato, muito impressionantes. O que não falta na web são assuntos polêmicos. Só há um detalhe: nem sempre eles são verdadeiros.

Muita vezes, algumas destas histórias ultrapassam fronteiras e alcançam (muitas vezes com a ajuda de tabloides britânicos) diversos países. É o caso da história da “professora colombiana Yokasta M”. De acordo com notícias e textos em redes sociais, ela obrigava enviada “nudes” para os seus alunos. Mais do que isso, ela os obrigava a ter relações sexuais em troca de notas altas.

A história começou em países de língua espanhola. Primeiro fotos da mulher começaram a vazar online junto com a “história das notas altas”. Há cerca de um mês, a história foi apresentada em um programa de fofocas na Espanha (assista no vídeo abaixo). Não foi só isso, há cerca de uma semana o “maravilhoso” (só que não) Daily Mail relatou a história. Obviamente, a história da Colômbia chegou ao Brasil depois disso.

A versão “brasileira” do caso foi disseminada graças a alguns portais de notícias. “Uma professora casada de Medellín, Colômbia, foi presa após acusações de que transava com alunos menores de idade e, em troca, dava notas boas a eles”, diz um trecho do texto. Algumas versões (sempre acompanhada das tais fotos da professora) também davam conta de que ela teria sido presa e poderia ser condenada a 40 anos de prisão. Leia (reprodução do Facebook):

Print da notícia falsa que falava que professora Yokasta M trocava sexo com alunos por notas altas
Print da notícia falsa que falava que professora Yokasta M trocava sexo com alunos por notas altas

Professora Yokasta M forçava alunos a ter relações com ela em troca de notas altas?

Vamos entender as coisas por partes. Primeiro, fotografias de uma mulher vazaram e foram compartilhadas em redes sociais. As imagens foram relacionadas com o “conto” da professora que dava nota boa para alunos que transavam. Você não acha tudo muito surreal? Pois é tão surreal que nem verdade é. Vamos aos fatos.

Depois que a mídia do mundo todo reportou o caso (e as fotos da mulher rodaram o mundo), a verdade apareceu.  Não existe professora Yokasta M (aliás que nome, né). As fotos nem da Colômbia são. As imagens íntimas são da venezuelana casada (e que mandou fotos para o marido) Ysmara Tatiana Martinez. Ela vive na cidade de Calabozo.

Em entrevista ao site de notícias locais Caraota Digital, Ysmara afirmou que, apesar de ser formada como professora, nunca deu aulas. A venezuelana não está, como era de se esperar, feliz com a história. Ela afirmou que o vídeo é dela, mas a “difusão indiscriminada atenta contra a integridade como mulher e esposa”.

Para além disso, sites colombianos foram fazer algo interessante (dizem que no jornalismo é bom fazer isso). O El Colombiano verificou com a polícia local sobre o suposto caso. As autoridades falaram que ele simplesmente não existia.

Nunca é demais repetir: a história que aponta que a professora colombiana Yokasta M, apesar de publicada em diversos locais da mídia, é falsa. É uma história horrível que inventaram com fotos pessoais de uma venezuelana que teve a intimidade exposta e foi difamada por grandes grupos de comunicação.

Se você vir essas imagens (que obviamente não serão mostradas aqui) não compartilhe. Além de espalhar uma fake news, você vai estar expondo a intimidade de alguém.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

4 comentários em “Professora Yokasta M obriga alunos a transar com ela em troca de notas altas #boato

  • 26/12/2017 em 01:10
    Permalink

    Ela ta errada mas sinceramente eu sendo aluno aproveitaria e a comeria todo dia se pudesse, coroa gostosa.

    Resposta
    • 08/05/2018 em 21:17
      Permalink

      O cara tem toda razão! Até eu a comeria e nem precisava me dar nota, basta ser carinhosa! Uma delícia de mulher… !

      Resposta
  • 23/11/2017 em 19:49
    Permalink

    Obrigado .fico mais tranquila com as informações corretas que a Boatos.org esclarece .assim fico mais segura. Obrigada a equipe da Boatos.org .abraços

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)