Mulher escorrega, cai em vulcão e morre queimada na lava #boato

Boato – Vídeo mostra momento em que uma mulher escorrega perto de um vulcão, cai na lava e morre queimada.

Como vovó já dizia, quem brinca com fogo pode se queimar. Se “quem brinca com fogo” pode se queimar, o que aconteceria com “quem brinca com um vulcão”? Se depender de um vídeo que circula na internet, o resultado não é dos melhores.

De acordo com a filmagem que circula online, uma mulher foi se aproximar para “ver um vulcão de perto”. No meio do caminho, ela escorregou, caiu na lava e teria explodido. Assista ao vídeo, viral no WhatsApp, e leia algumas das versões de textos que acompanham a filmagem.

Mulher louca escorrega pelas rochas e cai dentro de vulcão. Esposa: Amor vou ver o vulcão de perto! Marido: – Tá bom amor só toma cuidado que é perigoso. Esposa: Relaxa amor, da nada não!!!

Mulher escorregou, caiu em vulcão e morreu queimada na lava?

O vídeo chamou atenção de muitas pessoas, principalmente no WhatsApp. Mas será mesmo que tamanha tragédia aconteceu com a mulher? A resposta é não. Vamos desconsiderar todo o trecho da piadinha sobre a história da mulher e focar em duas informações importantes. Vamos aos fatos.

A primeira delas é que seria impossível fazer um vídeo tão próximo a um vulcão. A temperatura da lava passa facilmente dos 1000 ºC. A uma distância como a da filmagem, nem precisaria a mulher (e a pessoa que filma) cair na lava para acabar morrendo.

O segundo ponto é que o vídeo não passa, de fato, de uma montagem. No vídeo original, a menina está na beira mar, a amiga grita “vai filha”, ela escorrega e cai próximo ao mar. Um detalhe: ao final da filmagem já possível ver ela se levantando e voltando. Ou seja, ela está bem.


Resumindo: a história que aponta que uma mulher caiu na lava enquanto “brincava” perto de um vulcão é falsa. O vídeo não passa de uma montagem com outro vídeo na internet. Pode ficar sossegado.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Sandro Z., diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)