Estado Islâmico tomou Quaragosh, cristãos morrem e papa pede oração #boato

Boato – Após invasão em Quaragosh, principal cidade cristã no Iraque, papa pede que pessoas orem pelas vítimas do Estado Islâmico no país.

Não é de hoje que as histórias sobre o papa Francisco circulam na internet. O pontífice é popular, bem visto pela mídia, está quase sempre em pauta na imprensa e tem mobilizado causas importantes dentro da Igreja Católica. É considerado por muitos um símbolo moderno de benevolência.

Corrente falsa sobre Papa e invasão do Estado Islâmico em Quaragosh se espalha
Corrente falsa sobre Papa e invasão do Estado Islâmico em Quaragosh se espalha

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Assim como Francisco I, não faltam na internet histórias sobre o famigerado Estado Islâmico. O grupo terrorista também segue em alta na mídia, por razões muito opostas ao papa, claro. São os assassinatos, a crueldade e a guerra que têm devastado os territórios sírios e iraquianos que fazem o grupo estar em pauta.

Quando esses dois “personagens” tão opostos aparecem envolvidos numa mesma situação é claro que o assunto bomba na web. Bem por isso, tem-se compartilhado muito um aviso importante: o papa Francisco pediu orações e compartilhamentos para as vítimas cristãs que estão padecendo nas mãos do Estado Islâmico em Quaragosh, no Iraque. Confira:

Por favor, vamo-nos manter em oração urgente porque o grupo islâmico radical, tomou Quaragosh, a maior cidade cristã do Iraque. Há centenas de homens, mulheres e crianças cristãs sendo mortos. O Papa Francisco está pedindo cobertura de oração. Por favor, tome um minuto e oremos por eles. Passa a mensagem para todos os seus contatos. Eles pediram oração por favor.!! Independentemente de credo ou religião.

Estado Islâmico tomou Quaragosh e o Papa pediu compartilhamentos?

Diferente da maioria dos desmentidos do Boatos.org, precisamos dizer que essa história seria verdadeira (choquem-se) se não fosse um detalhe: os ocorridos descritos em Qaraqosh (e não Quaragosh) aconteceram há pouco mais de dois anos.

Como estamos em 2016 e não em 2014, essa corrente acaba sendo uma coleção de informações mal contadas. Há cerca de um mês foi retomada pela coligação internacional que luta contra o Estado Islâmico.

Em 2014, quando se intensificou a atuação do EI sobre a cidade e as perseguições contra cristãos no Oriente Médio aumentaram, o Papa Francisco separou uma parte de sua homilia para pedir proteção às vitimas cristãs maltratadas no Oriente Médio. O pontífice também sensibilizou os presentes na Praça São Pedro e pediu orações pela paz e resolução desses conflitos.

No entanto, o Papa não escreveu o apelo que tem sido repassado muito menos pediu que sua mensagem fosse compartilhada entre “os seus contatos”. Aliás, não é só para esse tema que Francisco pede orações, ele faz isso sempre (vide a mobilização que ele pediu em favor do Haiti após o recente furacão que devastou o país).

E aí que está o grande problema: da forma como tem sido repassada faz-se entender que tudo ocorreu agora, isso é falso. Ideal é repassar que a cidade foi finalmente recuperada e que as graças foram alcançadas. O papa, provavelmente, aprovaria.

Resumindo: o papa até pediu orações para cristãos no Iraque (não necessariamente em Qaraqosh ou Quaragosh), mas eles já estão em uma situação muito melhor do que a descrita no texto que, com o tempo, já se tornou boato.

PS: Esse artigo foi uma sugestão das leitoras Marcia Matias, Kátia Valeira, de Eider Lopes e outros dois leitores que não se identificara. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org entre em contato com a gente pelo site, no Facebook ou no WhatsApp, pelo telefone 61 99331 6821.

20 comentários em “Estado Islâmico tomou Quaragosh, cristãos morrem e papa pede oração #boato

  • 10/04/2017 em 20:02
    Permalink

    Em muitos os casos as pessoas gostam de sair publucando notícias que sejam bombástica independente de saber ou não o procedimento da notícia de onde surgiu ou quando surgiu, o ideal seria antes de sair compartilhando procurar primeiro entender o fato pra passar uma notícia certa da maneira correta… Um exemplo complicado: se alguém compartilhar a imagem de uma pessoa afirmando q tal pessoa praticou certos atos e pra ter cuidado e mandando compartilhar pra que mais pessoas tomem cuidado neste caso sempre vem uma segunda pessoa e compartilha e assim se espande ao mundo num piscar de olhos. .. Depois sim ter muito cuidado com a mídia, nas redes socuais tem de tudo. Enfim independente de quando aconteceu continuemos orando para Deus ter misericórdia e estar conosco em todo o tempo no dando força amém fiquem todos na paz de Jesus Cristo

    Resposta
  • 10/04/2017 em 14:27
    Permalink

    Vix como esse povo tem mania de compartilhar sem se informar

    Resposta
  • 10/04/2017 em 13:05
    Permalink

    O imbecíl ainda declara o estado islâmico como estado independente! Coisa que o mundo inteiro rejeita, e são os maiores inimigos dos cristão, e dos judeus, alias; principal mente dos cristãos e judeus porque na verdade a intenção deles é fazer uma purificação santa no mundo inteiro! O que é essa purificação espiritual? É eliminar todo aqueles que não se dobrar a religião diabólica deles.

    Resposta
  • 10/04/2017 em 03:04
    Permalink

    Por favor, corrijam a informação “Francisco I”. Como já foi dito, ele não é “primeiro” porque nunca houve um segundo. Pode ser que haja algum dia. O Papa é somente “Francisco”.
    Como vocês buscam a verdade dos fatos, pf, façam a correção deste engano. Obrigado.

    Ps.: poucos dias após a eleição do Papa Francisco, a Santa Sé fez uma declaração sobre o erro de dizer “Francisco I”.

    Resposta
  • 08/04/2017 em 14:39
    Permalink

    Eu penso que orar,rezar só nos edifica sim é o mundo está precisando,enfim o planeta Terra pede orações, então não percamos tempó e oremos para um mundo melhor!

    Resposta
  • 08/04/2017 em 04:59
    Permalink

    Esse cometário do blog também está desatualizado, fala que foi a dois anos, que a invasão foi em 2014 e que estamos em 2016… Concordo com todas as pessoas que disseram “boato ou não, vamos orar porque estão sempre em guerra ou porque devemos orar sempre, etc”, mesmo 03 anos depois do ocorrido todas as preces ou orações serão ouvidas se feitas com amor próximo e desejo sincero de que o bem reine um dia nesse planeta que Deus nos permite usar como Lar. Um detalhe chama minha atenção, dos 10 comentários anteriores ao meu, 4 foram feitos por pessoas do sexo masculino sendo que dessas somente uma pediu que sim oremos sempre, ao passo que dos comentários feitos por pessoas do sexo feminino todos, 100% nos chamam à prece, faz-me refletir na seguinte questão, se as decisões importantes em todos os povos fossem tomadas pelas mulheres, será o planeta estaria vivendo nesse momento tudo que está vivendo ou a paz, a harmonia e a fraternidade universais já teriam ser instalado em todo o planeta? Meu voto é sim!!!… Oremos sempre pelo bem para todos em todos os locais, somos todos irmãos!!…

    Resposta
    • 09/04/2017 em 12:29
      Permalink

      realmente Marcos Souza devemos orar a qualquer tempo e em qualquer circunstância pois todos precisamos de orações porém a questão é a da utilização do nome do Papa para sensibilizar as pessoas e isso acaba tirando a seriedade da postagem e até mesmo a credibilidade, imputando algo a alguém que não o fez. Esta é a minha crítica, ressalvando que a oração é essencial a todo momento!

      Resposta
  • 07/04/2017 em 20:39
    Permalink

    Nunca compartilho sem antes checar a informação.

    Resposta
  • 25/02/2017 em 00:45
    Permalink

    Esclareço ao blog responsável pelo boato ou não, que não existe nenhum Papa Francisco I. Existe o Papa Francisco que num futuro pode ser sucedido por um Papa Francisco II.
    Eprendam!!!!

    Resposta
  • 29/12/2016 em 16:31
    Permalink

    Orações são sempre bem vindas independentemente de tempo, forma e lugar. O fato é verdade que é acontecido, mas o povo palestino, bem como os do mundo inteiro, quando há falta de justiça, precisa urgentemente de orações. Boato? Que boato nada, isso é uma realidade constante, pesadelo, que vivemos já há muito tempo. Saúde e paz para todos!

    Resposta
  • 29/12/2016 em 01:59
    Permalink

    Estamos perdendo tempo! Vamos rezar!!!

    Resposta
    • 11/04/2017 em 15:00
      Permalink

      Orar/rezar é perder tempo. É uma maneira de não fazer nada e fingir que está fazendo alguma coisa.

      Resposta
  • 28/12/2016 em 12:28
    Permalink

    O planeta terra está precisando muito de orações e vibrações positivas sim, independente se é boato ou não, precisamos orar pelo nosso país, pela África, pelo oriente médio, por todos. Então ao invés de procurarmos farsas, entremos em oração por nós mesmos e por um planeta melhor.

    Resposta
  • 28/12/2016 em 11:40
    Permalink

    EU FICO TRISTE COM PESSOAS QUE AINDA TEM SENSO DE HUMOR, COM A DESGRAÇA QUE ASSOLA O MUNDO. TODO E QUALQUER SER HUMANO QUE ESTIVER EM MEIO A GUERRAS PRECISA SIM QUE LEVANTEMOS AS MÃO E PEÇAMOS AO SENHOR PAZ ENTRE OS HOMENS.

    Resposta
  • 28/12/2016 em 10:51
    Permalink

    Constantemente orações são pedidas pelo papa e pelos evangélicos de missões internacionais,, pela Organização Portas Abertas. Mas, não deixemos de orar pelos cristãos no Oriente Médio.. as perseguições são constantes lá. Oremos então, pela Paz Mundial!!!!

    Resposta
  • 28/12/2016 em 09:29
    Permalink

    Ainda que boato, é edificante.
    Não atrai discórdia e sim, amor.

    Resposta
  • 27/12/2016 em 22:55
    Permalink

    Nao é boato! O papa pediu orações e alguem tomou a bela iniciativa de pedir a todos rezarem em um horário especifico para melhores vobraçoes.

    Resposta
    • 28/12/2016 em 12:55
      Permalink

      É boato porque o fato não existe mais e porque o Papa não pediu compartilhamento!!

      Resposta
  • 27/12/2016 em 22:23
    Permalink

    Muito esclarecedor ja que somos bombardeados diariamente por notícias que nem sempre temos condições de checar na hora. Carlos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)