Estado Islâmico tomou Quaragosh, cristãos morrem e papa pede oração #boato

By | 05/11/2016

Boato – Após invasão em Quaragosh, principal cidade cristã no Iraque, papa pede que pessoas orem pelas vítimas do Estado Islâmico no país.

Não é de hoje que as histórias sobre o papa Francisco circulam na internet. O pontífice é popular, bem visto pela mídia, está quase sempre em pauta na imprensa e tem mobilizado causas importantes dentro da Igreja Católica. É considerado por muitos um símbolo moderno de benevolência.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Corrente falsa sobre Papa e invasão do Estado Islâmico em Quaragosh se espalha

Corrente falsa sobre Papa e invasão do Estado Islâmico em Quaragosh se espalha

Assim como Francisco I, não faltam na internet histórias sobre o famigerado Estado Islâmico. O grupo terrorista também segue em alta na mídia, por razões muito opostas ao papa, claro. São os assassinatos, a crueldade e a guerra que têm devastado os territórios sírios e iraquianos que fazem o grupo estar em pauta.

Quando esses dois “personagens” tão opostos aparecem envolvidos numa mesma situação é claro que o assunto bomba na web. Bem por isso, tem-se compartilhado muito um aviso importante: o papa Francisco pediu orações e compartilhamentos para as vítimas cristãs que estão padecendo nas mãos do Estado Islâmico em Quaragosh, no Iraque. Confira:

Por favor, vamo-nos manter em oração urgente porque o grupo islâmico radical, tomou Quaragosh, a maior cidade cristã do Iraque. Há centenas de homens, mulheres e crianças cristãs sendo mortos. O Papa Francisco está pedindo cobertura de oração. Por favor, tome um minuto e oremos por eles. Passa a mensagem para todos os seus contatos. Eles pediram oração por favor.!! Independentemente de credo ou religião.

Estado Islâmico tomou Quaragosh e o Papa pediu compartilhamentos?

Diferente da maioria dos desmentidos do Boatos.org, precisamos dizer que essa história seria verdadeira (choquem-se) se não fosse um detalhe: os ocorridos descritos em Qaraqosh (e não Quaragosh) aconteceram há pouco mais de dois anos.

Como estamos em 2016 e não em 2014, essa corrente acaba sendo uma coleção de informações mal contadas. Há cerca de um mês foi retomada pela coligação internacional que luta contra o Estado Islâmico.

Em 2014, quando se intensificou a atuação do EI sobre a cidade e as perseguições contra cristãos no Oriente Médio aumentaram, o Papa Francisco separou uma parte de sua homilia para pedir proteção às vitimas cristãs maltratadas no Oriente Médio. O pontífice também sensibilizou os presentes na Praça São Pedro e pediu orações pela paz e resolução desses conflitos.

No entanto, o Papa não escreveu o apelo que tem sido repassado muito menos pediu que sua mensagem fosse compartilhada entre “os seus contatos”. Aliás, não é só para esse tema que Francisco pede orações, ele faz isso sempre (vide a mobilização que ele pediu em favor do Haiti após o recente furacão que devastou o país).

E aí que está o grande problema: da forma como tem sido repassada faz-se entender que tudo ocorreu agora, isso é falso. Ideal é repassar que a cidade foi finalmente recuperada e que as graças foram alcançadas. O papa, provavelmente, aprovaria.

Resumindo: o papa até pediu orações para cristãos no Iraque (não necessariamente em Qaraqosh ou Quaragosh), mas eles já estão em uma situação muito melhor do que a descrita no texto que, com o tempo, já se tornou boato.

PS: Esse artigo foi uma sugestão das leitoras Marcia Matias, Kátia Valeira, de Eider Lopes e outros dois leitores que não se identificara. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org entre em contato com a gente pelo site, no Facebook ou no WhatsApp, pelo telefone 61 99331 6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *