Estado Islâmico está leiloando cabeças de cristãos #boato

By | 24/02/2016

Boato – Cabeças de cristãos mortos pelo EI são leiloadas para colecionadores na internet.

Quando pensávamos que a bizarrice do mundo já tivesse chegado ao limite, histórias mais absurdas ainda apareceram, como colecionadores de itens que compram cabeças humanas. Quando as pessoas acharam que o EI já não tinha mais maldades para cometer, eles apareceram leiloando cabeças de cristãos na internet.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

História diz jornal inglês descobriu que o EI está vendendo cabeças cristãs na internet

História falsa afirma que o EI está vendendo cabeças cristãs na internet

É nessa mistura de bizarro e cúmulo de maldade que a história de hoje se encontra. Segundo notícia compartilhada em diversos sites e blogs religiosos brasileiros, o Estado Islâmico leiloa na internet cabeças de cristãos decapitados. E tem quem compre.

Confira:

‘O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) perdeu cerca de 20% dos seus soldados após os bombardeios aéreos da Rússia. Também foram derrotados em terra e perderam o controle de parte de seu “território”.

Movimentos internacionais liderados pelos EUA afirmam ter impedido o repasse bancário de milhões de dólares aos terroristas. Por causa disso, extremista muçulmanos passam por dificuldades econômicas.

De acordo com o jornal inglês Mirror, o EI está recorrendo a uma estratégia macabra para levantar dinheiro: vender cabeças de vítimas decapitadas. A denúncia partiu do pastor norte-americano Harry Walther. Ele conta que existem vários “colecionadores” dispostos a pagar cerca de 500 dólares por cada cabeça em sites de leilão. 

[…]

Walther afirma que as cabeças passam por um tratamento que as “encolhe” e desidrata. O método é antigo, e era praticado por antigas tribos. As cabeças atingem um tamanho bastante reduzido, pouco maior que uma bola de beisebol. […]

O pastor diz que o EI tenha milhares de cabeças para vender. Como as decapitações são frequentes, eles estariam fazendo uma espécie de “estoque”.’

Dois absurdos. Não o fato do EI cometer tamanha barbaridade e haver seres humanos que compactuem com isso, mas o fato das pessoas acreditarem nessa história e compartilharem inclusive.

Essa notícia correu sites ingleses e apareceu no Mirror para então ser traduzida por aqui (uma tradução bem mal feita, por sinal). De qualquer forma, o site britânico falou do assunto o tempo todo utilizando aspas, não assumindo as afirmações feitas pelo tal pastor Harry Walther.

Aliás, Harry Walther existe, mas não encontramos boas referências sobre o homem. Alguns blogs americanos vêm criticando as ‘profecias’ do pastor há anos. E sequer encontramos o original de suas informações. Além disso, se o pastor acompanha a venda pela internet, por que não prova ou encaminha uma denúncia sobre isso?

Mais importante ainda, o Estado Islâmico tem sido foco da mídia e tem suas atrocidades comentadas na imprensa sempre. Sobre a venda de cabeças de cristão não há nenhuma notícia nos grandes portais, nada mesmo. Curioso, porque jornais como o Estadão não hesitaram em falar sobre a venda de crianças e de reféns pelo EI.

A falta de provas e de cobertura midiática e a incredibilidade da fonte encerram o caso. De qualquer forma, continuamos de olho e se alguém se deparar com um site que leiloa cabeças humanas avise a gente, depois de avisar as autoridades, claro.

4 thoughts on “Estado Islâmico está leiloando cabeças de cristãos #boato

  1. Mohamed

    Imbecil quem acredita.
    Desde quando o estado islâmico precisa vender ou leiloar para ganhar dinheiro?
    Eles simplesmente roubam matam assaltam.

    Reply
    1. Isaque demani

      Exatamente! o que significa aquela foto? Fazer a decapitação pode? Só não pode vender em leilão?

      Reply
  2. Ernesto Naoki Fukushima

    O fato de não aparecer na mídia não é prova cabal de que não seja fato. Afinal, quem são os grandes donos da grana senão os próprios donos do petróleo? é preciso mais do que mídia (ou a ausência dela) pra provar que algo é boato.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *