Hoax diz que radiação de Fukushima chegou ao Brasil

By | 29/12/2013
Jovem afirma que cidade de Encantado teve níveis altos de radiação

Jovem afirma que cidade de Encantado teve níveis altos de radiação

Boato – Uma medição feita por um cientista amador da cidade de Encantado (RS) aponta que os níveis de radiação na cidade estão altíssimos. A suspeita dele é de que a radiação de Fukushima chegou ao Brasil.

Desde que o grande terremoto de Tohoku aconteceu em março de 2011, muitas teorias da conspiração relacionadas ao assunto têm aparecido na internet. A grande maioria delas é relacionada à usina nuclear de Fukushima, que foi atingida gravemente pelo terremoto.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Dada a distância entre o Japão e o Brasil, pouco se falava a respeito dos riscos que o nosso país teria após o acidente nuclear. Isso até aparecerem alguns vídeos alarmantes no Youtube. Feitos pelo gaúcho Samuel Dal Pizzol, os vídeos alertam para os altos níveis de radiação que têm atingido a cidade de Encantado (a cerca de 150 quilômetros de Porto Alegre).

Em um dos vídeos, que pode ser visto logo abaixo, Samuel aponta que encontrou uma quantidade de até 86 uSv/h (microsievert por hora, unidade para medir radiação).

Depois da filmagem, algumas postagens começaram a aparecer na web. Leia uma delas:

Vejam estes vídeos, são sérias denúncias que quase ninguém conhece ou dá crédito, a radiação já tem chegado ao Brasil através da precipitação das chuvas trazidas pelo pacífico!

Os testes dos vídeos foram feitos na cidade de Encantado, Rio Grande do Sul.

A coisa está mais séria do que se pensava…

Flores e frutos também já demonstram sinais de mutações aqui no Brasil.

Se houver um terremoto no Japão, as consequências serão apocalípticas!

Claro que a descoberta do jovem gaúcho chama atenção. Porém, fatos apontam alguns furos na teoria de que a radiação de Fukushima havia chegado ao Rio Grande do Sul. A primeira delas é em relação ao valor apontado pela medição. Ele seria capaz de matar uma pessoa em médio prazo.

Essa matéria do site da Veja mostra que o nível de radiação médio que uma pessoa deve receber é 2,4 uSv por ano. Na matéria há um ótimo gráfico que também aponta consequências da exposição à radiação.

O R7 também correu atrás da história de Samuel e, na própria matéria, que pode ser lida aqui, especialistas descartaram a hipótese da radiação de Fukushima ter se deslocado para Encantado. Uma delas até levantou a suspeita do aparelho estar desregulado.

Mais do que isso. Ministério Público, em conjunto com a CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear), acabou fazendo um levantamento sobre radiação na cidade. Nada fora dos padrões acabou sendo encontrado.

Ou seja, para o MP e pesquisadores, não há chances da cidade ter um nível de radiação fora dos padrões. Tampouco há a chance da radiação de Fukushima ter atravessado o mundo e parado em uma cidadezinha do interior do Rio Grande do Sul. Com isso, podemos afirmar que, até que se tenham provas mais concretas, tudo não passa de mais uma teoria da conspiração.