Mentira: homem tem que pagar pensão por causa de status no Facebook

By | 05/12/2013
Juiz obrigado ex-namorado a pagar pensão por causa de Facebook

Juiz obrigado ex-namorado a pagar pensão por causa de Facebook

Boato – O  juiz Antonio Nicolau Barbosa Sobrinho, da 2ª vara de Família de Curitiba, obrigou um homem a pagar pensão alimentícia após fim de relacionamento. O motivo seria o status no Facebook.

Essa notícia assustou muitas pessoas que gostam de demonstrar o amor em redes sociais. Uma falsa reportagem que surgiu no blog de humor Bobagento fala que uma jovem de 23 anos conseguiu conquistar o direito à pensão alimentícia após provar que manteve um relacionamento de dois anos com um homem. A prova seria o status do Facebook do rapaz. Você pode ler o texto sobre o assunto na íntegra neste link.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

De acordo com a falsa matéria, o juiz percebeu que os dois realmente mantinham um relacionamento após ter visto diversas fotos do casal juntos e dividindo a mesma cama, por postagens públicas onde ele falava “minha mulher” e, claro pelo, status de “relacionamento sério” na rede social. A matéria ainda fala que o homem terá que pagar pensão de R$ 900 e dividir o valor de um Celta 2007.

A notícia chegou a ser publicada por alguns jornais brasileiros como o Diário de Pernambuco. Mas, como se pode imaginar, a matéria é falsa. O primeiro fato que contesta a veracidade da história está no próprio juiz (o único identificado na história). Ao buscarmos o nome de Antonio Nicolau Barbosa Sobrinho, só encontramos o texto desta matéria. Ou seja, ele é fictício.

Já o casal da foto nem brasileiro é. Na verdade se trata de uma americana e um escocês que foram assassinados em 2011 no Paquistão. De acordo com esta matéria do Daily Mail, à época havia suspeitas de que o crime estava relacionado a um “acerto de honra”.

O site do jornal A Notícia (de Santa Catarina) falou sobre a falsa decisão do juiz em novembro de 2013. Na reportagem, eles entrevistaram uma advogada que afirmou categoricamente que o status na rede social não tem valor jurídico em decisões. Ou seja, a história é um boato e, além disso, nem adianta alguém entrar na Justiça querendo um dinheiro por causa de um status no Facebook.

 Leia na íntegra o texto do namorado que teve que pagar pensão por causa do Facebook

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *