Atenção: bebê que nasceu sem pernas e braços no Ceará já morreu

Bebê que nasceu sem braços e pernas já morreu
Bebê que nasceu sem braços e pernas já morreu

Boato – Curta foto de bebê sem braços e pernas e escreva amém nos comentários para ajudá-lo a se curar.

Poucos comportamentos são mais idiotas em redes sociais como o compartilhamento de crianças doentes. Administradores de páginas e usuários sem escrúpulo nenhum utilizam da prática para conseguir mais “curtidas” e “compartilhamentos” no Facebook e “retuítes” no Twitter. Esse é o caso da história de hoje.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Em cinco dias, a página “Pagode Total” conseguiu nada menos do que 900 mil curtir e 120 mil compartilhamentos em uma foto bizarra. Na imagem, um bebê sem os braços e pernas aparece recebendo leite na mamadeira da mãe. A mensagem, mais do que apelativa, dizia o seguinte:

POR FAVOR, NÃO IGNORE ISSO!!!

POR FAVOR AJUDE ESSE BEBÊ COM SUA ORAÇÃO.

POR FAVOR NÃO ROLAR PARA BAIXO SEM ESCREVER ‘AMÉM’

POIS SEU AMÉM É PODEROSO!!!! ELE TA EM BOAS MÃOS !

Resolvemos pesquisar a imagem para saber a história que está por trás dela. Antes de tudo, queremos reiterar que não temos nada contra pessoas que oram (ou rezam) por alguém que está doente. Se a fé da pessoa manda isso, ela que faça.

Mas há dois problemas no compartilhamento desse tipo de imagens. O primeiro é a divulgação de uma imagem chocante como essa em redes sociais. Ela, na realidade, causa mais curiosidade pelo bizarro do que vontade de ajudar por parte das pessoas. Afinal, não há muito o que fazer.

E no caso do bebê da imagem, não há o que fazer mesmo. A criança é Cauã, que nasceu na cidade de Caucaia (Ceará) no ano passado. O pequeno acabou morrendo em 2013, vítima de problemas cardíacos. Esta reportagem da Tribuna do Ceará fala da morte. Essa matéria da TV Verdes Mares fala do nascimento dele.

Resumindo: o bebê morreu e, infelizmente, você só vai acabar ajudando uma página sem escrúpulos se curtir ou compartilhar a imagem. E antes que você pense, compartilhar imagens de bebês doentes não fará o Facebook doar dinheiro. 

PS: esse artigo foi uma sugestão do leitor Sandro Anderson. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.  

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)