Lorota: OVNI com 450 quilômetros de diâmetro é registrado por satélite no Chile

By | 29/09/2014
Satélite teria fotografado OVNI de 450 Km no Chile, diz boato

Satélite teria fotografado OVNI de 450 Km no Chile, diz boato

Boato – Satélites registraram OVNI com 450 quilômetros de diâmetro ao redor da Terra. Imagem foi feita no Chile.

Objetos voadores não identificados, ou OVNIs, sempre nos chamaram atenção e movimentaram a página do Boatos.org. Como o caso do OVNI em Agudos (SP) ou de Toronto, no Canadá, que já foram resolvidos por aqui. Enquanto um fazia parte de um comercial, o outro era nada mais do que um drone.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Recentemente, mais um mistério envolvendo discos voadores começou a circular pela internet novamente. De acordo com a história, a aeronáutica do Chile teria liberado um documento sobre o tema, onde trazem duas fotos que mostram um objeto com 450 quilômetros de diâmetro sobrevoando o país.

O fato aconteceu em 1992 e foi fotografado por um satélite norte-americano. Em 1996, o mesmo objeto pode ser visto sobre o Brasil. A história foi divulgada, no nosso país, pelo site Verdade Mundial. Leia:

Depois de anos de investigação foi liberado, pelas autoridades da aeronáutica chilena, um impactante documento relacionado com o tema OVNI. Duas fotografias de satélites fotografaram sobre a América do Sul, um objeto que media mais de 450 quilômetros de diâmetro.

Isto ocorreu em 1992 quando um satélite estadunidense fotografou o objeto gigantesco e elíptico próximo à costa do Chile, o mais fantástico é que o evento se repetiu em 1996, e sobre o Brasil, ano de grande onda ufológica, cujo seu início teve o caso Varginha, um dos maiores casos ufológicos do mundo.

Mas e aí? O qual é o mistério na história? Nenhum. Na realidade, o desmentido é quase tão velho quanto a balela. O investigador chileno Juan Jorge Faundes é que foi o responsável por resolver o mistério do OVNI gigante. Inicialmente, havia uma dúvida se o objeto seria uma “nave-mãe” ou a lua. Para isso, Faundes comparou a posição da lua na data e horário da foto com a posição do objeto presente nas fotografias.

E o resultado não decepcionou o chileno: o OVNI gigante era a lua. “Em cada um dos casos estudados, tanto a posição quanto o tamanho, forma e iluminação da Lua para este dia e hora, […] correspondem exatamente à posição, tamanho, forma e iluminação que se observa no suposto OVNI”, disse Faundes. E com isso temos mais um caso de OVNI resolvido. Afinal, o que poderia ser uma nave gigante de 450 quilômetros de diâmetro senão a lua?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *