Messi diz, em entrevista, que Israel mata crianças palestinas inocentes #boato

Boato – Depois do cancelamento do amistoso entre Israel e Argentina, o astro Lionel Messi falou ao TyC Sports que, como embaixador do Unicef, não joga contra “quem mata crianças palestinas” e que “somos humanos antes de ser jogadores de futebol”.

Falta exatamente uma semana para o início da Copa do Mundo da Rússia e parece que já temos a maior polêmica do período “pré-mundial”. Na última terça feira, 5 de junho de 2018, a Argentina anunciou que estava cancelando um amistoso contra a seleção de Israel, que seria realizado na cidade de Jerusalém. Esse foi o ponto final em uma discussão que já se arrastava há dias.

Tudo começou com a transferência do local do amistoso, que seria realizado na cidade de Haifa, para a cidade santa. De acordo com os israelenses, a partida faria parte de comemoração do 70º aniversário de Israel. A partir daí, grupos pós-palestina começaram a fazer protestos contra a seleção argentina (e, claro, ao principal jogador do time, Lionel Messi). Alegando falta de segurança, a AFA (Associação de Futebol Argentino) decidiu cancelar o jogo.

De um lado, Israel começou a acusar a Argentina de antissemitismo. De outro, palestinos celebraram o cancelamento da partida. No meio disso tudo, a uma suposta mensagem atribuída a Messi começou a circular na internet. De acordo com a mensagem (que circulou em diversos idiomas), Messi teria dito que teve que cancelar o amistoso porque não joga contra “contra pessoas que matam crianças palestinas inocentes”. Leia a mensagem, atribuída a uma entrevista ao TyC Sports, maior canal argentino de esportes.

Lionel Messi no tyc Sport: ” como embaixador da Unicef não posso jogar contra pessoas que matam crianças palestinas inocentes. Tivemos que cancelar o jogo porque somos humanos antes dos jogadores de futebol.”

Messi disse que não joga contra Israel porque país mata crianças palestinas inocentes?

A tal mensagem se espalhou muito na internet. Mas será mesmo que Messi deu as tais declarações sobre Israel e a Palestina ao TyC Sports? A resposta é não. Vamos explicar tudo com detalhes para você.

É fato que os jogadores argentinos tiveram, de certa forma, participação no cancelamento do jogo. Porém, a principal motivação foi segurança (principalmente após aparecer uma camiseta do time manchada de sangue). Afinal, por que arriscar a integridade de jogadores por uma partida que “soa como provocação”?

Também é fato que foram feitos apelos (como uma carta de 70 crianças palestinas) para que Messi não jogasse. Não se sabe o peso que esses pedidos ou que Messi tiveram na decisão. Mas o fato é que a declaração que circula online não foi feita.

Para checar a informação, fomos buscar como a história surgiu. Descobrimos que as primeiras publicações surgiram em inglês (como esse tuíte com nada menos de 22 mil compartilhamentos). Todas essas postagens falavam da suposta entrevista ao TyC Sports. Só há um detalhe: ela nunca existiu.

Ao buscar sobre Messi + Unicef no site de esportes, nada encontramos além de notícias antigas como, por exemplo, a do garoto afegão que era fã de Messi que viralizou vestindo uma “camisa de saco de lixo” e que posteriormente conheceu o ídolo. Nada sobre a declaração.

Tentamos ainda procurar por qualquer declaração pública de Messi a respeito do cancelamento do jogo entre Israel e Argentina e nada encontramos. Em sua entrevista mais recente, ao jornal Mundo Deportivo (da Espanha), ele falou sobre sobre diversos assuntos (Copa, Zidane, Cristiano Ronaldo e Neymar). Mas não falou nada sobre Israel e Palestina.

Resumindo: apesar de diversos elogios de quem defende a Palestina (e críticas dos pró-Israel) a Messi, ele não deu nenhuma declaração a respeito do assunto e o amistoso entre Israel e Argentina foi cancelado por motivos (pelos menos oficialmente) de segurança e não políticos.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Messi diz, em entrevista, que Israel mata crianças palestinas inocentes #boato

  • 07/06/2018 em 20:41
    Permalink

    Messi não falou isso? Então eu digo: ISRAEL É UM ESTADO GENOCIDA E TERRORISTA, QUE MATA CIDADÃOS PALESTINOS – PRINCIPALMENTE CRIANÇAS – POR PRAZER SÁDICO E MALDITO!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)