Matéria falsa da France Football sobre Copa no Brasil circula na web

Matéria da France Football é diferente de versão veiculada no Brasil

Matéria da France Football é diferente de versão veiculada no Brasil

Boato – Publicação francesa fez uma matéria onde criticou duramente o Brasil. Entre os fatores citados estão que Romário quer se autopromover, Tiririca exalta os ladrões, Brasil teve mais mortes que outros países, há cursos de inglês para prostitutas. Em resumo, Brasil não é um país sério.

Que o Brasil é realmente um país cheio de problemas todo mundo já sabe. Também já é sabido que o país tupiniquim será sede da próxima Copa do Mundo em junho desse ano, e toda sede de um grande evento mundial é alvo das especulações e falatório por parte da imprensa do mundo todo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Em janeiro de 2014, a revista francesa France Football (especializada em futebol) fez uma matéria expondo todas as do Brasil fragilidades para seus leitores e comparando o Brasil com o país europeu. O Boatos.org conseguiu ter acesso à matéria e separou os principais tópicos da publicação neste link.

Após a publicação, vários sites brasileiros, se aproveitando da situação, fizeram um texto com críticas pesadas a muitos problemas dos país. E logo um texto gigante com diversos tópicos começou a ser compartilhado em redes sociais. Você pode ler o texto na íntegra neste link.

Mas será que o texto que circula por redes sociais é realmente o que foi escrito pela France Football? A resposta é não. No texto que está sendo reproduzido no Brasil há pontos que nunca foi reproduzido na revista francesa. A revista faz críticas sim ao nosso país, mas não chega ao ponto de falar do deputado Tiririca associando a sua música à imagem do brasileiro.

Outros “fatos” atribuídos à revista falam que o ex-jogador e deputado Romário quer se autopromover, que Lula escolheu a Arena Corinthians porque é corintiano, que Brasília fez um estádio de 68 mil pessoas e tem um time com média de público de 600 pessoas, que prostitutas recebem curso de inglês e que o Brasil teve mais mortes no estádio do que em outros países.

Note que não estamos discutindo o mérito do que foi escrito de verdadeiro na mensagem que roda a internet (até porque há verdade, exageros e muito senso comum nela). Só estamos atestando que a France Football não escreveu críticas nesse sentido.

Além disso, dois outros fatores entregam a “matéria divulgada na internet”: o excesso de hiperlinks no texto (será que a France Football iria fazer isso?) e a não citação dos personagens que aparecem no texto.

Na matéria original (não publicamos a matéria por respeito aos direitos autorais da publicação separamos os principais tópicos neste outros link), a parte mais pesada da revista é quando um sociólogo BRASILEIRO fala dos atrasos da copa e afirma que não terá nenhum legado na copa do mundo. Detalhe: no texto que roda a internet não há nada que fale nisso. Também não cita o outro entrevista da matéria: Joseph Blatter, presidente da Fifa.

O artigo original trás como título: Brasil teme o mundial. A linha fina diz:  atrasos nas fases de entrega, aumento dos preços, risco de novos protestos de rua, grandes diferenças de calor entre os locais. O Mundial do Brasil está causando preocupação a 140 dias do jogo de abertura no dia 12 de junho, em São Paulo.

Em resumo, a revista fala do medo que se tem para a realização da Copa do Mundo no Brasil, pois com os atrasos nos estádios e em obras de infraestrutura causa pavor em toda a população mundial. O autor da matéria (a de verdade) aponta que trazer a Copa para o Brasil pode ter sido um erro estratégico. Não só por todos os problemas estrturais, mas também pelo clima quente em alguns estados.

Como a matéria é de um país europeu e a publicação é de renome internacional (vale lembrar que a France Football entrega um dos prêmios mais importantes do futebol mundial), esperto se aproveitou para fazer um alarde sobre a publicação.

O mais engraçado de tudo isso é como se aumenta o conto é como se em nosso país tropical se seguisse o bordão de um famoso ‘especialista de celebridades’ da televisão que diz ‘eu aumento, mas não invento’.  Claro que somos o espelho do mundo, principalmente por conta dos nossos grandes eventos, mas às vezes tem coisas que precisamos desconfiar e prestar atenção.

Leia nos links abaixo, o texto que está circulando na internet e a tradução dos principais tópicos da France Football e tire as suas conclusões.

Leia na íntegra o texto falso atribuído a Revista France Football ao Brasil

Leia na íntegra a tradução de parte da matéria da France Football sobre a Copa no Brasil

PS: esse artigo foi uma sugestão da leitora Ana Labate. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

2 thoughts on “Matéria falsa da France Football sobre Copa no Brasil circula na web

  1. Esequias Pierre

    Ótimo destaque e esclarecimento Augusto Travensolli, estranhei o texto quando vi, me pareceu muito exagerado, caricato e orientado mais em aumentar polêmicas e criar fatos do que discutir o mérito das coisas, um reflexo do que vem ocorrendo nas redes sociais e em certa medida na imprensa brasileira, que as vezes repercuti as coisas sem sequer tomar cuidado em checar as fontes.

    Reply
  2. Paulo Sergio

    O texto que circula na internet foi realmente fabricado, mas é a realidade de nosso país. É lógico que uma revista renomada não iria fazer críticas dessa natureza, mas para o bom entendedor… Foi um tapa com luvas de pelica, pois uma revista que se dedica a reportagens sobre esporte e premiações, se propor em uma edição a fazer comentários como ela fez. Podemos concluir que a revista só não escreveu o texto que circula na net, por se obrigada a seguir conceitos éticos, no entanto….

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *