Juan Pablo Montoya morreu em acidente de carro na Colômbia #boato

Boato – Juan Pablo Montoya, ex-piloto de Fórmula 1, morreu em um trágico acidente de carro em Bogotá, na Colômbia.

Não deve existir sensação mais estranha do que a de ler uma notícia sobre a sua própria morte. Pois bem, a internet tem pregado esse tipo de peça em muitos famosos. Só neste ano, a lista de celebridades “mortas” pela web teve nomes como Arlindo Cruz, Gilberto Gil, Padre Marcelo Rossi, Roberta Miranda, Fernanda Montenegro e outros.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Agora, a internet dá conta da morte do ex-piloto de F1, Juan Pablo Montoya. De acordo com as informações, o piloto morreu em um trágico acidente de trânsito em Bogotá, na Colômbia. De acordo com o texto, as causas do acidente ainda são desconhecidas. Leia o que diz o texto:

Morre Juan Pablo Montoya ex-piloto de F1

Juan Pablo Montoya ainda em Janeiro último se tinha sagrado “Campeão dos Campeões”. O piloto colombiano, que correu na Fórmula 1 entre 2001 e 2006, venceu a edição deste ano de 2017 da Race of Champions, que se realizou pela primeira vez nos Estado Unidos, em Miami.

Porém, em consequência de um trágico acidente de trânsito na cidade de Bogota, Colômbia, veio a registar-se a morte do ex-piloto de F1, de 41 anos de idade, Juan Pablo Montoya. Não são ainda conhecidas as causas do acidente mas, ao que parece, foram problemas técnicos nos travões do Nissan GT-R negro que conduzia, já que a viatura se encontrava sozinha no lugar do sinistro.

Juan Pablo Montoya morreu em acidente de carro na Colômbia?

Apesar de a publicação ter causado muita comoção na web, a história é falsa. Se você ainda não entendeu o porquê, a gente te explica.

A título de conhecimento, saiba que Juan Pablo Montoya é um automobilista colombiano. Foi campeão colombiano de Kart por três anos consecutivos, de 1981 a 1984. Em 1992, Montoya foi campeão do Campeonato Colombiano de Fórmula Renault.

Depois de conseguir conquistar os títulos em seu país, ele foi correr na Europa. Em 1997, ele chegou a ser piloto de testes da Williams na Fórmula 1. Em 1999, ele foi correr na CART (Fórmula Indy) e conquistou o título da categoria. Em 2001, estreou em corridas na Fórmula 1, onde ficou até 2004 e ganhou sete corridas. Em 2006, correr novamente nos EUA (desta vez na Nascar e, posteriormente, na Fórmula Indy).

Como você já deve imaginar, a história segue a regra clássica dos boatos de morte: uma morte trágica e pedidos de compartilhamento. Além disso, o texto não possui datas e fontes confiáveis e erros de ortografia comuns. E, claro, a história não foi noticiada em nenhum veículo de mídia (o que corrobora ainda mais para a tese de que a história é falsa).

Mas, não é só isso. Na realidade, a foto não se trata de um acidente com o piloto. A imagem é de um acidente de um Nissan GT-R na Suíça, em 2013. Para além disso, saiba que o piloto não só está vivo como também está postando nas redes sociais. Se você tem dúvida, confira no Facebook e Twitter dele.

Resumindo: Montoya não vai deixar saudades, porque não morreu. Ou seja, a história que fala da morte dele é só mais um boato que circula online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)