Balela: empresa desmata Amazônia para torcer pela Inglaterra na Copa

By | 15/06/2014
Paddy Power teria desmatado a Amazônia para mostrar apoio à Inglaterra, diz boato

Paddy Power teria desmatado a Amazônia para mostrar apoio à Inglaterra, diz boato

Boato – Empresa irlandesa Paddy Power desmatou centenas de árvores da Amazônia para criar mensagem a favor da Inglaterra na Copa

A Copa do Mundo chegou e cada um torce do seu jeito. Uns enfeitam as casas com bandeiras, outros vestem com orgulho a camisa da seleção, alguns pintam o rosto, mulheres pintam as unhas personalizadas, a criatividade é imensa. Empresas também apoiam seu país na Copa e a Paddy Power teria utilizado uma forma criativa para este apoio, porém chocante para a população.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Circula uma informação na internet que diz que a empresa Paddy Power teria ‘escrito’ a mensagem “C’mon England! PP” no meio da Floresta Amazônica. A própria empresa divulgou no seu Twitter a imagem. Em tempos de sustentabilidade, a imagem causou polêmica nas redes sociais, pois para criar aquela mensagem, a empresa teria desmatado parte da Amazônia. Será mesmo que a Paddy Power faria isso?

A revista Exame publicou em seu site uma notícia com o título “Suposto anúncio corta árvores para apoiar seleção inglesa”. O texto, na íntegra, diz:

“São Paulo – Uma imagem divulgada no Twitter da empresa de apostas irlandesa Paddy Power neste sábado levantou suspeitas de que centenas de árvores teriam sido cortadas para enviar uma mensagem de apoio à seleção inglesa na Copa do Mundo.

A foto mostra a frase “C’mon England PP” (em inglês, “Vamos Inglaterra PP”) escrita em espaços vazios em uma floresta, que parece ser na Amazônia. Segundo o jornal britânico Mirror, especialistas acreditam que as imagens não teriam sido manipuladas.

A seleção da Inglaterra faz seu primeiro jogo na Arena Amazônia, em Manaus, no dia 14 de junho. Veja abaixo a foto divulgada no Twitter da Paddy Power:”

Portanto, não foram apenas os usuários das redes sociais que divulgaram a imagem e a suposição da atitude da empresa. O Globo Esporte também publicou no blog Meio de Campo uma notícia sobre a polêmica do suposto desmatamento pela empresa. Será mesmo que a empresa ‘sujaria’ sua imagem assim só para apoiar seu país na Copa? Inclusive, primeiro jogo da Inglaterra será na Arena Amazônia no dia 14 de junho, em Manaus.

O fator principal a ser analisado é a imagem em si, que foi divulgada pela empresa. De fato, ao olhar, a fotografia parece mesmo ser real e autêntica. Mas, para a surpresa dos veículos de comunicação e da comunidade internauta em geral, a imagem é falsa. Depois de 24 horas após a publicação da foto polêmica no Twitter, a Paddy Power explicou em seu blog a verdade sobre a imagem, que não passou de uma brincadeira de bom gosto.

O desmatamento, na verdade, foi gerado com o auxílio de um software de computação gráfica profissional, o efeito ficou muito próximo do real. No texto, a empresa afirma e ressalta que nenhuma árvore foi prejudicada na Amazônia para a realização daquela imagem. O porta-voz da empresa ainda diz que a Paddy Power admite que exagerou um pouco fingindo desmatar a Amazônia, para fazer uma reflexão em torno da conscientização sobre o desmatamento.

A empresa soube através do Greenpeace, que na Amazônia, uma área equivalente a 122 campos de futebol é derrubada a cada 90 minutos. Mas você deve estar se perguntando como foi possível fazer aquela imagem, a Paddy Power também explicou. Durante três semanas, profissionais utilizaram um software chamado Modo. Através do programa, os profissionais criaram um modelo 3D da floresta e causaram o ‘desmatamento’ para escrever a mensagem.

A informação de que a empresa desmatou a Amazônia para criar a mensagem é falsa! Foi apenas uma forma criativa de uma mensagem de conscientização da população sobre o desmatamento na Amazônia, que não é nenhuma novidade, mas é preocupante. E o efeito foi exatamente o que a Paddy Power queria, chamar a atenção da população, divulgação em massa e reprodução na imprensa. O que parece ter conseguido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *