Carla Bruni fala sobre mulheres de 35 anos em entrevista para Veja #boato

By | 25/08/2016

Boato – Carla Bruni deu um show ao falar das mulheres de 35 anos durante uma entrevista para a Revista Veja.

Depois que a internet e, principalmente, os blogs apareceram, texto filosófico é o que não falta para ser lido. A cada dia é possível se deparar com pensamentos sobre tudo que se pode se imaginar. O grande problema no meio deste emaranhando são os créditos. Dificilmente, o autor é realmente creditado da forma correta nestes textos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Carla Bruni teria feito texto sobre mulher de 35 anos, diz boato

Carla Bruni teria feito texto sobre mulher de 35 anos, diz boato

Aqui no Boatos.org já tivemos alguns exemplos em que Arnaldo Jabor, Jô Soares e outros nomes viraram poetas. A bola da vez é a ex-primeira dama da França Carla Bruni. Um texto sobre as mulheres de 35 anos tem sido atribuído a uma entrevista dela à Revista Veja. Leia a mensagem, muito viralizada no Facebook e WhatsApp:

Impossível não compartilhar! A cantora e ex-primeira dama da França, Carla Bruni, falou em entrevista para a revista Veja algo muito verdadeiro.

“Depois dos 35 anos, a beleza é resultado da simpatia, da elegância, do pensamento, não mais do corpo e dos traços físicos. A beleza se torna um estado de espírito, um brilho nos olhos, o temperamento. A sensualidade vai decorrer mais da sensibilidade do que da aparência.

Uma mulher chata pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher burra pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher egoísta pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher deprimida pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher desagradável pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher oportunista pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher covarde pode ser bonita antes dos 35.

Depois, não mais, depois acabou a facilidade. Depois o que ilumina a pele é se ela é amada ou não, se ela ama ou não, se ela é educada ou não, se ela sabe falar ou não. Depois dos 35 anos, a beleza vem do caráter. Do jeito como os problemas são enfrentados, da alegria de acordar e da leveza ao dormir. Depois dos 35 anos, a amizade é o creme que tira as rugas, o afeto é o protetor solar que protege o rosto.

A beleza passa a ser linguagem, bom humor. A beleza passa a ser inteligência, gentileza. Depois dos 35 ,45 ,55 , 65 … anos, só a felicidade rejuvenesce.”

Carla Bruni falou sobre mulheres de 35 anos para a Veja?

É claro que o texto viralizou na internet após ter o nome de Bruni na autoria. Mas será mesmo que ela disse tudo isso? Na realidade, não. Este é um verdadeiro caso de meia verdade e tem outro nome na história: o do escritor (muito bom) Fabrício Carpinejar. Vamos aos fatos.

Em 2013, houve, de fato, uma entrevista de Carla Bruni à Veja em que ela faz uma citação às mulheres de 35 anos. Ela diz o seguinte ao responder uma pergunta sobre o estilo de Michelle Obama:

Ela é fantástica, assim como a mulher do premiê inglês David Cameron, Samantha. Michelle tem uma pele linda, fresca como uma rosa. A beleza, depois de certa idade, está muito mais ligada à elegância, à simpatia e à inteligência. Até os 35 anos de idade, mesmo uma pessoa desagradável pode ser considerada bonita. Depois, não mais.

Após esta declaração, começou a circular um texto muito mais amplo (aquele lido acima) sobre o que Bruni teria dito em relação às mulheres. Um dos primeiros lugares que este texto apareceu foi no blog de Carpinejar. Só não sabemos se ele pegou de algum lugar na internet o texto já atribuído à Bruni ou se pegou o trecho da Veja e fez “uma licença poética” ao aumentar a declaração (que por sinal, segue bem o seu estilo de escrever).

O fato é que depois que saiu no blog dele que “Bruni tinha dito tudo isso à Veja”, diversas páginas começaram a copiar o conteúdo, esqueceram do crédito a Carpinejar e o texto virou só de Carla Bruni. E até hoje a história viraliza.

Resumindo: Carla Bruni até deu uma declaração sobre as mulheres de 35 anos para a Veja, mas ela foi sensivelmente aumentada para se tornar (com sucesso) um viral da internet. Viral com autoria falsa, por sinal.

Em tempo: sobre o conteúdo do texto, ainda não chegamos à conclusão se ele é muito bom, filosofia de boteco ou as duas alternativas anteriores. Na dúvida, deixamos ele na íntegra para você ler e refletir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *